conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo e AL quitam ainda em junho cerca de 70% dos salários atrasados da Santa Casa

Publicado

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão, apresentou nesta segunda-feira (10), em audiência no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) do Tribunal Regional do Trabalho uma nova proposta para o pagamento dos salários atrasados dos funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. Com a nova proposta, o governo prevê o pagamento de cerca de 70% dos salários atrasados ainda em junho.

A proposta foi homologada e o Estado irá repassar R$ 3 milhões nesta quarta-feira (12), e outros R$ 3,5 milhões no próximo dia 24. O restante será pago em quatro parcelas iguais de R$ 1.170.475,75, todo dia 24, entre os meses de julho e outubro. Do total, R$ 3,5 milhões serão remanejados do duodécimo da Assembleia Legislativa de junho de 2019.

O secretário da Seplag, Basílio Bezerra, disse que a decisão do Estado em antecipar o aluguel do imóvel e equipamentos, demonstra a preocupação da atual administração com o cidadão mato-grossense. “O Estado, além do papel político, tem um papel social na vida de todo cidadão e a atual gestão tem se pautado nisso. Resolvemos o problema de mais de 700 pessoas que laboraram na Santa Casa e que há mais de oito meses não recebem, comprometendo inclusive suas despesas mais básicas”.

Para o juiz do Cejusc que conduziu a negociação, Ivan Tessaro, hoje foi resolvido o problema mais grave da Santa Casa, que precisava de uma solução. “Tivemos uma evolução evidente, pois antes tínhamos previsão de quitar uma quantia menor, e com esse aporte, cerca de 70% dos salários serão quitados ainda em junho”.

Os valores que serão repassados pelo Estado para quitar os salários atrasados correspondem a uma antecipação do aluguel do imóvel e dos equipamentos, determinado na requisição administrativa. Ou seja, é um ressarcimento pela utilização futura do prédio e equipamentos que serão usufruídos pelo Executivo.

De acordo com Basílio, com esse cronograma o Estado irá antecipar cerca de 30 meses de indenização da Santa Casa, por força da requisição administrativa, para quitar o passivo trabalhista. Ele acrescenta ainda que para que o Estado possa fazer essa antecipação será necessário ajustar o caixa, o que poderá implicar na supressão de alguma despesa do fluxo de pagamento.

Com a administração do hospital sob responsabilidade do Governo, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a Santa Casa funcionará, temporariamente, como um hospital estadual. A unidade passa a ser a maior do Estado de Mato Grosso, com 242 leitos e serviços de alta complexidade.

A melhoria da proposta foi determinada pelo governador Mauro Mendes. Participaram da reunião de conciliação, além do secretário de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, o procurador do Estado, Felippe Tomaz Borges, o deputado estadual, João José de Matos, e os representante do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Dejamir Souza Soares, e do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviço de Saúde, Lindolfo Macedo de Castro, que moveram a ação civil coletiva em desfavor da Sociedade Beneficente Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Segunda-feira (03): Mato Grosso registra 55.156 casos e 1.927 óbitos por Covid-19

Publicado

por


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (03.08), 55.156 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.927 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 25 mortes nas últimas 24 horas. 

Foram registradas 1.716 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 55.156 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 18.709 estão em monitoramento e 34.520 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 291 internações em UTIs públicas e 309 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 78,57% para UTIs adulto e em 34,95% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (12.096), Várzea Grande (4.320), Rondonópolis (3.370), Lucas do Rio Verde (2.953), Tangará da Serra (2.341), Sorriso (2.286), Sinop (2.131), Primavera do Leste (1.847), Nova Mutum (1.493) e Pontes e Lacerda (957). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria. 

O documento ainda aponta que um total de 53.156 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 4.618 amostras em análise laboratorial. 

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Nesta segunda-feira (03), o Governo Federal confirmou 2.750.318  casos da Covid-19 no Brasil e 94.665  óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 94.104 óbitos e 2.733.677 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Secel abre segunda turma do curso online para jogos e brincadeiras

Publicado

por


.

Para atender a alta procura pelos cursos do projeto de aperfeiçoamento profissional continuado, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) abriu uma nova turma da capacitação ‘Jogo, Brinquedo e Brincadeira – elemento do brinquedista para o tempo e recreação e lazer’. As inscrições para esse segundo grupo estarão abertas a partir do dia 05 de agosto e os encontros online ocorrerão nos dias 19 e 20 do mesmo mês.

O curso, que irá tratar sobre os cuidados com a construção, organização/catalogação dos brinquedos e com o tempo de dedicação à recreação e lazer, será conduzido pelo professor mestre João Batista. Após a inscrição confirmada, o interessado receberá o endereço de internet para acesso às aulas e às atividades avaliativas que compõem a carga horária de 10 horas. 

Em sua primeira edição, que será oferecida nos dias 12 e 13 de agosto, as inscrições se esgotaram assim que a qualificação foi divulgada. Para acolher os demais interessados, a nova turma contará com 40 vagas e também dará direito à certificação.

As capacitações fazem parte do projeto da Escola de Formação em Esporte e Lazer, que já ofereceu, desde que foi lançado no  mês de junho, cursos online e gratuitos sobre políticas públicas, pedagogias esportivas e esportes de aventura. 

Buscando contribuir no processo de aprendizagem e desenvolvimento contínuo em Mato Grosso,  o projeto tem como público alvo gestores municipais, profissionais e estudantes da área de educação física. No momento da inscrição, os participantes podem ainda sugerir outros cursos de interesse da área de educação física, ajudando também a mapear demais demandas formativas. 

Serviço

Segunda turma ‘Jogo, Brinquedo e Brincadeira’

Encontros online: 19 e 20 de agosto

Inscrições: de 05 a 11 de agosto

Plataforma de inscrição: formulários.cultura.mt.gov.br

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana