conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo do Estado e prefeitura de Nova Maringá executam obra do anel viário no município

Publicado


.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), e a Prefeitura de Nova Maringá executam a obra de pavimentação de 3,6 quilômetros do anel viário do município (373 km de Cuiabá).

A obra vai desafogar o trânsito de veículos de cargas e máquinas pesadas do centro da cidade, que terão uma nova rota para circulação.

A construção do anel viário é uma demanda antiga dos moradores de Nova Maringá, que ficam expostos a riscos de graves acidentes com a circulação de carretas carregadas de produção agrícola, especialmente pela avenida Amos Bernardino Zanchet, principal via da cidade.

A obra é realizada por meio de um convênio entre o Governo do Estado e a prefeitura, no valor de R$ 2,6 milhões.  Desse montante, a Sinfra destinou R$ 1,4 milhão e o município deu uma contrapartida de R$ 1,2 milhão. A obra do anel viário é realizada diretamente pela prefeitura.

A obra de pavimentação de 3,6 quilômetros do anel viário do município segue em andamento

A pavimentação de 3,6 quilômetros é feita no trecho que compreende a frente do bairro Jardim Maira, contornando a região urbana do município e se encerrando na MT-160, pela antiga Colônia da Selva.

Para o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a construção do anel viário é mais um exemplo positivo da atual administração do Governo do Estado que, através da mútua cooperação com as prefeituras, executa mais obras em todo o Mato Grosso.

“Seguindo a determinação do governador Mauro Mendes, estamos conversando com as prefeituras e formalizando parcerias, o que mostra a credibilidade do Governo e que o Fethab está sendo bem aplicado para trazer dignidade aos Municípios e proporcionar maior desenvolvimento”, afirmou.

 

Para o prefeito de Nova Maringá, João Braga Neto, o anel viário é muito importante para a cidade, não apenas para atender as necessidades dos moradores, mas para possibilitar infraestrutura logística para o escoamento da produção da região, que hoje tem cerca de 250 mil hectares de produção agrícola e estima plantar mais 100 mil hectares nos próximos anos.

“A MT-160 atravessa nossa cidade, bem na avenida central onde está a escola estadual. E por ali passa o peso de uma safra de 250 mil hectares de plantio, expondo nossas crianças a perigo constante de acidente. Um problema com o qual já convivemos há algumas décadas e é por isso que lutamos muito para que fosse feita a obra”, disse.

Ainda segundo o prefeito, a execução do anel viário só está sendo possível graças à sensibilidade da atual gestão do Governo do Estado, que entendeu a necessidade da realização da obra.  “Graças a Deus, o governador Mauro Mendes compreendeu o peso da nossa safra e da nossa responsabilidade. Agora esse anel viário abraça nossa cidade, a área de preservação permanente e abraça nossas crianças, em um abraço protetor, livrando-a dos perigos de acidente constante. Agradeço ao Governo do Estado pelo olhar sensível para nosso pedido”.

Anel viário vai auxiliar escoamento da produção agrícola

Outras obras

Além do anel viário, será realizada outra importante obra em Nova Maringá, que é a pavimentação de 81 quilômetros das rodovias MT-492 e MT-249.  A obra vai permitir a ligação das cidades de Nova Maringá e São José do Rio Claro por vias asfaltadas, além da interligação de Nova Maringá diretamente à rodovia federal BR-163.

A pavimentação será executada em razão de uma cooperação firmada pelo Governo do Estado com as prefeituras de Nova Maringá e São José do Rio Claro. Por meio da cooperação, a Sinfra vai realizar a licitação da obra, excluindo alguns serviços que serão executados diretamente pelos municípios, dentro do limite territorial de cada um.  O valor de referência da Sinfra para a licitação da obra é de R$ 65 milhões. Já o investimento dos Municípios será de R$ 7,5 milhões.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Obras levam primeira ligação asfáltica ao município de Gaúcha do Norte

Publicado

por


.

As obras de pavimentação de 39,04 quilômetros da rodovia MT-129 tiveram início em Gaúcha do Norte (594 km de Cuiabá) e já são consideradas um marco para os moradores que enxergam no maquinário avançando sobre a estrada de terra, a realização de um sonho: a primeira ligação asfáltica do município.

A pavimentação é realizada graças à parceria público-privada conhecida como PPP Social, firmada entre o Governo do Estado e a Associação de Manutenção e Extensão da MT-129 (AMEX).  Com a colaboração, o Governo do Estado e associação se unem para pavimentar a MT-129, no trecho da MT-020 (Rio Alegre) até a cidade de Gaúcha do Norte.

Os investimentos são da ordem de R$ 32 milhões e essa será a primeira etapa do projeto de pavimentação. Do montante investido, R$ 27 milhões são repassados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) – e os outros R$ 4,9 milhões são a contrapartida da associação, para que possam executar a obra na rodovia sob supervisão da Sinfra.

Obras se iniciam na MT-129 e levam primeira etapa de pavimentação a Gaúcha do Norte

De acordo com o presidente da Amex, Ari do Prado, algumas dificuldades e processos burocráticos fizeram com que a obra não se iniciasse logo que a PPP Social foi firmada, no mês de maio. Porém, toda a situação já foi solucionada e, a partir de agora, o canteiro de obras terá movimentação intensa, todos os dias da semana.

“Os trabalhos seguem avançando. Desvios foram abertos e sinalizados e estamos na casa de uns cinco quilômetros com terraplanagem, remoção do cascalho, compactação e vamos dar continuidade para avançarmos ainda mais”, disse o presidente da associação.

Com a pavimentação, os produtores terão na MT-129 uma rodovia com melhor infraestrutura para o escoamento da produção do município, que possui mais de 220 mil hectares de soja, um rebanho bovino de 170 mil cabeças e um cultivo de um milhão de pés de seringueira.

Hoje os produtores demoram cerca de quatro a cinco horas para realizar o trajeto da MT-129, por falta de asfalto. Além dessa rodovia, as outras opções para a entrada e saída do município são as rodovias MT-427 e a BR-242, que também não são pavimentadas.

A pavimentação é realizada graças à parceria público-privada conhecida como PPP Social

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, essa pavimentação vai favorecer as áreas produtivas de Mato Grosso e proporcionar o desenvolvimento do Estado, além de beneficiar o cidadão.

Tudo resultado do grande modelo de gestão, adotado pelo Governo do Estado, que é a formalização de parcerias sociais que atendem mais regiões com serviços de infraestrutura, através da união de esforços entre produtores rurais, prefeituras e Estado.

“É uma determinação do governador Mauro Mendes priorizarmos as parcerias e esse asfalto é mais um resultado positivo da administração estadual, que não tem medido esforços para atender ao máximo de regiões de Mato Grosso com obras, serviços e melhorias de infraestrutura”, garantiu.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

Prefeitura de Sinop abre processo seletivo para 89 vagas com salários de até R$ 11,3 mil

Publicado

A Prefeitura de Sinop anunciou processo seletivo para atender as necessidades emergenciais em razão da pandemia (COVID-19). De acordo com o edital de nº 001/2020, as 89 vagas de caráter temporário serão destinadas aos profissionais com diversos níveis de escolaridade.

O processo seletivo Prefeitura de Sinop abrange remunerações entre R$ 1.549,00 e R$ 11.352,94, dependendo do cargo escolhido pelo candidato. Além disso, ao menos 5% das vagas serão reservadas para pessoas com deficiência (PcD). Todos os profissionais classificados estarão submetidos a jornadas de 30 ou 40 horas semanais.

As vagas ofertadas são:

  • 20 vagas para Agentes de Serviços e Saúde, com carga horária de 40 horas e remuneração de R$ 1.549
  • 02 Assistentes Sociais, com carga horária de 30 horas e remuneração de R$ 6.393,60
  • 19 enfermeiros, com carga horária de 40 horas e remuneração de R$ 6.393,60, 08 médicos, com carga horária de 40 horas e remuneração de R$ 11.352,94
  • 03 médicos, com carga horária de 30 horas e remuneração de R$ 8.514,71
  • 02 psicólogos com carga horária de 40 horas e remuneração de R$ 6.393
  • 35 técnicos de enfermagem com carga horária de 40 horas e remuneração de R$ 2.455,26.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 29 de julho e 03 de agosto de 2020 (prazo previsto). Basta acessar o site do órgão público, em página destinada ao seletivo, e seguir as instruções indicadas ao apertar em “clique aqui e faça a sua inscrição”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana