conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Governo abre licitação para asfaltar MT-242 e concluir ligação entre Itanhangá e Ipiranga do Norte

Publicado


.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), abriu licitação para contratar empresa de engenharia para executar a pavimentação de 11,2 quilômetros da rodovia MT-242 em Itanhangá (492 km de Cuiabá). O trecho é o único que falta ser pavimentado para concluir a ligação entre o município e a cidade de Ipiranga do Norte, por via asfaltada.

A abertura da licitação está publicada no Diário Oficial que circula nesta terça-feira (30.06). Conforme o edital, será asfaltado o trecho do KM.45,6 ao KM.56,8. Essa obra complementa a pavimentação que já está sendo executada na rodovia, no subtrecho que vai do KM zero até o KM 45,6.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a pavimentação dos 11,2 quilômetros é mais uma obra que será realizada por meio da parceria entre o Governo do Estado e o Município e trará vários benefícios especialmente para o escoamento da produção de Itanhangá e região.

Pavimentação vai melhorar o escoamento da produção e trânsito de pessoas

Com a pavimentação, os produtores poderão escoar a produção agrícola diretamente na BR-163, por via asfaltada. “Essa cooperação é fundamental para trazer melhorias para o Estado de uma maneira mais eficiente e célere, beneficiando os produtores rurais e todos os cidadãos que transitam pelas rodovias e precisam do seu direito de ir e vir, com segurança, garantido”, disse.

Para o prefeito de Itanhangá Edu Pascoski, o lançamento do edital de licitação é mais um compromisso feito pelo Governo do Estado com o Município que está se concretizando e que vai favorecer não apenas os produtores, mas todos os moradores da cidade que dependem da rodovia para ter acesso a saúde de alta complexidade, por exemplo.

“É uma obra de extrema importância para a nossa região. Precisamos de logística para o escoamento da produção, para esses produtores que trabalham e produzem alimentos para o Estado e para o Brasil. Além disso, nós temos essa rodovia como o corredor para pessoas que precisam ser transportadas para os hospitais regiões de Sinop e Sorriso para receber atendimento de saúde de média e alta complexidades. É uma obra muito necessária”, disse.

Ainda segundo o prefeito, o asfalto da MT- 242  é um sonho antigo de toda a região Médio-Norte e a pavimentação vai estimular o progresso dos munícipios de Sorriso, Ipiranga do Norte e Brasnorte, além de Itanhangá, que dependem diretamente dessa rodovia.

Licitação é fruto da cooperação feita pelo prefeito Edu Pascoski, o governador Mauro Mendes, o vice Otaviano Pivetta e o secretário Marcelo

“O Estado vem cumprindo o seu papel de aplicar os recursos do Fethab e fazê-lo retornar aos municípios. Fico feliz, porque Itanhangá está sendo contemplado por essa obra importante, que vai gerar mais desenvolvimento e riquezas aos nossos municípios que ainda não estão ligados por asfalto”, encerrou.

A licitação será realizada na modalidade Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do tipo menor preço. A entrega das propostas ocorrerá durante sessão pública no dia 23 de julho, às 9h, na Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Outras informações acerca da licitação, como o edital completo, o projeto executivo e demais documentações complementares encontram-se disponíveis para consulta no site da Sinfra.  Eventuais esclarecimentos de dúvidas quanto ao edital poderão ser solicitados, preferencialmente, via e-mail [email protected]

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Seduc reúne diretores de escolas de Cuiabá e VG para monitorar volta às aulas

Publicado

por


O retorno das aulas na modalidade híbrida na rede estadual de ensino, previsto para o dia 3 de agosto, foi um dos principais assuntos debatidos entre o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, os secretários adjuntos e os diretores das 68 escolas estaduais de Cuiabá e as 44 de Várzea Grande.

A edição especial da Prosa da Educação foi realizada na Escola Estadual Liceu Cuiabano e, para garantir o distanciamento, as escolas foram divididas em dois grupos, com reuniões pela manhã e à tarde.

Nesta quinta-feira (24.06), o encontro foi com os diretores das escolas estaduais de Várzea Grande, na Escola José Leite de Moraes, no bairro Cristo Rei.

Diretor Regional de Educação de Cuiabá, Ezemar Mourão da Silva afirma que em agosto todas as escolas da Capital estarão prontas para receber os alunos com segurança. Algumas unidades ainda têm alguns ajustes para serem feitos. O secretário Alan Porto garantiu que será liberada verba adicional em todos os casos que necessitarem.

Sizernandes Freire de Oliveira, Diretora da Escola Estadual Dom José do Despraiado, afirmou que na unidade falta apenas a limpeza dos ares-condicionados e das caixas d’água para cumprir todas as determinações de biossegurança. Como relatou que não tem recurso para esta ação, recebeu orientação da Seduc para solicitar recurso adicional que será liberado.

Diretor da Escola Estadual Liceu Cuiabano, Thiago Bladrighi ressalta que neste momento de pandemia, estão todos aprendendo dia após dia, já que tudo é novidade. “Mas na hora em que retomarmos no sistema híbrido a escola estará pronta para receber com segurança nossos profissionais, alunos e a comunidade em geral”.

O secretário Alan Porto destacou que a vacinação dos profissionais de educação está avançando após o governo garantir 20% de todas as doses que chegam para este público.

“Próximo passo é retomar aulas na atividade híbrida, após o recesso escolar. Estamos conversando com todos os diretores, tirando todas as dúvidas sobre o protocolo de biossegurança, o plano de contingência, o preparo das escolas. Os diretores têm feito a parte deles, a aquisição dos itens necessários e preparando as escolas para receber nossos alunos com segurança” enfatizou Alan Porto.

Mais recursos para escolas

Durante a Prosa na Educação, foi reforçado aos diretores que todos podem solicitar, duas vezes ao ano, o recurso descentralizado que era de R$ 33 mil e neste mês passou para R$ 100 mil. Estes recursos podem ser utilizados em pequenas intervenções, como nas chamadas áreas úmidas – banheiros e cozinhas.

Além disso, o governo do Estado também aumentou este mês o repasse direto para as escolas, por meio do Plano de Desenvolvimento Escolar (PDE). O reajuste foi de 47% e, além disso, será repassado mais R$ 18 por aluno. Este recurso é destinado à manutenção da escola, como compra de materiais de limpeza, pagamentos de contas de luz, água e telefone, entre outros.

“Sei de todos os desafios enfrentado. Nunca trabalhamos tanto para planejar aulas, dar aulas online, fazer reunião com professores. Mas com estes desafios veio a experiência e agora é dar um grande passo para recuperar a aprendizagem de nossos estudantes”, finalizou o secretário.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Live da CGE reforça a importância da Ouvidoria na defesa dos direitos dos usuários de serviços públicos

Publicado

por


Com a finalidade de promover a consciência acerca dos direitos básicos dos usuários dos serviços públicos prestados pelo Governo do Estado de Mato Grosso, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) realizou, nesta quinta-feira (24.06), webinar sobre “Ouvidoria na Defesa dos Direitos dos Usuários de Serviços Públicos”.

A live, alusiva ao aniversário de quatro anos do Código de Defesa dos Usuários de Serviços Públicos (Lei Federal nº 13.460/2017), foi conduzida pelo secretário adjunto de Ouvidoria Geral e Transparência, auditor Vilson Nery, que trouxe para a conversa a importância da participação dos servidores estaduais na construção de um controle social ativo na busca por melhorias na prestação dos serviços oferecidos pela administração pública.

Para Vilson Nery, é essencial que os agentes públicos disponham do conhecimento sobre a significância da Lei para que trabalhem formas de auxiliar a população no acesso às informações e aos serviços.

No decorrer da explanação, o representante da CGE-MT apresentou alguns exemplos de prestação direta de serviço público ou quando esse serviço é realizado por meio de concessão. Para isso, citou como exemplo o transporte público, que é um serviço concedido para a iniciativa privada.

“O serviço público é de fundamental importância. Desde a manhã, quando você acorda, tem que ir trabalhar e precisa pegar um ônibus. Saiba que o transporte público existe porque ele é um serviço concedido, ainda que o condutor do ônibus não seja um servidor público na essência”, explicou o adjunto.

O secretário ainda reforçou que os serviços públicos e o atendimento ao usuário devem ser realizados de forma adequada, em observância aos princípios da regularidade, continuidade, efetividade, segurança, atualidade, generalidade, transparência e cortesia.

Contudo, o representante da CGE advertiu que a defesa dos direitos dos usuários também passa pela valorização dos serviços públicos. Para tanto, mencionou os trabalhadores da saúde pública, que estão na linha de frente no atendimento à população neste momento de pandemia.  

Para o palestrante, o trabalho dos servidores públicos da saúde que atuam no combate à pandemia, seja nos postos, nos hospitais e na área de pesquisa, demonstra a relevância do serviço público, em especial à população mais pobre, que está tendo acesso às vacinas por meio de tomadas de decisões da administração pública.

Ouvidoria

O Estado de Mato Grosso tem como principal instrumento de participação cidadã a Rede de Ouvidorias, que tem como canal de comunicação direta com a população o sistema eletrônico Fale Cidadão. A plataforma é o espaço no qual o usuário exercita sua cidadania enviando elogios, sugestões, reclamações, denúncias ou pedidos de informação pública.

Em Mato Grosso, o Decreto nº 195/2019 regulamentou o tratamento dispensado pela Rede de Ouvidorias à sociedade, de modo que o atendimento seja cada vez mais claro, rápido e resolutivo, conforme estabelecido pela Lei Federal nº 13.460/2017.

Durante a live, Vilson Nery também tirou dúvidas dos internautas, formados por servidores estaduais, municipais e população em geral. 

O evento foi transmitido pelo canal de Youtube da CGE-MT como parte da programação da Maratona de Defesa dos Usuários de Serviços Públicos, iniciativa da Rede Nacional de Ouvidorias (Renouv), que ocorre até o final deste mês.

Formas de acesso

A Ouvidoria do Governo de Mato Grosso pode ser acionada de diversas formas:

Internet: https://ouvidoria.controladoria.mt.gov.br/falecidadao

E-mail: [email protected]

App MT Cidadão: www.mtcidadao.mt.gov.br 

Ouv-Zap: (65) 98476-6548

Telefones: 162 (ligação local) ou 0800-647-1520 (discagem gratuita)

Via postal: carta dirigida ao endereço da Controladoria Geral do Estado – Ouvidoria-Geral, na rua Júlio Domingos de Campos s/n, Complexo Paiaguás, Centro Político Administrativo, CEP 78.049-923, Cuiabá/MT

As Ouvidorias Setoriais também recebem atendimentos presenciais, possuem telefones específicos e e-mail divulgados nos portais de cada unidade administrativa.

Mais informações: www.ouvidoria.mt.gov.br

Clique AQUI para ver ou rever a transmissão sobre “Ouvidoria na Defesa dos Direitos dos Usuários de Serviços Públicos”. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana