conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Governador assina convênio para obras de infraestrutura em Juara, Campo Verde, Santo Antônio do Leste e no Araguaia

Publicado


O governador Mauro Mendes assinou nesta quinta-feira (25.11) convênio com as prefeituras de Juara, Campo Verde, Santo Antônio do Leste e com o Consórcio Intermunicipal Araguaia (Cidesa), para a realização de obras de pavimentação e drenagem de vias urbanas, revitalização de asfalto nas MT-244, MT-325 e MT-336, e manutenção de rodovias não-pavimentadas na região do Araguaia.

Pelo convênio, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) destinará, ainda, recursos para a pavimentação do Aeródromo de Juara, um sonho antigo da população.

Ao todo, serão empregados mais de R$ 32 milhões nas obras. Parte da soma será repassada pela Sinfra e os demais valores compreendem emendas do senador Wellington Fagundes e do deputado federal Juarez Costa, além de contrapartida das prefeituras e do Cidesa.

“O Governo consegue com isso ampliar a sua aplicação de recursos no Estado de Mato Grosso. Estamos fazendo parcerias para que as prefeituras, recebendo dinheiro do Governo do Estado, possam lá na ponta, onde vivem os cidadãos, onde moram as pessoas, executar mais obras. Vamos continuar com essa filosofia, junto aos bons prefeitos, aos trabalhadores, àqueles que estão se dedicando e cuidando bem do dinheiro público, porque dessa forma nós atendemos melhor a população mato-grossense”, destacou o governador Mauro Mendes.

Em Juara, serão investidos R$ 6 milhões, sendo R$ 5,76 milhões repassados pelo Estado, para a pavimentação e drenagem de todas as ruas dos bairros Cruzeiro do Sul e Porto Seguro. Além disso, a região irá receber obras de revitalização na MT-325.

Na ocasião, o governador autorizou também a retomada da construção da Escola Técnica, que estava paralisada há cerca de dez anos.

“Eu acho importante destacarmos a dimensão disso tudo. Eu fico muito orgulhoso de fazer parte dessa história. Nós teremos obras, como na MT-325 e a retomada da obra da Escola Técnica, que estavam paradas há praticamente dez anos. Além do asfalto dos bairros Cruzeiro do Sul e Porto Seguro, que o governador Mauro Mendes teve a sensibilidade de não criar expectativa na população inaugurando placa, porque os valores já estão garantidos. A gratidão não é só de Juara, é de todo o Vale do Arinos”, destacou o prefeito de Juara, Carlos Sirena.

Para o município de Campo Verde, a Sinfra irá repassar R$ 2,8 milhões para a revitalização do pavimento de 38km da MT-244. O valor total da obra, que conta ainda com contrapartida da Prefeitura, será de R$ 4,8 milhões.

“A gente agradece em nome da população de Campo Verde. Nós temos 7 assentamentos rurais que se Deus quiser vão ter a vida transformada com essas obras. Nós somos uma região produtora, mas por ali passa também muita gente de outros municípios. O trabalho do Governo do Estado hoje alcança Mato Grosso por inteiro”, frisou o prefeito Alexandre Lopes.

Santo Antônio do Leste receberá em torno de R$ 2 milhões para a recuperação de 16km da MT-336. A expectativa é de que, vencido o trâmite burocrático, a obra seja entregue no final de janeiro de 2022.

Além disso, através da parceria com o Cidesa – que representa os municípios de Serra Nova Dourada, Bom Jesus do Araguaia, Alto Boa Vista, Luciara, Novo Santo Antônio e São Félix do Araguaia – serão investidos R$ 15 milhões para a conservação e manutenção de 280km de rodovias não-pavimentas.  

“Não é só estrada, essas obras geram emprego na nossa região e dão qualidade de vida para a nossa população. O governador Mauro Mendes tem sido um grande parceiro do Araguaia e o Cidesa está firme no compromisso de seguir com essas parcerias”, pontuou a prefeita de São Félix do Araguaia, Janailza Leite.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo adquire cinco novas motolâncias para atendimento de ocorrências do Samu

Publicado

por


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da baixada cuiabana adquiriu cinco novas motolâncias para o atendimento à população. Mantido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) na região metropolitana de Cuiabá, o serviço recebeu investimento de R$ 165 mil na aquisição das motos.

A base, que antes contava com três motos adaptadas, passa a contar com oito veículos de apoio às ambulâncias. Isto é, com o investimento, o Estado mais do que dobra o número de motolâncias disponibilizadas pelo Samu.

Os novos veículos possibilitarão que o atendimento chegue de forma mais rápida às ocorrências e promoverão melhor assistência à população.

“Hoje é um dia importante para a Saúde de Mato Grosso porque estamos renovando a frota de motos que atendem o Samu da baixada cuiabana. Esses veículos serão pilotados por enfermeiros ou técnicos de enfermagem, que dão a primeira assistência e que chegam com mais velocidade aos eventos que precisam de intervenção. Assim faremos também com as ambulâncias para o melhor atendimento à população”, disse o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A secretária adjunta de Regulação, Controle e Avaliação da SES, Fabiana Bardi, enfatizou que a renovação da frota também irá auxiliar no atendimento de demandas mais complexas. “Enquanto as ambulâncias estão em atendimento, as motolâncias fazem o primeiro atendimento e prestam a primeira assistência. Os veículos também auxiliam em ocorrências de múltiplas vítimas, para suporte às ambulâncias”, explicou a gestora.

As motolâncias são conduzidas exclusivamente por enfermeiros ou técnicos de enfermagem e portam uma série de equipamentos para primeiros socorros, como o desfibrilador.

“Esses veículos podem atender as emergências de trauma e clínicas, como paradas cardiorrespiratórias, engasgos ou casos de afogamento. Se as ambulâncias estiveram todas ocupadas em ocorrências, a motolância pode ir primeiro – porque, inclusive, elas são mais ágeis – e presta o atendimento inicial à vítima. Depois a ambulância chega para a remoção do paciente, caso seja necessária”, concluiu a superintendente do Samu, Inês de Souza Leite.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Vítimas de trabalho escravo terão acompanhamento conforme diretrizes internacionais

Publicado

por


As vítimas resgatadas em condições de trabalho escravo em Mato Grosso terão acompanhamento conforme diretrizes da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O novo fluxograma que estabelece o modelo de acompanhamento dos resgatados foi lançado nesta segunda-feira (06.12) pela Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (Coetrae), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), em Cuiabá.

A Portaria n° 001/2021, que estabelece o fluxograma foi publicada na última quinta-feira (02.12), no Diário Oficial de Mato Grosso, e será colocado em prática  a partir  das ações de janeiro de 2022. O Fluxo de Atendimento às Vítimas de Trabalho Escravo chega para padronizar a forma de atuação de combate a esse tipo de crime conforme as peculiaridades do Estado e as recomendações da OIT.

Conforme o presidente da Coetrae, Amarildo Borges, o fluxograma é um grande aliado no combate ao trabalho escravo com ampliação da rede de apoio às vítimas em Mato Grosso. “Para a erradicação desse tipo de crime é preciso uma rede de apoio após o resgate, ofertando acesso a políticas públicas como por exemplo, emitir um documento e esse fluxo facilita e amplia a rede de apoio às vítimas”, disse.

O fluxograma construído é um detalhamento do passo a passo que deve ser seguido no combate ao trabalho escravo. “Ele delimita todas as etapas de atuação, desde o planejamento, a repressão e principalmente apoio à pessoa, após ser retirada dessa situação para que ela não volte a ser vítima de empregadores mal-intencionados”, ressaltou Borges, que também é auditor da Superintendência Regional do Trabalho (SRT-MT). 

Durante a reunião de lançamento do fluxograma, também foram definidas ações para o dia 28 de janeiro, quando se comemora o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Uma delas prevê a difusão do conhecimento sobre a definição de trabalho escravo a partir dos representantes de sindicatos dos trabalhadores e os agentes de assistência social de cada município do Estado.

O secretário Adjunto de Direitos Humanos, Kennedy Dias, acatou o plano apresentado pelo Coetrae a partir da atuação dos assistentes sociais do interior do estado. “Trazendo esses agentes, vamos conseguir fomentar essas informações nos municípios. Assim, começamos a fazer um trabalho de prevenção e não de ostensão, pois estamos falando em criar uma rede de conscientização” destacou.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana