conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Economia

Gol lança Stopover, serviço que permite parada sem custo em aeroportos paulistas

Publicado

source
aeroporto de congonhas arrow-options
Rovena Rosa/Agência Brasil
Congonhas está na lista de aeroportos da Gol onde o Stopover será possível de ser realizado

A Gol linhas aéreas lançou nesta quarta-feira (21) o serviço de Stopover , que permite ao passageiro de uma conexão passar até duas noites na cidade de São Paulo sem custos adicionais. 

“Esse produto aumentará o leque de serviços e trará ainda mais conveniência e benefícios aos nossos clientes, que também poderão aproveitar as possibilidades de turismo, cultura, lazer, compras e negócios que a cidade tem a oferecer”, afirma Paulo Kakinoff, presidente da Gol.

Azul promete derrubar duopólio Latam-Gol e baratear passagens no Brasil

Gol  é a primeira companhia aérea a oferecer o serviço no Brasil e, por enquanto, apenas para o mercado da capital paulista, incluindo os aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Viracopos. 

Com ele, o passageiro de voos com escala em um desses três aeroportos poderão ficar em São Paulo, como uma parada intermediária de sua viagem, por até duas noites sem custo adicional. 

Isso significa que quem optar pelo Stopover não terá alteração na tarifa da passagem, nem acréscimos no despacho da bagagem ou de taxa de embarque. 

“Na prática, quem sair de Salvador com destino à Porto Alegre, por exemplo, e tiver uma conexão em São Paulo, poderá desembarcar com as suas bagagens e ficar até duas noites no Estado antes de seguir viagem para a capital gaúcha, sem custos”, explica a Gol, via nota.

Leia mais:  Intenção de consumo das famílias cresce 2,7% de janeiro para fevereiro

Embraer registra lucro de R$ 26,1 milhões no segundo trimestre

Segundo a empresa, a partir desta quarta-feira o serviço pode ser agendado em compras realizadas no site da Gol. Até o fim de 2019, o Stopover estará disponível no aplicativo VoeGol e pelo programa de pequenas e médias empresas VoeBiz.

Em 2020, “após consolidação do produto”, diz a Gol, o serviço será estendido para agências de viagem e e parceiros comerciais estratégicos da empresa como Air France e KLM.

Regras

  • Válido para voos domésticos e internacionais operados pela Gol
  • Um aeroporto pode ser envolvido no serviço. Sendo assim, se a conexão era no aeroporto Viracopos, o passageiro deve desembarcar e embarcar novamente em Viracopos.
  • Apenas um stopover é permitido por viagem. O passageiro deve escolher na ida ou na volta.
  • O passageiro deve ficar no mínimo 12 horas e no máximo 48 horas

Artigo: Os jatinhos da discórdia

Anúncio

João Doria Paulo Kakinoff e Vinicius Lummertz arrow-options
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Governador de São Paulo, João Doria, entre o o presidente da GOL, Paulo Kakinoff, e o Secretário de Turismo, Vinicius Lummertz.



O Stopover da Gol foi lançado nesta quarta-feira em uma cerimônia em São Paulo com a presença do governador João Dória, o presidente da GOL, Paulo Kakinoff, e do secretário de Turismo, Vinicius Lummertz.

“Esse é um programa inédito no Brasil. É uma forma de incentivar o turismo , aumentar a geração de receita para a capital e o Estado, colocando o Brasil e São Paulo no contexto internacional”, ressaltou Dória.

Leia mais:  Cartórios de Mato Grosso são obrigados a aceitarem pagamentos no cartão

Segundo o governo do estado, o Stopover faz parte do  programa “São Paulo Pra Todos”, que reduziu a alíquota do ICMS que incide sobre o querosene de aviação em São Paulo (QAV), de 25% para 12%. 


Com a redução do tributo, o governo de João Dória negociou contrapartidas com as empresas para aumentar o fluxo de pousos e decolagens no interior do estado, principalmente em cidades que ainda não eram atendidas por linhas comerciais regulares.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

Na hora do aperto, quais contas escolher para não pagar? Especialista ensina

Publicado

por

source
dívidas arrow-options
Reprodução
Confira dicas sobre quais contas e dívidas devem ser priorizadas na hora do aperto

O endividamento faz parte da vida do brasileiro. Mais de 40% da população adulta tem pelo menos uma dívida que não consegue pagar e a inadimplência vive seu maior índice da história, atingindo 63,2 milhões de pessoas, de acordo com a Serasa Experian.

Leia também: O que fazer com os R$ 500 do FGTS: pagar dívida, deixar parado ou gastar?

Manter as contas em dia, especialmente em período de alto desemprego, não é tarefa simples. As pendências, contudo, podem criar uma “bola de neve” até que se tornem impagáveis e passem a afetar mais diretamente a vida do endividado, com a restrição ao nome , por exemplo.

Para começar a organizar as finanças em um momento de aperto, vale até mesmo saber quais contas e dívidas são mais “atrasáveis” .

Para isso, é importante levar em conta os juros , os serviços que podem ser cortados e ainda estar atento ao confisco de bens em caso de atraso de determinadas contas, além, claro, de buscar a educação financeira para regularizar a situação caso haja restrição ao nome e a partir disso construir uma situação estável dentro de cada realidade.

Fabrizio Gueratto, financista do canal 1Bilhão Educação Financeira, orienta que o primeiro passo para ter uma condição financeira estável é procurar se enxergar, entender o que acontece e quais as razões para o descontrole de gastos, recorrendo até mesmo a questões familiares e culturais que levam ao hábito de gastar mais do que se deve.

Leia mais:  Ministro comemora 23 leilões nos primeiros 100 dias do governo

Sem grana? 6 ideias para ganhar dinheiro de forma rápida e fácil

Segundo ele, o caminho é colocar na ponta do lápis os ganhos, os gastos e as dívidas, construir um espelho financeiro e traçar pontos negativos de uma vida de endividamento, como atritos com a família, por exemplo, e pensar em como seria se livrar das pendências.

Cortar gastos supérfluos e se adequar a própria realidade são pontos de mudança. Para Gueratto, é preciso entender que gastar é prazeroso, sim, mas procurar desculpas para gastar mais do que seu rendimento permite vai trazer consequências. “Uma hora a conta chega”, lembra.

“Gastar dá prazer, mas a partir da educação financeira o brasileiro deve procurar ter prazer em guardar dinheiro”, afirma o financista, que cita três perguntas que cada um deve se fazer na hora de comprar: “Quero? Posso? Preciso?”. Segundo ele, entender a realidade e gastar dentro do possível sempre deve ser a regra, não a exceção.

Afinal, quais dívidas e contas devem ser prioridade?

luz arrow-options
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Contas essenciais, como as de luz, água e gás, devem sempre ser tratadas como prioridade


  1. Contas essenciais;
  2. Dívidas em relação a bens em alienação;
  3. Dívidas com cartões de crédito e cheque especial.

De acordo com Fabrizio Gueratto, além do básico e do que pode comprometer bens , a prioridade deve ser renegociar dívidas com juros altos, sobretudo com cartão de crédito e cheque especial. 

Leia mais:  Intenção de consumo das famílias cresce 2,7% de janeiro para fevereiro

Na hora de não pagar, portanto, opte por aquelas que  não envolvam corte imediato de serviços, não coloquem bens em risco e tenham os juros mais baixos. Tributos costumam ter os juros mais baixos.

Por outro lado, atrasar serviços não essenciais , de entretenimento, por exemplo,  pode ser mais vantajoso do que ficar sem pagar a luz.  

Embora tenham juros mais baixos que outras dívidas, as contas essenciais , tais como as de luz, água e gás, estão sujeitas a interrupção do serviço em curtos períodos de tempo após atraso.

Então, elas  devem ser priorizadas , já que o corte seria feito pouco após o atraso no pagamento e esses serviços são vitais e os bloqueios afetariam direta e rapidamente a vida do endividado.

Dívidas em relação a bens em alienação também devem estar sempre no radar, já que não acertar as contas também afetaria a qualidade de vida do endividado diretamente.

Leia também: Vagas de emprego: veja mais de 840 oportunidades em todo o Brasil

Segundo Gueratto, compras parceladas e a cultura de comprar sempre algo a mais no dia a dia pesa no fim do mês e acaba comprometendo o orçamento de muitos brasileiros a curto, médio e longo prazo.


Para ele, em casos mais extremos, o ideal é fazer um cartão pré-pago, procurar condições melhores e cortar gastos, já que os juros do cartão de crédito são abusivos.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Mega-Sena acumula e previsão de prêmio para quarta-feira é de R$ 44 milhões

Publicado

por

source

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2190 da Mega-Sena, realizado neste sábado (21) em São Paulo.  Foram 94 acertadores da quina, enquanto que 6.835 apostas cravaram a quadra. Os prêmios são de R$ 29.098,66 e R$ 571,09 respectivamente.

Leia também: Bolão vale a pena? Mega-sena acumula e matemático dá dicas para ter mais chances

Mega-Sena arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil – 20.11.2015
Sorteios da Mega-Sena são feitos pelo menos duas vezes na semana, geralmente às quartas-feiras e aos sábados

As dezenas sorteadas na Mega-Sena foram 05, 09, 20, 25, 35 e 53.


Na última quarta-feira (18), um bolão com 49 funcionários e assessores do PT foi o vencedor do prêmio que estava acumulado em R$ 120 milhões . Foi o terceiro maior prêmio pago pela Mega-Sena no ano.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Leia mais:  Bitcoin e outras criptomoedas desvalorizam; confira cotações em tempo real
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana