conecte-se conosco


Mato Grosso

Ginásio Aecim Tocantins recebe Super Copa Brasil de Tênis de Mesa

Publicado

De 26 a 29 de setembro, o Ginásio Poliesportivo Aecim Tocantins sedia a quarta etapa da Super Copa Brasil de Tênis de Mesa. O evento reúne representantes de 15 Estados brasileiros, que competem nas categorias individual, duplas e paralímpica. Com 331 inscrições de alto nível técnico, o torneio conta com a participação de atletas que representaram o Brasil nos Jogos Parapan-Americanos Lima 2019 e de vários atletas da base da Seleção Brasileira.  

Em Cuiabá, os participantes disputam a Super Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste, que faz parte do calendário oficial da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) e vale um bom peso na pontuação do ranking nacional. Para a categoria de duplas mistas, a competição é ainda válida para a prestação de contas do Bolsa Atleta Federal.

Dentre alguns destaques da competição estão as mesatenistas Joyce Oliveira e Julia Hatakeyama. Joyce é campeã nos Jogos Parapan-americanos de Lima e está classificada para os Jogos Paralímpicos de Tóquio de 2020. Já Julia, atleta da AABB/Cuiabá, foi convocada para o torneio internacional Hopes, que acontece este ano na Costa Rica.

Além de Julia Hatakeyama, Mato Grosso tem mais 26 representantes olímpicos e paralímpicos na Super Copa Brasil que acontece em Cuiabá. Também estão inscritos mesatenistas de Minas Gerais, Amazonas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Pará, Ceará, Alagoas, Rondônia e Goiás.

O evento tem entrada gratuita e começa sempre às 9h.

Para o coordenador de eventos da CBTM, Edir Oliveira, a expectativa é que tenha um bom público nos quatro dias de competição. 

“É uma oportunidade de conhecer a modalidade e assistir as disputas do melhores atletas olímpicos e paraolímpicos do país”, convida Oliveira. “Agradecemos a Prefeitura de Cuiabá e ao Governo de Mato Grosso que com a Federação Mato-grossense de Tênis de Mesa não mediram esforços para trazer a competição que possibilita muitos benefícios esportivos e econômicos ao Estado”, finaliza.

Programação na Arena Pantanal

A Arena Pantanal continua em condições de receber jogos do futebol profissional e no domingo (29.09), às 18h, será palco do duelo entre Dom Bosco e Sinop, pela Copa FMF 2019.  Na noite de quarta-feira (25.09), Cuiabá e Mixto empataram sem gols no estádio cuiabano.

Realizada pela Federação Mato-grossense de Futebol, a primeira fase da competição estadual termina neste domingo. O campeão será um dos representantes de Mato Grosso na Copa do Brasil de 2020. Líder do torneio com 14 pontos, o Luverdense está garantido na semifinal. União, Mixto, Cuiabá e Dom Bosco disputam as outras três vagas.

Foto do estádio tirada nesta semana  –  Por: Ahmad Jarrah/Secel

Após o jogo de domingo, a Arena Pantanal começa a receber os equipamentos necessários para a troca do gramado da pequena região afetada que gerou a suspensão do jogo entre Cuiabá x Coritiba pela série B do Brasileirão. Para realizar a substituição da grama, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) contratou a empresa indicada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e até o dia 04 de outubro o serviço será concluído.

Comentários Facebook

Governo

Governo de MT adota ‘kit Covid’ e distribuição nos municípios deverá ser com prescrição médica

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) adiantou nesta sexta-feira (3), que as prefeituras devem começar a receber nas próximas semanas, os medicamentos para tratamento do novo coronavírus nas unidades básicas de Saúde.

Mato Grosso distribuirá kit Covid aos municípios nesta semana.

Segundo ele, o Governo do Estado pretende lançar uma campanha para incentivar que os mato-grossenses iniciem o tratamento já nos primeiros sintomas da doença.
“Estamos comprando esses medicamentos para ajudar os prefeitos a distribuírem medicamentos para as pessoas que forem diagnosticadas e o médico recomendar. Assim, elas vão poder sair do posto de saúde com o Kit Covid e tomar. Tenho certeza que isso vai salvar a vida de muita gente”, disse o governador em entrevista à TV Centro América.
Em algumas cidades de Mato Grosso, como Cáceres, Barra do Garças e Sapezal, a mesma estratégia já é utilizada para combater a pandemia. Cuiabá anunciou na última semana que também adotará a estratégia. Entre os remédios do Kit Covid está a hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina. A prescrição, segundo o governador, caberá ao médico.
O gestor explicou que conversou com vários especialistas enquanto se recuperava da Covid-19 no mês passado. De acordo com Mendes, os médicos recomendaram o uso de alguns medicamentos logo nos primeiros estágios do contágio.
“Quando peguei Covid, eu conversei com alguns médicos e eles falaram para não esperar ter sintomas para tomar o remédio. Esta linha de tratamento de tomar o medicamento no começo está ganhando muita força. Os locais que fizeram isso tiveram uma queda drástica no nível de mortalidade”, complementou.
No fim, o chefe do Executivo avaliou que a medida deve colaborar para que os casos não se agravem e assim os pacientes não necessitem de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Quando começou a pandemia a orientação era para ficar em casa mesmo com os sintomas. Isso está errado. Se tiver sintomas tem que procurar o médico o mais rápido possível, ele vai receitar os medicamentos que a maioria das pessoas já sabem o nome”, concluiu.
Fonte:FolhaMax

Comentários Facebook
Continue lendo

Campo Novo do Parecis

AGRONEGÓCIO: Campo Novo do Parecis integra ranking de municípios campeões em receita agrícola de MT

Publicado

Sete municípios mato-grossenses, Campo Novo do Parecis, Juruena, Matupá, Nova Mutum, São José do Povo e Tapurah – com uma população total de 174.978 habitantes, comemoraram aniversário neste sábado, 04 de julho.

Campo Novo do Parecis ainda se destaca por ocupar o primeiro lugar do ranking nacional da produção de girassol, com 45,36 mil toneladas.

O governo investe somente nesses municípios R$ 65 milhões em obras de infraestrutura e já repassou pelo menos R$ 110 milhões para saúde, assistência social, transporte escolar, e recursos provenientes de ICMS, Fethab e IPVA desde 2019.

Localizados em diferentes regiões do Estado, quase todos se destacam pela produção agropecuária e pelo peso do setor de serviço na composição do PIB (Produto Interno Bruto), num total de R$ 9,756 bilhões em 2017, segundo o IBGE. Com exceção de São José do Povo, fundado em 1989, os demais completam 32 anos.

Campo Verde, Campo Novo do Parecis, Nova Mutum e Tapurah, com uma produção total de 849,27 mil toneladas de algodão em 2017, avaliadas em R$ 2,214 bilhões, estão entre os maiores produtores do Estado e do país. Campo Verde e Campo Novo ocupam, respectivamente, a segunda e terceira posições no Estado e terceiro e quarto lugar no ranking nacional.

Com o milho, a situação se repete. São 3,87 milhões de toneladas, avaliadas em R$ 1,4 bilhão, colhidas em cinco dos sete municípios aniversariantes. Nova Mutum, com 1,39 milhão de toneladas, ocupa as segundas posições mato-grossense e brasileira, enquanto Campo Novo do Parecis, com 1,34 milhão de toneladas fica uma posição abaixo.

O quadro é o mesmo, quando se trata de soja. Foram 5,86 milhões de toneladas, em 2017, avaliadas em R$ 4,013 bilhões. Novamente, Nova Mutum e Campo Novo do Parecis se destacam. Ocupam, respectivamente, a segunda e terceira posição no ranking dos maiores produtores estaduais e quarto e quinto no ranking nacional.

Campo Verde, Nova Mutum e Tapurah estão entre os primeiros do Estado na criação de galináceos, com um rebanho total de 21,27 milhões de cabeças e produção de 44,49 milhões de dúzias de ovos, por um plantel de 2,45 milhões de galinhas.

Com relação ao rebanho suíno, Tapurah, primeiro no ranking estadual e quinto no nacional, e Nova Mutum (quarto no ranking estadual) respondem pela criação de 715,29 mil cabeças, das quais 84,23 mil matrizes.

Campo Novo do Parecis ainda se destaca por ocupar o primeiro lugar do ranking nacional da produção de girassol, com 45,36 mil toneladas, avaliadas em 52,9 milhões, e pela quarta posição estadual na produção de cana-de-açúcar, com 2,88 milhões de toneladas, avaliadas em R$ 195,39 milhões.

Por meio de obras, de infraestrutura especialmente, e repasses de recursos financeiros, o Governo de Estado cumpre seu papel de parceiro dos municípios.

Neste ano de 2020 (até maio) repassou, aos sete municípios aniversariantes deste dia 04 de julho, R$ 92,526 milhões em ICMS, IPVA e Fethab. Além de R$ 17,341 milhões sem Assistência Social, Transporte Escolar e Saúde entre 2019 e 2020.

Executadas diretamente pela Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística) ou em parceria com as prefeituras, o Governo Estado está investindo mais de R$ 65 milhões em pavimentação, manutenção de rodovias e pontes. São mais de 330 km de rodovias e 30 pontes em obras.

 

Fonte:Secom

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana