conecte-se conosco


Mato Grosso

Gerente da Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça é indicada para premiação

Publicado

Mato Grosso pode alcançar destaque nacional na área da cultura. Nesta semana, a gerente da Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça, Elienes Maria Moreira, entrou na lista de indicações para a edição 2019 da Medalha Rubens Borba de Moraes, um dos mais prestigiados prêmios do setor bibliotecário.

O reconhecimento partiu do Conselho Regional de Bibliotecas da 1° Região, por entender a contribuição da gerente com o desenvolvimento da biblioteconomia social no Estado, que fortalece a relação com a comunidade, a inclusão social e a aproximação junto ao público.  

“Hoje pensamos a biblioteca como um lugar para além da leitura e da pesquisa, simplesmente. É um lugar de socializar, com ações que objetivam cativar a sociedade, e o desafio é fazer desse espaço um lugar de convivência e desenvolvimento. Mas é claro que nada disso seria possível sem o envolvimento de toda a equipe. Aqui trabalhamos sempre em conjunto”, comemora Elienes.

A Medalha Rubens Borba de Moraes é indicada aos melhores bibliotecários em exercício do Brasil. São levados em consideração o desempenho de suas funções, ações desenvolvidas, administração e resultados alcançados.

Se Elienes receber a premiação, esta será a segunda vez que uma bibliotecária, ligada à Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso, é condecorada. Em 2015, Ana Eloisa Pereira, profissional do Sistema Estadual de Bibliotecas, levou a medalha para casa, por ações voltadas ao desenvolvimento e automação das bibliotecas em Mato Grosso.

Leia mais:  Homem usava ponto comercial de fachada para comercialização de drogas

A solenidade que premiará os melhores bibliotecários de Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, conhecida como 1° Região, ocorrerá no Palácio da Instrução, dia 18 de março, às 19h, com entrada franca. É importante salientar que a premiação ocorrerá no mês do bibliotecário e também, no mês de comemoração do aniversário da Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça, que faz aniversário dia 26 de março.  

Além de Elienes Maria Moreira, em Mato Grosso também foram indicadas as bibliotecárias Dinalva Gomes de Paiva e Cristina Lúcia de Alencar Araújo. Dinalva foi a primeira bibliotecária do Estado na década de 1970, na UFMT, fundadora da Associação de Mato-grossense de Bibliotecários. Cristina Lúcia foi responsável pelo projeto de implantação e do fortalecimento da Rede das Bibliotecas Municipais de ensino de Cuiabá, no escopo da Lei 12.244/10.

Os bibliotecários poderão votar no hotsite oficial da medalha (https://crb1medalha.wordpress.com/). Para votar é preciso ter registro no CRB-1, independente de estar ativo, transferido, licenciado ou aposentado. Todos os bibliotecários da região podem manifestar seu reconhecimento pela trajetória dos indicados de seu Estado. Para ler mais sobre os profissionais que concorrem à homenagem consulte as páginas das indicações por Estado (DFGOMTMS).

Serviço


A Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça está situada no Palácio da Instrução, na Rua Antônio Maria Coellho, 151, Centro de Cuiabá. O funcionamento ao público é das 12h às 18h. Telefone (65) 3613-9230.

Leia mais:  Mato Grosso tem até 31 de dezembro para implantar Placa Mercosul

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Alunos demonstram potencial em Olímpiada Nacional de Ciências

Publicado

por

A Escola Estadual 12 de Abril, localizada no município de Tabaporã (a 643 quilômetros ao médio-norte de Cuiabá), realizou a 1ª etapa da Olímpiada Nacional de Ciências (ONC) para 36 alunos do ensino médio. Os estudantes responderam a 15 questões objetivas de física, química, biologia e astronomia. A prova ocorreu na sexta-feira (16.08), nas dependências da escola.

A estudante Hilary Maria relata que teve uma experiência positiva nessa primeira fase da ONC e agora está na expectativa de realizar a segunda etapa. “Foi uma experiência incrível porque proporcionou várias oportunidades. Se eu for para a próxima etapa, que é a estadual, ficaria muito feliz”, frisa.

Para a aluna Maria Luiza, passar da segunda para a terceira fase nacional será uma grande conquista, pois os vencedores ganharão, não só medalhas ou bolsa de estudo, mas grande visibilidade. “É uma oportunidade de crescermos no conhecimento em ciências”, ressalta.

Segundo a professora de física Ângela Gargioni, responsável pela organização da ONC na escola, os alunos classificados para a segunda fase deverão ser avaliados com questões subjetivas e experiências dos estudantes.  O resultado dos aprovados para a segunda fase será divulgado no dia 30 de agosto, mas a expectativa é que todos participem.

“Na segunda etapa, os alunos apresentam um trabalho prático, poderão demonstrar o potencial que identificamos dentro da ONC e que tenham perfil na área de ciências. Foi uma surpresa positiva nessa primeira participação dos nossos alunos porque estudamos de forma intensiva. Como professora de física, me sinto lisonjeada pelo empenho de nossos alunos”, comemora.

Leia mais:  Escola reúne comunidade para debater exploração sexual de crianças e adolescentes

ONC

A ONC é uma promoção do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e constitui um programa das Sociedade Brasileira de Física (SBF), Associação Brasileira de Química (ABQ) e Instituto Butantã, responsáveis por sua execução.

O foco da ONC é despertar e estimular o interesse pelo estudo das ciências naturais, física, química, biologia e astronomia. A competição é dividida em três etapas.

O estabelecimento de ensino que participar da 1ª fase terá automaticamente inscritos para a 2ª fase todos os estudantes que atingirem o número mínimo de acertos estipulado pela Comissão da ONC.

As provas da 2ª fase serão aplicadas em um sábado, nas subcoordenações estaduais definidas por cada comissão estadual, na data determinada no calendário da ONC, aprovado e publicado na página de divulgação digital da ONC de cada ano. A premiação dos alunos compreenderá dois níveis: estadual e nacional. A ONC concederá até 5.000 medalhas divididas em três categorias: ouro, prata, bronze.


Além disso, todos os que receberem medalhas e menção honrosa receberão seus certificados impressos. O número de medalhas em cada categoria dependerá do desempenho dos estudantes em cada série/ano.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Pessoa com deficiência e bullying foram temas de palestras para comunidade escolar

Publicado

por

A Escola Estadual Alfredo Treuherz, localizada na região de Nova Fronteira, em Tabaporã (643 quilômetros a Médio-Norte da Capital), foi palco de uma palestra sobre a Inclusão da Pessoa com Deficiência e Bullying. O encontro possibilitou a interação dos participantes que tiraram as dúvidas sobre o assunto. A palestra ocorreu na última sexta-feira (16.08) e teve participação dos alunos da escola e da comunidade escolar.

Segundo a diretora Claudia Reffatti Grassi, o tema foi escolhido pois a escola atende a alunos com algum tipo de deficiência. Com a ajuda da mãe de uma aluna especial, conseguiram levar Tais Augusta de Paula, da Casa Civil de Mato Grosso, e Luiz Carlos Grassi, do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência (Conede) para falar sobre o assunto.

“A palestra foi muito importante, tendo em vista que enfrentamos desafios no dia a dia escolar e precisamos estar capacitados para atender aos alunos da melhor maneira possível. A comunidade escolar, que participou em peso, gostou muito da maneira como foi abordado o tema em questão”, ressalta.


A EE Alfredo Treuherz atende 207 alunos matriculados nos ensinos fundamental e médio.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Homem usava ponto comercial de fachada para comercialização de drogas
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana