conecte-se conosco


Tecnologia

Filme sobre a evolução do PlayStation ganha trailer; assista

Publicado


source

Olhar Digital

PlayStation
Unsplash/Denise Jans

Documentário mostra a evolução do PlayStation


Enquanto o PlayStation 5  não é lançado, um documentário independente sobre a história da linha de consoles da Sony  parece algo bem interessante. Chamado de ‘From Bedroom to Billions: The PlayStation Revolution’, o filme teve o primeiro trailer divulgado nesta quarta-feira (29).


Com lançamento previsto para 7 de setembro em plataformas digitais, Blu-Ray e DVD, o documentário conta com entrevistas feitas com personalidades que participaram de alguma forma da evolução da marca. Dentre as personalidades estão Jim Ryan, atual chefe da divisão PlayStation , Hideo Kojima, criador de ‘Metal Gear Solid’, Shinji Mikami, uma das mentes por trás de ‘Resident Evil’ e Mark Cerny, um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do PS5 .


Criado a partir de um financiamento coletivo no Kickstarter, a produção é dirigida por Antony e Nicola Caulfield, que anteriormente dirigiram documentários sobre a indústria dos videogames no Reino Unido.

O PlayStation original foi lançado no Japão em dezembro de 1994. No entanto, só foi levado para os Estados Unidos e para a Europa cerca de um ano depois, em setembro de 1995.

Produção do novo console

Às vésperas do lançamento do PlayStation 5 , a Sony  está ordenando um aumento de 50% na produção do novo console. Inicialmente, a empresa pretendia produzir 6 milhões de unidades para suprir o mercado até o fim do ano, mas agora irá produzir 9 milhões de unidades. As informações são do jornal japonês Nikkei, citando “fontes com conhecimento do assunto”.

O The Verge lembra que o PlayStation 4 foi lançado em 15 de novembro de 2013, e até o fim daquele ano vendeu 4,2 milhões de unidades. A marca de 10 milhões de unidades só foi atingida em agosto de 2014, nove meses após o lançamento.

Atualmente, o PlayStation 4 é o segundo  console mais vendido na história, com 110,4 milhões de unidades comercializadas até março deste ano. À sua frente está o PlayStation 2, com 155 milhões de unidades. A lista não inclui consoles portáteis – neste caso, o PS4 cairia para a quarta posição, sendo superado pelo Nintendo DS e Game Boy.

O otimismo da Sony está, de certa forma, ligado à pandemia de Covid-19 . “Durante a pandemia, a indústria de jogos viu um número recorde de adesões de jogadores a serviços online, já que mais consumidores estão levando em consideração os jogos como forma de entretenimento doméstico”. Disse Karn Chauhan, analista sênior da empresa de análise de mercado Counterpoint, ao Nikkei Asian Review.

Comentários Facebook

Tecnologia

E-mails de Zuckerberg revelam segredos sobre compra do Instagram em 2012

Publicado

por


source

Olhar Digital

Facebook Instagram
Divulgação

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook


Em 2012, o Facebook concretizou uma das aquisições mais importantes de sua história, comprando o Instagram por US$ 1 bilhão, em um investimento que, em retrospectiva, se provou extremamente barato. No entanto, agora, oito anos no futuro, surgiram e-mails que indicam que Mark Zuckerberg , mais do que agregar valor à sua empresa, queria realmente eliminar um potencial competidor do mercado.


Os e-mails, publicados no site The Verge, mostram uma conversa importante com David Ebersman, diretor financeiro do Facebook na época, quando Zuckerberg se questionava sobre a aquisição de aplicativos potencialmente concorrentes, como Instagram e o Path e quanto a empresa poderia pagar por um app emergente do tipo, com alguns milhões de usuários e rápido crescimento, mas poucos funcionários e sem nenhuma receita. Ele afirmava que “os negócios são nascentes”, mas “podem se tornar disruptivos para nós”.

Ebersman se mostrou receoso sobre o negócio, apontando que esses investimentos muitas vezes não se pagam, e ofereceu três potenciais motivos para realizar uma aquisição: neutralizar um competidor, o que seria desaconselhável porque outro apareceria no lugar; adquirir talento para sua empresa, o que parecia muito caro; ou integrar seus produtos, o que parecia, para ele, uma razão mais atraente se houvesse uma visão clara de como os serviços poderiam se complementar.

Zuckerberg respondeu com clareza à pergunta afirmando que o interesse se dava pelas razões 1 e 3, o que deixa claro um plano de neutralizar um potencial competidor. Ele afirma que, em produtos sociais, existe um “efeito de rede” e um “número limitado de mecânicas para inventar”, que fazem com que, uma vez que um serviço se estabelece com um grande volume de usuários, se torna difícil destroná-lo sem apresentar algo muito novo e diferente. Portanto, Zuckerberg defende que eles estavam, na verdade, comprando tempo, permitindo a integração do app ao Facebook antes de um novo competidor surgir em seu lugar.

Posteriormente, Zuckerberg enviou outro e-mail para tentar clarificar que “não queria dar a entender que queria comprar o Instagram para impedi-los de competir” e amenizar o tom da conversa.

Os e-mails foram resgatados nesta quarta-feira (29), quando Zuckerberg  precisou depor no congresso dos Estados Unidos junto de outros CEOs de tecnologia por acusações de práticas anticompetitivas. Jerry Nadler, representante de Nova York do partido democrata, questionou diretamente o executivo sobre a compra do Instagram , entendida justamente como uma ação monopolista reforçada pelas mensagens. A explicação do executivo não ajudou no caso, dando a entender que o próprio Zuckerberg percebeu que a aquisição poderia ser entendida como anticompetitiva.

Em depoimento, o fundador do Facebook se defendeu apontando que a aquisição foi uma aposta, porque havia outros apps similares na época que não se tornaram a potência que o Instagram se tornou. Na visão de Zuckerberg, a aquisição também foi importante para permitir o crescimento do aplicativo com questões de infraestrutura, segurança e divulgação.

Outros e-mails mostram como Zuckerberg sabia que a compra dessas startups promissoras e potencialmente disruptivas era importante para o Facebook. Em uma outra troca de e-mails de 2012, um engenheiro apontou como a empresa não deveria se preocupar com o Google+ , descrito como um “clone de m****”, enquanto Instagram e Pinterest criavam novos mercados.

Depois da compra do Instagram, Zuckerberg respondeu a este funcionário reforçando sua opinião. “Eu lembro do seu post sobre como o Instagram era nossa ameaça e não o Google+. Você estava basicamente certo. Uma coisa sobre startups é que você frequentemente pode comprá-las”, disse Zuckerberg.

Em e-mail a outro funcionário que deu os parabéns ao executivo pela aquisição, Zuckerberg reforçou essa posição. “Uma razão subestimada pelas pessoas e importante de observar o Google é que nós provavelmente sempre podemos comprar qualquer startup competitiva, mas vai levar um tempo antes que possamos comprar o Google”, disse o criador do Facebook .

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Xiaomi lança Redmi 9, Mi TV Stick e mais cinco dispositivos no Brasil; confira

Publicado

por


source
Xiaomi
Divulgação

Xiaomi fez sete lançamentos nessa quarta-feira

Nesta quarta-feira (29), a Xiaomi anunciou a chegada de novos dispositivos ao Brasil. Um dos grandes destaques é o lançamento do smartphone Redmi 9 , além da Mi Smart Band 5 , a quinta geração da pulseira inteligente que é bastante popular por aqui. No total, foram anunciados sete produtos, descritos abaixo. 


Redmi 9 – R$ 1.899,00

Contando com uma configuração intermediária, este aparelho da linha Redmi traz uma tela FullHD de 6,3 polegadas com um notch em gota. Já para fotos e vídeos, este celular vem com 4 câmeras traseiras, que contam com a IA para terem as suas imagens melhoradas. O seu sensor principal é de 13 megapixels e permite que fotos sejam capturadas com a resolução máxima de 4128 x 3096 pixels, além de gravar vídeos em Full HD. Por fim, a sua câmera para selfies é de 8 MP.

Mi Smart Band 5 – R$ 499,00

Xiaomi
Divulgação

Mi Smart Band 5


A pulseira inteligente da Xiaomi é uma das opções preferidas dos brasileiros que querem manter a boa forma e monitorar sua saúde com eficiência. Já este novo modelo vem com uma tela Super AMOLED um pouco maior e com a capacidade de mostrar mais cores. Outro destaque do produto fica para a sua autonomia, pois a sua bateria pode apresentar uma duração de até 14 dias interruptos de utilização.

Mi Smart Band 4C – R$ 299

A novidade, que não tem relação com a Mi Band 4 , tem uma tela colorida de 1,14 polegadas. A pulseira tem monitor de frequência cardíaca e qualidade de sono. A promessa é de que a bateria dura 14 dias longe das tomadas.

Mi TV Stick – R$ 499,00

As smart TVs fazem bastante sucesso por conta de trazer as funções de diversos aplicativos famosos como a Netflix para a sua tela, mas não é todo mundo que está disposto a investir em um produto destes. Já o Mi Stick TV acaba sendo uma solução para que televisores convencionais com uma porta HDMI possam rodar o Android TV .

Além disso, esse dongle da Xiaomi também é capaz de melhorar o áudio dos conteúdos reproduzidos nele graças às tecnologias DTS Surround e Dolby Audio. Não apenas isso, o Mi Stick TV também possui um ” chromecast integrado”, que permite a você interagir com ele usando o seu celular para, por exemplo, espelhar um vídeo sendo reproduzido localmente nele em sua televisão.

Mi True Wireless Earphones 2 Basic – R$ 399,00

Os fones de ouvido true wireless, aqueles que não contam com nenhum fio em seu corpo, estão cada vez mais populares devido ao conforto que oferecem. Já este modelo da Xiaomi tem como destaque a capacidade de oferecer uma autonomia para reproduzir músicas de forma contínua por até 5 horas.

Não apenas isso, para melhorar a qualidade das chamadas, o fone também traz microfones duplos e conta com o suporte para conexões  Bluetooth 5.0 .

Mi Router 4A Gigabit – R$ 399,99

Pela primeira vez, a Xiaomi está lançando um de seus roteadores por aqui, que como o seu nome já denuncia, é Gigabit e pode oferecer conexões rápidas. O dispositivo conta com memória RAM de 128 MB e 16 MB de ROM.

Mi Smart Sensor Set 2 – R$ 999,99

Já pensando em pegar um mercado que está crescendo bastante, a Xiaomi este kit de automação para dispositivos inteligentes , que conta com dois sensores de presença, dois sensores de abertura e um interruptor inteligente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana