conecte-se conosco


Tangará da Serra

Fatalidade: trabalhador morre durante poda de árvore em zona rural de Tangará

Publicado

Um homem de 24 anos, morreu após galhos de uma árvore caírem sobre o corpo dele, na tarde desta sexta-feira (07), na Gleba Triângulo, zona rural de Tangará da Serra.

Segundo informações, Evair Souza, estava fazendo o corte de árvore quando foi atingido por galhos, o incidente deixou a vítima em estado grave, por ter sofrido vários ferimentos, ele chegou a ser socorrido e levado por terceiros à UPA,  mas não resistiu.

Evair Souza, deixa mulher e um filho pequeno. O incidente gerou bastante comoção em rede social de amigos e familiares se despedindo e homenageando Evair.

NOTA:

O corpo de Evair Souza, está sendo velado na capela mortuária da cidade. Já o enterro está programado para às 14h00 no Cemitério Jardim da Paz, em Tangará da Serra.

Comentários Facebook
Leia mais:  SOLIDARIEDADE NATALINA: Adventistas entregam cestas a famílias carentes
publicidade

Economia

Sine abre mais de 1.200 vagas de emprego nesta semana

Publicado

O painel de vagas do Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT) está com 1.201 vagas de emprego abertas nessa semana. As oportunidades estão distribuídas em 27 municípios de Mato Grosso. Os interessados devem procurar a unidade mais próxima de sua residência em Cuiabá e no interior do Estado.

Para os interessados que moram em Cuiabá são 36 vagas disponíveis. O público geral conta com 27 oportunidades de emprego nas áreas de técnicos de alimentos, técnico em segurança do trabalho, atendente de lanchonete, entre outros. Já para o público PCD, são nove oportunidades nas áreas de atendente balconista, atendente de balcão, auxiliar de limpeza e camareira de hotel.

Em Tangará da Serra, são 32 oportunidades disponíveis; 01 eletricista automotivo, 01 serigrafista, 01 supervisor de garantia da qualidade (veterinária ou zootecnia), 04 técnico de enfermagem,
02 costureira de lingerie, 01 vendedor externo, 01 analista de recursos humanos, 01 instalador técnico de internet, 01 montador de móveis, 01 crediário, 02 técnico eletrônico, 05 técnico de enfermagem, 01 mecânico de caminhões, 01 técnico agrícola, 01 vaga para pessoa com deficiência, 01 auxiliar de cozinha, 01 recepcionista noturno, 03 mecânico de motos, 03 auxiliar de mecânico de motos. As vagas estão sujeitas a alteração. Para se cadastrar, o candidato precisa levar ao SINE,  Carteira de Trabalho, RG e CPF.

No município de Lucas do Rio Verde, localizado ao norte do Estado, são oferecidas 194 vagas de trabalho. 50 vagas são para apanhador- na cultura, 35 são para operador de processo de produção, 17 ajudante de cozinha e as demais em diversas áreas.

Leia mais:  PM segue com operação ‘Fronteira Fechada II’ na região de Tangará da Serra

Em Diamantino são 150 oportunidades ofertadas. Somente na área de auxiliar de linha de produção são 101 vagas, 32 em operador de máquinas agrícolas, oito, em oficial de serviços gerais de manutenção de edificações, operador de pá carregadeira, entre outros.

Nessa semana, no município de Sapezal as vagas  de trabalho se concentram no setor agrícola. São 62 vagas para operador de máquinas agrícola, 20 operador de máquinas fixas, em geral, 15 auxiliar de linha de produção.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidade

ECOPONTO: Jardim Tarumã recebe local para descarte gratuito de entulhos

Publicado

A partir desta quarta-feira (22) o município disponibilizará um espaço para descarte de entulhos, móveis inutilizáveis e material resultante de podas de árvores. Trata-se do Ecoponto localizado no Jardim Tarumã, na ligação da Avenida Zelino Lorenzetti com o Residencial Bela Vista.

Concebido segundo premissas técnicas, o espaço foi inaugurado nesta segunda-feira (20) e é o primeiro dos quatro que sertão implantados na área urbana da cidade. O próximo a ser liberado para uso será no Jardim Acapulco, ainda este ano. Nestes locais, populares, carroceiros e empresas poderão efetuar gratuitamente o descarte desse tipo de lixo de forma regular.

Espaço estará disponível a partir desta quarta-feira, dia 22. Outros três serão implantados pelo município.

O ecoponto do Tarumã foi uma obra administrada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e estará sob gestão do Serviço Autônomo de Água e Esgoto do município (Samae). A secretaria de Infraestrutura (Sinfra) está inserida na parceria, recolhendo periodicamente o volume depositado no local e fazendo o transporte até o aterro sanitário.

Segundo o Samae, o município convive com sérios problemas em relação a entulhos e os mais diversos resíduos sólidos jogado às margens de estradas, em terrenos baldios e outros locais inadequados. Diante disso, a prefeitura optou pela implantação de ecopontos, um em cada região geodésica da cidade. O ecoponto do Tarumã e os outros três que serão implantados se somarão ao já existente junto à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Leia mais:  Prefeito recebe alta após cirurgia na coluna

O problema

Terrenos baldios, áreas de reserva, beiras de estradas e até mesmo rotatórias. Tudo é visto como local de poluição e desova de lixo e entulhos por pessoas sem a devida consciência de bem coletivo.

Em Tangará da Serra, os depósitos clandestinos de lixo proliferam no perímetro urbano. Qualquer terreno baldio é convidativo para que ali sejam lançados galhos, sacos de lixo, carcaças de geladeiras e máquinas de lavar, móveis inservíveis, latas de tinta, garrafas pet e todo tipo de material.

Em Tangará da Serra, um dos pontos da cidade que vem servindo de depósito clandestino é o anel viário.

O poder público local considera que a prática de descarte irregular de entulhos representa riscos de doenças e danos à paisagem urbana. Um dos maiores temores é que os lixões clandestinos criam condições favoráveis à proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue e das suas variações, como o zika vírus e a febre chikungunya. Animais peçonhentos e roedores também são atraídos a estes depósitos irregulares.

Em Tangará da Serra, um dos pontos da cidade que vem servindo de depósito clandestino é o anel viário. Há vários pontos de desova às margens da via, em especial nas imediações do entroncamento com a estrada que passa ao lado do Parque de Exposições e fundos da Guaxe Construtora, e também nas proximidades do entroncamento com Estrada Cinco.

Leia mais:  Atacadão forçará queda de preços no comércio varejista

Lei

O município possui legislação que qualifica a infração de descartar lixo e entulhos em locais inadequados. O artigo 59 da Lei Complementar 149/2010 – Código Ambiental do Município -, prevê que “a prática de se jogar lixo, entulhos e outros materiais líquidos e/ou sólidos nos espaços territoriais especialmente protegidos constitui infração e está sujeita (…)” a multas e outras sanções, conforme a gravidade da infração.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana