conecte-se conosco


Tangará da Serra

Ex-prefeito Saturnino Masson está internado com coronavírus

Publicado

O ex-prefeito de Tangará da Serra, Saturnino Masson, está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Santa Ângela, depois de testar positivo para a Covid-19.

“Com a preocupação, embora, confiante em Deus, informo que meu pai Saturnino Masson, testou positivo para Covid-19. A confirmação veio através da equipe médica que após a realização de exames constatou a doença. Por pertencer ao grupo de risco, o caso inspira cuidados e ele segue internado na UTI”, comunicou o filho, Vander Masson, em suas redes sociais.
Diante do quadro delicado, Vander Masson, que é candidato a prefeito de Tangará da Serra, comunicou ainda que não participará do Debate Eleitoral promovido pela OAB na noite desta quinta-feira. “Lamento por minha ausência no debate da OAB, mas nestas condições preciso me dedicar inteiramente ao meu pai e aos meus familiares”, informou.
Saturnino, de acordo com a assessoria, ainda fará hemodiálise nesta quinta-feira e depois a família vai decidir se levará o mesmo para São Paulo. “Peço oração de vocês, meus amigos. Deus nos ajude a superar mais esse desafio”.

Saturnino Masson foi prefeito de Tangará da Serra por duas vezes, vice-prefeito e deputado estadual.

Fonte: Diário da Serra

Comentários Facebook

Justiça

Por unanimidade, TJ mantém suspensão da Zona Azul em Tangará da Serra

Publicado

A 1ª Câmara de Direito Público e Coletivo do Tribunal de Justiça (TJMT) negou um recurso do prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira (MDB), e manteve a suspensão da implantação do sistema de estacionamento rotativo pago (“Zona Azul”) no município. Junqueira, que está em seu segundo mandato na cidade, tenta implantar o sistema desde 2016.

Os magistrados seguiram por unanimidade o voto do relator do recurso, Gilberto Lopes Bussiki, juiz convocado para atuar na 2ª instância do Poder Judiciário Estadual. De acordo com informações do processo, Fábio Martins Junqueiro alegou no recurso que a decisão pela suspensão do sistema, tomada ainda na 1ª instância do Poder Judiciário Estadual, representou “uma usurpação de legitimidade e de competência do Supremo Tribunal Federal, ilegitimidade ativa e passiva, incompetência do juízo singular, ausência de pressuposto de validade da decisão objurgada, existência de normas legais em Tangará da Serra e ausência de perigo de dano na decisão que suspendeu a implantação da ‘Zona Azul’”.

Em seu voto, Gilberto Lopes Bussiki esclareceu que a decisão que suspendeu a implantação da “Zona Azul” foi fundamentada e se baseou numa lei da Câmara de Vereadores de Tangará da Serra que teria extrapolado o princípio da separação de poderes. A lei de implantação do sistema rotativo de estacionamento, estaria, em tese, possibilitando à administração da iniciativa privada bens de uso público.

“Denota-se que a lei municipal que fundamenta a implantação do estacionamento rotativo, de iniciativa da Câmara de Vereadores, contém indícios de inconstitucionalidade uma vez que, em tese, viola o princípio da separação de poderes, ao dispor sobre bens de uso público, possibilitando a administração deste por particular, bem como a sua exploração, em atividade tipicamente administrativa”, explicou o juiz Gilberto Lopes Bussiki.

Além disso, conforme explicou o relator, o prefeito de Tangará da Serra é alvo da denúncia do Ministério Público Estadual (MPMT), que além de pedir a suspensão da implantação da “Zona Azul”, também aponta supostos atos de improbidade administrativa de Fábio Martins Junqueira.

Fonte: Folhamax

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Homem é preso por traficar drogas na Praça da Bíblia

Publicado

Um homem foi preso na noite da última terça-feira, 13, por praticar tráfico de drogas no centro de Tangará da Serra. De acordo com a Polícia Militar, a guarnição recebeu informações de que o elemento em atitude suspeita estaria comercializando entorpecentes na Praça da Bíblia. Ao se dirigirem até o local, os policiais abordaram o suspeito que colocou a droga na boca e engoliu.
Durante busca pessoal, a PM encontrou com ele uma porção análoga a maconha, R$ 147,00 em espécie, além de uma bicicleta de procedência duvidosa.
Diante dos fatos, o homem foi conduzido para a Delegacia, onde foi entregue à Polícia Judiciária Civil para que fossem tomados os procedimentos cabíveis.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana