conecte-se conosco


Economia

Europa pode liberar Boeing 737 MAX somente em janeiro

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Lucas Marques

Europa pode liberar Boeing 737 MAX somente em janeiro

Apesar da liberação do Boeing 737 MAX pela autoridade de aviação dos EUA, a FAA, nesta semana, as autoridades dos demais países vem divulgando também sobre suas respectivas recertificações. No Brasil por exemplo, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), já declarou que está nos ajustes finais para liberação.

De acordo com a agência internacional Reuters, a autoridade europeia, EASA, só deve liberar o modelo em janeiro. A EASA espera desenvolver suas análises totalmente independentes, incluindo voos de testes.

Para Patrick Ky, diretor da EASA, todos os estudos indicam a segurança do retorno do 737 MAX ao serviço com segurança, e que já começaram a colocar em prática. Entretanto, a previsão é que só libere em janeiro para os voos comerciais.

Fazendo assim, que a Europa recertifique o modelo depois do Brasil por exemplo, já que a GOL espera contar com o 737 MAX ainda em dezembro para suas operações. As autoridades do EUA, Canadá, Brasil e Europa, formaram uma cooperação internacional para o retorno seguro do equipamento.

Em outubro, a própria EASA já tinha dado indícios que o retorno do 737 MAX poderia acontecer ainda em novembro ( clique aqui para ler ). Portanto, companhias como Ryanair e Norwegian, terão que aguardar mais um pouco para poder contar com o retorno do equipamento.

O post Europa pode liberar Boeing 737 MAX somente em janeiro apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Comentários Facebook

Economia

LATAM oferece condições especiais para acúmulo de pontos na Black Friday

Publicado

por


source

Contato Radar

undefined
Calebe Murilo

LATAM oferece condições especiais para acúmulo de pontos na Black Friday

O LATAM Pass, programa de fidelidade do Grupo LATAM, segue com ofertas imperdíveis para a Black Friday. Entre os dias 25 e 28 de novembro, o programa oferece oportunidades para acumular de 3 a 12 pontos por real gasto nos hotsites da Renner, Americanas, Submarino e Shoptime.

Com isso, os clientes do programa LATAM Pass, que comprarem diretamente do hotsite Renner, até 27 de novembro, acumularão 12 pontos para cada real gasto.

Já entre os dias 25 e 28 de novembro, o LATAM Pass também oferece 3 pontos para cada real gasto em compras realizadas exclusivamente nos hotsites Americanas, Submarino e Shoptime. Em todas as ações, os pontos serão creditados em até 35 dias, após a emissão da nota fiscal da compra.

Esteja informado: clique aqui  e leia mais notícias de aviação!

O post LATAM oferece condições especiais para acúmulo de pontos na Black Friday apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Carrefour cria comitê de “tolerância zero à discriminação racial”

Publicado

por


source
.
Reprodução: iG Minas Gerais

João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi espancado e morto por dois homens na noite de quinta-feira (19), em uma unidade do Carrefour no RS


O Carrefour divulgou, na noite desta quarta-feira (25), que está criando um comitê externo independente e de Livre Expressão sobre a Diversidade e Inclusão em resposta à “violência racista” que gerou a morte de João Alberto Silveira de Freitas em uma unidade da rede na semana passada , em Porto Alegre.


O grupo faz parte da política de “tolerância zero” que a rede anunciou para a discriminação racial e não terá subordinação ao Carrefour Brasil, será formado por lideranças negras e estudiosos das questões raciais que também acompanharam o fundo racial de R$ 25 milhões que o Carrefour criou depois da morte do consumidor em suas instalações na véspera do feriado da Consciência Negra.

“O mesmo Comitê indicou que, em sinal de respeito à morte de João Alberto Silveira Freitas, nesta quinta-feira (26 de novembro) todas as lojas do Carrefour deverão estar fechadas até as 14h, sendo reabertas com um minuto de silêncio. Todo o resultado de vendas dos dias 26 e 27 será revertido para ações orientadas pelo Comitê, valor somado aos R$ 25 milhões já anunciados e ao resultado de vendas do dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra”, informou a rede.

O comitê é formado por Rachel Maia, Adriana Barbosa, Celso Athayde, Silvio Almeida, Ana Karla da Silva Pereira, Maurício Pestana, Renato Meirelles, Ricardo Sales e Mariana Ferreira dos Santos. Eles já elaboraram algumas prioridades de ações para o Carrefour.

“Sua maior motivação é o dever moral de tentar impedir que mais pessoas negras morram, com o objetivo de orientar e embasar um amplo plano de ação de combate ao racismo estrutural no varejo e em toda sociedade”, informou a rede de supermercados, em nota.

“No contexto interno, recomendamos a realização imediata de treinamentos intensivos com o quadro de colaboradores e revisão da concepção e da contratação dos serviços de segurança, bem como dos procedimentos adotados na relação com associações de segurança privada e de transporte e respectivas autoridades competentes. Além disso, todas as lojas também serão pontos de divulgação da Política de Tolerância Zero a todo tipo de discriminação”, afirma o documento.

O comitê ainda indica que todo o ecossistema da companhia, como fornecedores, precisam ser orientados para seguir boas práticas raciais e que “serão estabelecidos indicadores para aferir o cumprimento e adequação a essas orientações”.

O comitê recomenda ainda que a loja onde ocorreu o crime permaneça fechada no dia 26 de novembro. E a empresa ainda estabelece um prazo de 15 dias para a divulgação de um detalhado e minucioso plano de orientação e embasamento das ações do Carrefour Brasil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana