conecte-se conosco


Polícia

Estado insere DNA de 1.500 condenados por crimes hediondos em banco nacional

Publicado

Hérica Teixeira | Sesp-MT 

 Em seis meses, Mato Grosso cadastrou no Banco Nacional de Perfis Genéticos os genes de 1.500 reeducandos condenados por crimes hediondos e de grave ameaça. A ação atende à determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, órgão do Governo Federal, conforme a Lei nº 12.654, sancionada em 2012, que visa compartilhar e comparar perfis genéticos para ajudar na apuração criminal e no processo de investigação. As informações são sigilosas.

No Estado, foram inseridos no sistema pessoas custodiadas das unidades Ana Maria do Couto May (feminino), Penitenciária Central do Estado (PCE) e Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC). O trabalho de inserção na Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG) começou em maio deste ano e é resultado da parceria entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e o Tribunal de Justiça (TJ-MT).

“Criar um banco de dados nacional com o registro dos autores de delitos criminais graves é um importante passo para a segurança pública no país. Os profissionais de Mato Grosso se empenharam para atender a demanda de atendimentos e isso demonstra também o comprometimento das instituições envolvidas”, revela o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Mato Grosso integra um dos 18 laboratórios credenciados pela rede integrada. São considerados hediondos os crimes de homicídio, roubo seguido de morte, estupro e genocídio. Mato Grosso têm uma população carcerária de 12.221 mil pessoas, entre homens e mulheres, em 53 unidades penais.

“A lei que trata da coleta do perfil genético é de 2012. Desde então, até houve tentativas dos órgãos dos Estados em fazer valer a lei, mas a demanda esbarrava na falta de informações. Mas em 2019, o Governo Federal começou a cobrar a aplicação da lei nos Estados e os órgãos envolvidos se uniram para garantir que o trabalho fosse efetivado”, explica a coordenadora de Perícias em Biologia Molecular da Politec, Kesia Renata Lopes Lemes Melo.

Segundo dados do Ministério da Justiça, divulgados em novembro deste ano, o Banco Nacional de Perfis Genéticos conta com 17.361 perfis de condenados cadastrados. Ainda segundo o órgão federal, estima-se que há 137.600 condenados nessas condições no Brasil e que deveriam ser identificados pelo perfil genético, de acordo com a Pesquisa Perfil de Laboratórios de DNA, realizada em fevereiro de 2018 pelo Comitê Gestor e a Secretaria Executiva da RIBPG.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, ressalta que o trabalho de coleta de material genético não alterou as atividades desenvolvidas internamente nas unidades. “O Sistema Penitenciário atuou em conjunto para cumprir a meta do Ministério da Justiça, movimentando a massa carcerária sem nenhuma alteração ao funcionamento dos estabelecimentos penais”.

O trabalho de coleta das amostras já foi encerrado neste ano, mas para 2020, a meta é realizar outros mil atendimentos.

Comentários Facebook

Polícia

Polícia Civil entrega novos veículos e equipamentos a unidades especializadas

Publicado

por


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso entregou cinco veículos e cinco kits de materiais para duas delegacias especializadas da instituição, na tarde de quinta-feira (28.05), na sede da Diretoria em Cuiabá.

Além dos veículos modelo Citroen C4L, também foram entregues cinco kits de equipamentos eletrônicos com uma câmera fotográfica da marca Sony, um computador completo (CPU monitor teclado e mouse) e um aparelho de nobreak.

As unidades da Polícia Civil contempladas são a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), que recebeu três kits (automóvel e os equipamentos) e a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) que recebeu os outros dois kits.

Os bens são oriundos do “Projeto de Modernização” da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, responsável pela aquisição dos equipamentos e veículos e posterior doação para as Polícias Civis dos estados.

De acordo com a diretora de Execução Estratégica, delegada Daniela Silveira Maidel, a Polícia Civil de Mato Grosso montou um projeto com as demandas e necessidades das delegacias especializadas, que foi apresentado à Senasp junto com outros projetos de outros órgãos de segurança pública. Após a seleção, os automóveis e os equipamentos de câmeras fotográficas, computadores e nobreak, foram adquiridos pelo Governo Federal e encaminhados aos estados.

Em nome da equipe da GCCO, a delegada Juliana Chiquito Palhares agradeceu os novos veículos e equipamentos. “Investimentos que facilitarão bastante os trabalhos desenvolvidos pela gerência e vão aprimorar nossas ferramentas com o novo computador, máquina fotográfica, que serão de grande avalia para as investigações”, destacou ela.

O delegado titular da DHPP, André Renato Gonçalves, falou sobre a baixa que delegacia sofreu nos últimos quatro anos de caminhonetes e outros veículos de menor porte.

“Com o aporte desses outros dois automóveis que estão chegando agora, a gente crê que possa reequilibrar as ações em nível logístico e com isso melhorar o atendimento e nossas atividades de investigação”, destacou André Renato. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Policiais civis prendem em flagrante suspeito por homicídio ocorrido em Guarantã do Norte

Publicado

por


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante, nesta quarta-feira (28), um suspeito pelo homicídio de um rapaz de 35 anos, ocorrido durante a madrugada.

A Delegacia da Polícia Civil de Guarantã foi acionada no início da madrugada desta quarta-feira sobre uma pessoa que estava caída na Avenida Pioneiro José Nelson Coutinho, paralela à BR-163. No local, a equipe policial constatou que a vítima já se encontrava sem vida e tinha ferimento no peito de arma perfuro cortante.

Com início da investigação, os policiais apuraram que a vítima, morador da cidade, estava apenas de cueca e camisa e próximo ao local foi encontrada uma peça íntima feminina. Durante as diligências, os investigadores verificaram que a vítima estava, na noite anterior, bebendo em um bar junto com um casal e que houve pequenos desentendimentos entre o suspeito e a vítima.

Em buscas pelo casal, a equipe de investigadores localizou um caminhão parado em uma oficina mecânica para conserto. No interior do veículo estava o casal que, em entrevista aos policiais, negou o crime e afirmou que não sabia de nada. Os dois negaram, inclusive, que teriam estado com a vítima na noite anterior. Porém, com base nas divergências apuradas e indícios existentes, a equipe deu voz de prisão aos dois.

Na unidade policial, em entrevista preliminar com o delegado Waner dos Santos Neves, a mulher do suspeito, de 26 anos,  acabou confessando que seu marido matou a vítima porque esta havia lhe cantado. O suspeito, de 48 anos, apresentou versão diferente para o crime, dizendo que não conhecia a vítima que se sentou à mesa em que ele estava com sua esposa. Ainda segundo o suspeito, a vítima começou a desrespeitar sua esposa e por isso resolveram ir embora para seu caminhão.

O suspeito afirmou que estava preparando o jantar, quando a vítima apareceu com uma barra de ferro na mão quando, para se defender, segurou a faca e a vítima teria se chocado contra o instrumento e saído correndo. Nem o suspeito ou a esposa souberam explicaram porque a vítima foi encontrada vestida somente com a roupa íntima e nem sobre o sutiã encontrado na cena do crime.

Considerando as evidências, o delegado determinou o auto de prisão em flagrante do suspeito pelo crime de homicídio qualificado, cuja pena de reclusão é de 12 a 30 anos.  

O corpo da vítima foi encaminhado para necropsia e liberado após conclusão dos trabalhos periciais.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana