conecte-se conosco


Polícia

Envolvido em furto de joalheria em Sinop é preso pela Polícia Civil em Várzea Grande

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um dos autores do furto qualificado em uma joalheria em Sinop (499 km ao Norte de Cuiabá) foi preso em flagrante pela Polícia Civil, em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), realizada poucas horas após o crime.  A ação resultou na recuperação de parte das joias furtadas, além da apreensão de um dos veículos utilizados no crime. .  

O crime ocorreu no sábado (23) quando os criminosos, mediante arrombamento, entraram na loja e subtraíram grande quantidade de joias, entre alianças, correntes e pingentes, causando um prejuízo a empresa de aproximadamente R$ 1 milhão.

 Logo após o furto, a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Sinop foi acionada, conseguindo, através da análise das câmeras de segurança, identificar dois veículos utilizados na ação criminosa, entre eles um Fiat Palio, com placas de Várzea grande.

Diante dos levantamentos, os policiais de Sinop entraram em contato com a equipe da  Derf Várzea Grande, que com base nas informações passadas conseguiu identificar o proprietário do veículo Fiat Palio. Em continuidade as diligências, os policiais da Derf-VG foram até a casa do suspeito onde avistaram o veículo utilizado no furto. 

Os investigadores realizaram a abordagem do suspeito, sendo encontrado com ele  uma espingarda calibre 22 com seis munições, além de algumas joias furtadas da joalheria de Sinop. Questionado, ele confessou a participação no furto assim como apontou o nome dos seus comparsas no crime.

 Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a Derf Várzea Grande, onde após ser interrogado pelo delegado Guilherme Bertolli, foi autuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado,  posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Polícia

Rotam prende suspeito com passagens por roubo e homicídio portando arma de uso restrito

Publicado

por


.

Em Poconé (104 km de Cuiabá), durante patrulhamento tático de reforço ao policiamento local, agentes do Batalhão Rotam prenderam um homem (de 21 anos) e com ele apreenderam uma pistola ponto40, arma de uso restrito das forças de segurança, dois carregadores e 12 munições.

A ação ocorreu na tarde desta sexta-feira (03.07), na Avenida dos Trabalhadores, no bairro Santa Teresa. A equipe “ROTAM 18” se deparou com o suspeito na frente de uma oficina mecânica e um volume na cintura dele chamou a atenção dos policiais.

A abordagem e revista levaram à apreensão da arma de fogo e demais artefatos. Checagem do nome dele apontou passagens criminais por roubo (157), homicídio (artigo 121) e receptação (artigo 180). Entregue na Delegacia de Polícia, agora responde também por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito (Lei 13.497/17).

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

PM detém idoso com apetrechos de pesca e espécie proibida

Publicado

por


.

Durante barreira policiais do 2º Pelotão de Polícia Militar de Rio Branco (356 km de Cuiabá), unidade do 17° Batalhão, um idoso de 84 anos foi detido porque estaria praticando pesca predatória. Com o homem foram encontrados apetrechos de pesca e espécie cuja captura é proibida pela legislação mato-grossense.

A abordagem ocorreu durante a madrugada deste sábado (04.07), por volta das 4hs, na localidade conhecida como Estrada da Olaria, em Rio Branco. O homem dirigia uma caminhonete modelo D20 e estava na companhia da esposa, também idosa.

No veículo havia exemplares de dourado, espécie cuja pesca e transporte estão proibidos pela lei 9.794/2012. Ele também infringia a Lei de Crimes Ambientais (9.605/1998) porque utilizava apetrechos como anzóis de galho e “João Bobo” (anzóis fixos em boias e espalhados no leito do rio). No veículo havia um motor de popa, diversos molinetes, centenas de anzóis e outros equipamentos de pesca.

Os peixes e todos os equipamentos e apetrechos foram apreendidos. Conforme narrativa dos policiais, o idoso foi qualificado e liberado após o registro do boletim de ocorrência, seguindo orientação do delegado plantonista.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana