conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Tangará da Serra

Empresa é classificada para concorrência da obra do Hospital Regional de Tangará da Serra

Publicado

Empresa interessada na construção do Hospital Regional de Tangará da Serra se classificou em mais uma etapa da licitação da obra. O processo licitatório ainda está em trâmite na Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) e será concluído após análise dos recursos interposto pelas empresas desclassificadas.

A construção do hospital está estimada em R$ 117,2 milhões e contará com aproximadamente 17 mil metros quadrados.

Conforme o Aviso de Resultado publicado no Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (05.05), foi classificada a empresas Lotufo Engenharia e Construções LTDA. As empresas desclassificadas do certame têm um prazo de cinco dias úteis, entre 06 e 12 de maio, para interpor recurso.

Os motivos das desclassificações das demais empresas estão elencados na Ata de continuação – julgamento da proposta de preço, que está disponível aos interessados na Coordenadoria de Aquisições da Superintendência de Aquisições e Contratos da SES, no horário de expediente. O documento também ficará disponível no Portal de Aquisições.

A estrutura

O Hospital Regional de Tangará da Serra contará com 111 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade.

A unidade de Saúde também vai ter 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

Novos hospitais

O Governo do Estado já iniciou a obra do Hospital Regional de Juína, avaliada em de R$ R$ 106,7 milhões. Também deve iniciar em 2022 a construção do Hospital Regional do Araguaia, localizado em Confresa; a SES está analisando o recurso referente a proposta de preço das empresas classificadas. O valor estimado da obra é de R$ R$ 116,7 milhões.

Ainda está em licitação no Estado a construção do Hospital Regional de Alta Floresta, estimada em R$ 119 milhões. A SES está analisando os recursos interpostos pelas empresas desclassificadas da concorrência.

Com SES/MT

Comentários Facebook

Tangará da Serra

Articulação de Dr. João garante R$ 830 mil em equipamentos para Centro Cirúrgico de Tangará

Publicado

Através de articulação do Deputado Estadual Doutor João (MDB) junto a Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB/MT) foi aprovado cofinanciamento estadual de investimento no valor de R$ 830 mil para aquisição de arco cirúrgico, torre de videocirurgia e aparelho de raio X para o Centro Cirúrgico de Tangará da Serra.

O recurso garantirá amplo investimento na aquisição dos equipamentos que permitirão avanços importantes na Saúde Pública de Tangará da Serra. “O Centro Cirúrgico é a grande demanda da Saúde Pública Municipal de Tangará. Os esforços são concentrados na solução desse gargalo. Para isso, buscamos junto à CIB a destinação desse montante para ajudar a gestão do Prefeito Vander a colocar em funcionamento o Centro Cirúrgico, essencial para nossa população”, afirmou o Deputado.

O recurso de R$ 830 mil conquistado junto à CIB foi repassado à Prefeitura tangaraense pelo Fundo Estadual de Saúde de Mato Grosso. “É um grande passo para que possamos colocar o Centro Cirúrgico em funcionamento. Essa é uma pauta que reivindicamos junto à Secretaria de Estado de Saúde e agora estamos celebrando a conquista desse aporte para a Saúde de Tangará”, completou Dr. João.

Ao todo, foram realizadas duas reuniões em Cuiabá para tratar da destinação desses recursos para a Saúde local, com o vice-governador do Estado, Otaviano Pivetta. Acompanharam o Deputado Doutor João, o prefeito Vander Masson e os vereadores Eduardo Sanches e Ademir Anibale.

Continue lendo

Tangará da Serra

Polícia Civil intercepta armas que seriam levadas a facção e impede ‘vingança’ por morte no domingo

Publicado

Após investigação, Polícia Civil de Tangará da Serra tomou conhecimento de que criminosos que fazem parte de uma facção criminosa que atua no município, em ato de vingança ao homicídio ocorrido no último domingo, 03, teriam jurado de morte integrantes de outra facção rival.

Os policiais passaram a acompanhar uma mulher que faria a entrega de armas de fogo para outros integrantes, incumbidos, segundo a PJC, de realizar a execução dos rivais.

Os policiais flagraram o momento em que essa mulher se encontrou com um criminoso no Bairro Morada do Sol e deixou com ele uma arma de fogo. “Ela estava uma camionete S10 quando os policiais a abordaram na Avenida Ismael José do Nascimento e apreenderam com ela dois revólveres calibres 38 e 44”, informou a polícia.

O motorista da camionete apresentou uma carteira de habilitação falsa e também foi preso. “Os policiais mantiveram vigilância no indivíduo do Bairro Morada do Sol que teria recebido a terceira arma e quando ele se preparava para deixar sua casa, foi surpreendido pelos policiais civis”, completou a polícia.

O indivíduo que possui diversas passagens, resistiu a prisão e tentou disparar nos policiais, que agiram em legítima defesa e alvejaram o indivíduo na região da cintura como forma de cessar a agressão. “O indivíduo foi socorrido pelo SAMU e levado ao hospital municipal. Nenhum dos policiais ficou ferido durante a ação. Dessa forma então foram apreendidos três revólveres e 37 munições em poder dos criminosos, impedindo a ocorrência de mais assassinatos”, concluiu a PJC.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana