conecte-se conosco


Mato Grosso

Em relato pessoal, Virginia Mendes destaca importância da adoção

Publicado

Com um relato emocionante sobre sua própria história de vida ligada à adoção, é que a primeira-dama do Estado e madrinha afetiva da Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), Virginia Mendes, participou da abertura do I Encontro do Centro-Oeste de Apoio à Adoção (Encoapa). O evento aconteceu nesta sexta-feira (22.11) e lotou o Fórum de Cuiabá, reunindo magistrados, psicólogos, assistentes sociais, advogados e representantes de instituições e sociedade organizada.

Ao lado da primeira-dama do Distrito Federal (DF), Mayara Noronha, a quem Virginia fez questão de convidar pela sua atuação similar em importantes causas sociais, a primeira-dama de Mato Grosso relatou sua trajetória de vida aos presentes. Além de ter uma filha adotiva, Virginia contou que também foi fruto de uma adoção.

“Eu sou testemunha deste amor. Tenho uma filha adotiva que é a alegria de nossa casa, é a luz e a felicidade de nossas vidas. Não existe diferença nenhuma entre ela e meus outros dois filhos. E eu também sou filha adotiva. Sempre pensei que quando tivesse filhos eu adotaria uma criança, porque fui adotada. Se eu estou aqui hoje como primeira-dama é porque tive uma trajetória de vida de amor pela adoção”, relatou Virginia, que pela primeira vez falou em público sobre sua história de vida e agradeceu aos pais adotivos por tudo o que fizeram por ela.

“Se não fosse minha mãe, Euridice, meu pai, que já não está mais conosco, eu não poderia nem estar aqui dando este testemunho. Sou a prova de que o amor é maior do que qualquer laço sanguíneo é que a família pode ser um grande agente transformador na vida de uma criança”, destacou a primeira-dama que decidiu falar sobre o assunto para desmistificar e acabar com o preconceito que ainda envolve o tema.

A primeira-dama ainda lembrou que muitas pessoas ainda têm dúvidas com relação à adoção. Sobre isso, Virginia lembrou do amor que envolve o gesto.

“Quem ainda tem alguma dúvida sobre adotar, não tenha, porque não existe um ato maior e nem mais bonito do que uma adoção. O amor é tão grande que não existe esta diferenciação entre um filho de sangue e um adotado”, pontuou a primeira-dama do Estado.

Leia mais:  Sines de Mato Grosso têm 1.508 vagas de emprego nesta semana

De acordo com os dados da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), Mato Grosso possui atualmente 75 crianças e adolescentes aptas a serem adotadas, 1.006 pretendentes habilitados para a adoção e 625 acolhidos. Este número se aproxima da realidade do Distrito Federal, onde 126 crianças e adolescentes esperam por uma adoção e aproximadamente 600 famílias encontram-se habilitadas para adotarem.

No entanto, a primeira-dama do DF, Mayara Noronha questiona a desproporcionalidade entre estes dados e lembra da importância da disseminação de informação sobre os procedimentos legais para a adoção. Na oportunidade, Mayara parabenizou Mato Grosso pela realização do evento e agradeceu a Virginia pelo convite.

“Este convite da primeira-dama Virginia partiu de uma conversa informal que tivemos em setembro deste ano, que tratamos justamente sobre a adoção e essa morosidade da fila. O quantitativo de crianças a serem adotadas é grande, mas ao mesmo tempo ele chega a ser desproporcional se comparado ao número de famílias habilitadas. O nosso anseio é tentar achar uma forma de fortalecer a política de adoção no país”, destacou Mayara.

À frente das ações de promoção à adoção e coordenando a primeira edição do Encoapa, a presidente da Ampara, Lindacir Rocha Bernardon destacou o papel de fortalecimento e sensibilização que o evento tem para profissionais da área que atuam no acolhimento das crianças e jovens e das famílias que desejam adotar.

“Além de sensibilizar este público sobre o trato e o acolhimento da adoção, nós pretendemos estimular a criação e o fortalecimento de grupos de apoio à adoção, pois a união do Judiciário, dos municípios e destes grupos é que vão fazer a transformação e amenizar as dores da adoção”, explicou Lindacir.

Além disso, a presidente da Ampara lembrou da importância da participação do Estado, que se faz presente na figura de Virginia Mendes, enquanto madrinha afetiva da instituição.

“Madrinha afetiva é aquela pessoa que tem a experiência da adoção e que também tenha influência em todos os segmentos da sociedade. E Virginia Mendes tem este perfil. Há muito tempo ela vem trabalhando com a gente como voluntária e agora exerce essa função de madrinha afetiva, transmitindo essa experiência para as pessoas e fortalecendo o instituto da adoção”, pontuou Lindacir.

Leia mais:  Há 46 anos, Cuiabá se ligou ao restante do país por rodovias

A primeira-dama Virginia Mendes destacou na sua fala o quanto a Ampara foi essencial no processo de adoção da filha. “Conheço a Lindacir há muitos anos e ela foi um anjo na nossa vida, nos dando o suporte necessário, tirando dúvidas durante e após o curso. É uma honra para mim poder ser madrinha da Ampara e trabalhar em prol desta causa que é tão especial na minha vida”

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, definiu o processo de adoção como uma missão árdua do Poder Judiciário, no sentido de ser um processo criterioso e cuidadoso, visando o bem-estar da criança ou adolescente adotado.

“A adoção passa por um processo rigoroso e o Judiciário tem que verificar todas as condições das famílias que pretendem adotar e daquela criança que deve ser adotada. Então o Poder Judiciário é que tem a missão árdua de produzir o melhor para o futuro desta criança”, destacou o presidente do TJMT.

Programação

O 1º Encoapa conta com a parceria da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ) do Poder Judiciário de Mato Grosso, da Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e da Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção.

A programação do evento segue até este sábado, dia 23/11, com diversas palestras sobre o tema e debates. Confira:

– A ESPERANÇA DE TER ESPERANÇA
Palestrante: Luiz Schettini Filho (GEAD – Recife/PE)

– REDE DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE E A CRIAÇÃO DE GAA’s
Facilitadores: André Tuma (Promotor de Justiça MP/MG) e Francisco Claudio Medeiros Júnior (Vice-Presidente da ANGAAD – Acalanto – Natal/RN)

– OS IMPACTOS DO TRAUMA NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
Palestrante: Suzana Schettini (GEAD – Recife/PE)

– O DIREITO À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA E A BUSCA ATIVA
Facilitadores: Dr. Élio Braz Mendes (Juiz de Direito TJ/PE)
Suzana Schettini (GEAD – Recife/PE)


– A PREPARAÇÃO DOS PRETENDENTES À ADOÇÃO E O ACOMPANHAMENTO PÓS GUARDA PARA ADOÇÃO
Facilitadores: Soraya Pereira (Aconchego – Brasília/DF) e Vera Lucia Cardoso (Conviver – Aparecida de Goiânia/GO)
Depoimento: Júlio Resende (AMPARA – Cuiabá/MT)

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Setasc apoia municípios que executam e fortalecem serviços de bem estar à população

Publicado

por

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), por meio da Secretaria Adjunta de Assistência Social, tem trabalhado no apoio técnico e financeiro aos municípios que executam os serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais. Neste sábado (07.12) a Lei Orgânica de Assistência Social, que define os objetivos, princípios e diretrizes da Política Nacional de Assistência Social, completa 26 anos, data em que se comemora o Dia Nacional da Assistência Social.

Para a secretária adjunta de Assistência Social, Leicy Victório, os 26 anos da Loas representam um avanço significativo para a garantia dos direitos sociais.

“A política da assistência social é a forma de garantirmos uma política igualitária para os cidadãos em situação de vulnerabilidade social e esse trabalho só é possível por meio dos trabalhadores, gestores municipais e estaduais, que são  determinantes para o aprimoramento dos serviços oferecidos”, ressalta.

O Sistema Único de Assistência Social (Suas) garante proteção básica e especial de média e alta complexidade, atendendo às pessoas em situação de vulnerabilidade social ou de risco social. Fazem parte destas ações do Suas os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), presentes nos municípios mato-grossenses, somando 537.625 famílias atendidas.

As unidades estão localizadas prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade social e oferecem serviços da assistência, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade. O público prioritário atendido são as famílias e indivíduos em situação grave de desproteção, pessoas com deficiência, idosos, crianças retiradas do trabalho infantil, pessoas inseridas no Cadastro Único, beneficiários do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros.

De acordo com o Relatório Informações Sociais, Mato Grosso possui atualmente 43 unidades de Creas em 42 municípios, com 339 trabalhadores. O número de Cras alcança 178 unidades.

Os Creas atendem adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviço à Comunidade (PSC). As unidades têm como finalidade prover atenção socioassistencial e acompanhamento a adolescentes e jovens encaminhados pela Vara da Infância e Juventude ou, na ausência desta, pela Vara Civil correspondente ou juiz.

Outra estratégia de apoio técnico que busca o aprimoramento na gestão municipal são as visitas técnicas. As visitas técnicas têm como objetivo principal levar orientações referentes a recursos humanos, espaço físico, horário de funcionamento, atividades e ações desenvolvidas pelo “Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e “Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos” (SCFV). Segundo a Superintendência de Serviços Sociassistenciais, neste ano, a equipe técnica da Setasc, avaliou a necessidade das visitas em 34 municípios do Estado.

Paralelo as visitas técnicas, a Saas segue monitorando e orientando os 141 municípios mato-grossenses na execução da política por meio dos sistemas do Suas, de forma presencial na Setasc, por telefone e e-mails e até mesmo em encontros de apoio técnico, seminários e oficinas realizadas durante o ano.


Na Educação Permanente do Suas foram realizadas cinco ações de capacitação totalizando 373 trabalhadores e gestores da Assistência Social capacitados. Em 2019, a nível de Gestão Estadual, as ações da Assistência Social pela primeira vez em 14 anos de existência do Suas, foram norteadas por um Plano Estadual de Assistência Social, elaborado pela equipe de Vigilância Socioassistencial da pasta. O diagnóstico socioterritorial de Assistência Social de Mato Grosso, também foi elaborado, subsidiando os parâmetros de elaboração do também primeiro Plano Estadual de Assistência Social.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Governador apresenta a ministro projetos turísticos para Chapada dos Guimarães
Continue lendo

Mato Grosso

Cerca de 7 mil pessoas visitaram a Arena Encantada na noite de estreia

Publicado

por

Aberto ao público para visitações na noite desta sexta-feira (06.12), o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, a Arena Encantada, reuniu aproximadamente 7 mil pessoas na noite de estreia, de acordo com a equipe de brigadistas. As instalações interativas e atrações de Natal montadas em torno com campo do estádio de futebol, em Cuiabá, atraíram crianças, adultos e idosos. A entrada é um quilo de alimento não perecível por família.

Toda a concepção da Arena Encantada foi idealizada e coordenada pela primeira-dama Virginia Mendes, através da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf), que distribuirá os alimentos arrecadados para famílias carentes ao final do período natalino.

“É a primeira vez que vejo uma decoração dessa magnitude aqui em Cuiabá”, disse empolgada a visitante Priscila Sturmer. Ao lado dos filhos e marido, ela completou: “O Governo de Mato Grosso está de parabéns por proporcionar este lindo e belo espaço às famílias. Eu acho que estava faltando esse tipo lazer aqui na Capital, principalmente no mês do Natal”.

Aberto à visitação até dia 5 de janeiro, todos os dias da semana, sempre das 18h às 23h, o parque natalino, com mais de 4 mil m² de estrutura montada, possui espaços interativos que reúnem várias atrações, como a Casa do Papai Noel, Presépio, Floresta Encantada, Vila dos Doces e Vila das Fadas e Duendes.

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, estava na estreia da Arena Encantada ao público, para acompanhar de perto a movimentação. 

Leia mais:  Há 46 anos, Cuiabá se ligou ao restante do país por rodovias

“Temos um lindo e temático espaço pronto pare receber os visitantes durante todo o período de Natal. O local está muito agradável, envolto pela energia contagiante das festas natalinas. Temos papai noel, mamãe ooel, duendes e fadas circulando por todo o espaço para recepcionar as famílias. Está sendo uma noite de muito lazer, nossa expectativa é de que, com a aproximação do Natal, aumente ainda mais o número de famílias visitando esse imenso parque temático”, disse Kardec. 

A Arena Encantada faz parte das ações promovidas pelo Governo de Mato Grosso, em parceria com Assembleia Legislativa de Mato Grosso e com os apoiadores da iniciativa privada, que uniram forças para oferecer um espaço dedicado à magia do natal para os adultos, jovens e crianças.

Mais Impressões

Pela primeira vez visitando a Arena Pantanal, Carolina Lima, 12 anos, acompanhada do primo Cauã da Cruz, de 10 anos, disse que o espaço a deixou muito entusiasmada, principalmente, com a presença do Papai Noel. 

“Eu estou muito, muito feliz! Nunca tinha visitado um estádio de futebol antes. Vir aqui e encontrar com o Papai Noel foi encantador. Aproveitei para tirar muitas fotos, quero revelar algumas e também postar nas redes sociais”, comemorou a garota. 

Cauã, por sua vez, disse que o espaço tem muitas luzes coloridas e que nunca tinha visitado um lugar tão bonito na vida. Por falar em iluminação, as luzes, cores presentes no conjunto arquitetônico do espaço deixou a visitante Isadora Coutinho espantada, no bom sentido, claro.

Leia mais:  Após provocar acidente, motorista abandona caminhonete e família ferida na MT-480

“Nossa, aqui é tudo muito bonito, essa iluminação é realmente muito linda, essas árvores enfeitadas, todo o encanto. Estou muito encantada, pois nunca vi uma decoração dessa aqui em Cuiabá. Foi uma grata surpresa”.

Além da decoração de Natal, foi montada uma praça de alimentação no entorno da Arena. Os visitantes podem encontrar diversas opções gastronômicas. O local conta com o apoio da Polícia Militar, que irá reforçar a segurança do evento durante todos os dias de visitação. 

Serviço

O complexo da “Arena Encantada” foi montado no estádio de futebol da Arena Pantanal que está localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Período de visitação: De 06 de dezembro a 05 de janeiro, sempre das 18h às 23h


Entrada: Um quilo de alimento não perecível por família (arroz, feijão, açúcar, café, macarrão e óleo).

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana