conecte-se conosco


Tangará da Serra

Em recuperação judicial, Oi pede autorização à Justiça para vender imóvel da empresa em Tangará da Serra

Publicado

A Operadora Oi (OIBR3;OIBR4) pediu à 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro autorização para vender cinco imóveis no valor estimado de R$ 5 milhões. A empresa está em recuperação judicial.

Os imóveis estão localizados nos municípios de Tangará da Serra (MT), Cascavel (PR), Três Lagoas (MS), Vera (MT) e João Pessoa (PB).

Segundo consta no processo, o imóvel em Tangará da Serra está situado na Avenida Brasil, nº 60E,  no centro, e está sendo negociado pelo valor de R$ 1.850.000,00.

De acordo com a operadora foram recebidas “propostas vantajosas”, a venda dos imóveis ajudará a Oi a captar recursos necessários para o caixa da empresa.

Segundo o site Tele.Síntese, a Assessoria de Comunicação da Anatel informou que o imóvel localizado em Duque de Caxias, Cascavel (PR), avaliado em R$ 2,1 milhões, já foi “considerado como bem reversível e teve solicitação indeferida pela agência”. Com isso, caso a concessionária deseje alienar o referido móvel, há necessidade de nova solicitação.

Fonte: Money Invest

Comentários Facebook

Tangará da Serra

Homem é detido ao tentar agredir equipe que fiscaliza cumprimento do toque de recolher

Publicado

Além da tentativa de agressão, homem ameaçou uma fiscal

A Polícia Militar de Tangará da Serra efetuou a detenção de um homem que tentou agredir a equipe de fiscalização da Prefeitura Municipal, que acompanhava pelas ruas da cidade o cumprimento do Toque de Recolher, estabelecido pelo Poder Executivo para iniciar às 22h em função do avanço da pandemia do novo Coronavírus.

O fato ocorreu na Rua 26, de frente a um posto de combustíveis. De acordo com o Sargento PM Oliveira, o homem estava muito alterado quando a guarnição da polícia chegou. O indivíduo que já havia sido imobilizado pelos próprios fiscais ao tentar agredir uma colega fiscal no exercício de sua função, foi levado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para a tomada das devidas providencias.

“No ato de notificação ao proprietário de uma conveniência instalada neste posto, a equipe da Vigilância começou a ser ofendida pelo indivíduo que se encontrava fora do referido posto. Como registrar o ato da notificação e o local faz parte do trabalho dos fiscais, esse indivíduo ficou alterado, tentou agredir e ameaçou a fiscal”, informou o Sargento.

Quando a guarnição retornou ao CISC com o indivíduo, foi identificado através da busca com seus dados pessoais, que o mesmo possui diversas passagens pela polícia, por furto, desacato e roubo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tangará da Serra

Presidente da Câmara defende construção de Centro Político Administrativo em Tangará

Publicado

Fábio Brito propõe parceria com Executivo para construção de um CPA na cidade

O presidente da Câmara de Vereadores de Tangará da Serra, Fábio Brito (PSDB), defende um projeto amplo de implantação de um Centro Político Administrativo (CPA) na cidade, aproximando as sedes dos Poderes Legislativo e Executivo, além de outros órgãos públicos municipais.

“Temos a proposta de construção de um novo prédio da Câmara Municipal, dessa forma, caso o Poder Executivo tenha interesse, acredito que seja perfeitamente possível termos um CPA”, salienta o Chefe do Parlamento.

Segundo o vereador, a ação que ainda será estudada para que posteriormente venha ser concretizada, desenvolvida através de parceria entre os dois Poderes, vislumbra um processo de modernização das sedes do Legislativo e do Executivo, bem como permitir à sociedade local a identificação de um ponto específico para o funcionamento de toda a estrutura administrativa da cidade.

“Onde em uma área escolhida aqui na cidade possamos construir a nova Prefeitura e a nova Câmara, com todas as secretarias municipais e outros órgãos públicos municipais. Dessa forma estaremos promovendo a organização política administrativa na cidade, oportunizando à prefeitura sair do aluguel”, disse.

O presidente explicou que vai aguardar o prefeito sinalizar se de fato há interesse por parte do Executivo para que assim possa avançar com o projeto de construção de um CPA em Tangará. “Se houver, já começaremos a estudar a possibilidade de desenvolvimento do projeto, caso não tenha interesse por parte da prefeitura, a Câmara vai estudar um local para construção da nova sede do Legislativo, com o orçamento próprio que tem”, conclui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana