conecte-se conosco


Cidade

Em meio a polêmicas, SINFRA inicia fechamento de cruzamentos na Avenida Brasil

Publicado

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (SINFRA) deu início na última semana à execução de um plano estratégico que visa a redução dos índices de acidentes de trânsito na Avenida Brasil, em Tangará da Serra. Ao todo, são cinco as intervenções em cruzamentos que percorrem a extensão da principal via de tráfego da cidade.

As intervenções ocorrem nos cruzamentos da Avenida Brasil com as ruas 6, 4, 6 A, São João e Tapirapuã.

De acordo com a SINFRA, as intervenções ocorrerão nos cruzamentos da Avenida Brasil com as ruas Manoel Dionísio Sobrinho (06), Olívio de Lima (04), 6-A, São João e Tapirapuã. “O fechamento desses cruzamentos faz parte de uma série de ações que estamos promovendo com o objetivo de promover a redução no índice de ocorrências de trânsito. Existem estudos que comprovam que esses trechos oferecem risco para aqueles que trafegam nesses cruzamentos e, exatamente por isso, estamos executando essas alterações”, informou o titular da SINFRA, José Bernadino.

O secretário defende as mudanças apesar da polêmica gerada desde o início das obras e diz que os efeitos positivos das mudanças serão sentidas pela população, ao mesmo tempo em que não descarta novas intervenções. “A cidade está crescendo e as alterações precisam ocorrer de forma pontual e constante. Vamos observar se haverá melhorias, se teremos necessidade de fechar mais pontos, enfim, quais as mudanças que serão necessárias para garantir segurança no trânsito”, disse.

Polêmica

Leia mais:  Sicredi reforça a importância do cooperativismo em seminário da Unemat

Nas redes sociais, as intervenções na Avenida Brasil foram intensas desde a semana passada, quando os trabalhos tiveram início. Em um grupo de WhatsApp, várias manifestações – contrárias e favoráveis – foram postadas.

“Isso é andar para traz em termo de trânsito, tem que fazer uma audiência pública para não afetar o comércio. O que fizeram com estacionamento de ambos os lados agora vão destruir”, opinou um usuário do aplicativo.

Em outro post, um usuário lembrou da necessidades de áreas verdes e melhor fluência no trânsito. “Em tempos que precisamos de mais áreas verdes, vias alternativas de acesso, mais conectividade entre os setores da cidade, mais fluência e menos obstáculos no trânsito e recebemos contornos sendo fechados, semáforos só pra pedestres e pouquíssimo utilizados, grama sendo arrancada e cedendo espaço para calçadas e cada vez mais dependência da Avenida Brasil para nos deslocarmos”.

Alterações geram polêmicas, com opiniões contrárias e favoráveis.

Outro usuário vê problemas futuros na rotatória de confluência com a Avenida Mauá e outros contornos. “Vai ficar intransitável na rotatória da Mauá, no contorno do posto Delcas serão formadas filas de mais de um quarteirão, haverá a espera de dois tempos ou mais nos semáforos que já existem”.

Outra manifestação menciona as reclamações persistentes. “O povo reclama que não tem lugar pra estacionar… aí fazem mais lugar e reclamam também, porque ficou apertado e tem de andar mais devagar…”

Leia mais:  Movimentação suspeita em residência, acaba com mulher presa por tráfico de drogas no Bairro São Luiz

Um usuário confrontou as opiniões contrários. “Me desculpem, pessoal, mas reclamações e críticas antes de ver o resultado não levam a lugar algum (…). Os estacionamentos duplos, quantas críticas… Hoje tem o apoio da população, imaginem se a prefeitura desiste de fazer as obras a cada crítica”

Também pelo WhatsApp, o secretário Bernadino ensaiou uma justificativa, citando a primeira etapa do estacionamento alternativo, em janeiro último. “Foi feito um período experimental, onde o investimento foi apenas a pintura no solo. Teve apoio do Comércio e melhora nas vagas, após isso licitamos a obra. As ruas São Paulo, 12 e 10, quando fechadas, também causaram polêmica. O aumento das vagas de estacionamento só se tornou possível em razão das mesmas estarem fechadas”.

Sobre acidentes de trânsito na Avenida Brasil, a SINFRA não apresentou estatísticas oficiais sobre tais ocorrências.


(*) Com informações de Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook
publicidade

Cidade

Prefeitura de Nova Ubiratã oficializa entrega de ônibus para estudantes de comunidades rurais

Publicado

O segundo semestre do ano letivo tende a ser mais seguro e confortável para dezenas de estudantes das escolas municipais Professora Vera Lúcia Schmidt e Entre Rios, em Nova Ubiratã.

Localizadas, respectivamente, nos distrito de Piratininga e Entre Rios, as instituições de ensino foram contempladas com a entrega de dois ônibus 0 km, adaptados com elevadores de acesso para cadeirantes e demais Portadores de Necessidades Especiais (PNE’s). Os veículos foram oficialmente entregues entre os dias 05 e 12 de agosto.

Durante a solenidade de entrega, que foi acompanhada por representantes dos Poderes Executivo e Legislativo, além de profissionais da área e de entidades representativas como a Unidade Executora (UEX), o gestor da pasta, Leandro Alves Pereira dos Santos, enalteceu a importância do investimento de R$ 189.000,00 (cento e oitenta e nove mil reais).

“Quando falamos em melhoria na educação precisamos levar em consideração não só a qualificação dos profissionais, mas também a reestruturação das escolas bem como a do transporte coletivo dos nossos alunos. Atualmente nossa frota escolar é composta por 36 veículos que rodam diariamente cerca de 4.800 quilômetros”, assinala.

“A aquisição desses ônibus significa mais comodidade e segurança a esses estudantes, além de garantir um melhor custo benefício aos cofres públicos já que eles necessitam apenas de manutenção preventiva”, avalia Leandro.

Representante do Distrito de Piratininga, o vereador Nilton Parizotto enalteceu o empenho do gestor da pasta e defendeu que outras comunidades também sejam beneficiadas.

Leia mais:  Tangará e região: Sol e pancadas de chuva serão a tônica no feriado de carnaval

“A gente tem que parabenizar a prefeitura, em especial o secretário [Leandro Alves Pereira dos Santos] pelo trabalho que tem desempenhado. Eu gostaria de aproveitar a oportunidade e pedir que as demais comunidades rurais, além de Piratininga e Entre Rios, também sejam contempladas com ônibus desse porte”, frisou.

Para o subprefeito do Distrito de Entre Rios, Elisandro Goulart, a destinação do veículo para a comunidade demonstra o comprometimento da gestão municipal com os moradores da zona rural.

“Posso assegurar com conhecimento de causa que os nossos distritos nunca foram tão bem assistidos pelo poder público. Basta olhar ao redor e ver as ações colocadas que foram concretizadas. Ações que foram aguardadas por muitos anos e que estão fazendo a diferença na vida de milhares de pessoas”, observa o subprefeito.


Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidade

Assistência Social implantou o Programa “Dia de Pão” em Peixoto de Azevedo

Publicado

Umas das metas do Prefeito de Peixoto de Azevedo, Mauricio Ferreira, e da Primeira Dama e Secretária Municipal de Assistência Social, Marisete de Souza, era colocar em funcionamento a Padaria Municipal para atender os programas sociais da administração.

Quando esta administração assumiu a padaria se encontrava em total abandono, servindo de depósito e com seus poucos equipamentos sucateados, um cenário desolador para um local de funcionamento de uma padaria municipal.

Aos poucos esta administração foi investindo, primeiro na reforma do local e depois na aquisição de novos equipamentos e por último um padeiro profissional foi contratado.

A padaria municipal foi colocada em funcionamento e já produz há algum tempo bolos e salgados para atender a demanda dos programas sociais da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Nesta etapa aconteceu a implantação do novo programa “Dia de PÃO” com a distribuição de pães duas vez por semana, cerca de 270 famílias da sede e de União do Norte serão beneficiadas em média com 2.000 pães por semana que com certeza estarão completando a alimentação destas famílias dos 350 alunos do SCFV – Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

As famílias presentes também receberam frutas e verduras fresquinhas vindas do convênio entre Secretaria, Conab e Agripac.

O Prefeito Maurício Ferreira participou juntamente com a Primeira Dama Marisete de Souza do ato implantação deste novo programa da Secretaria Municipal de Assistência Social de Peixoto de Azevedo.

Leia mais:  Movimentação suspeita em residência, acaba com mulher presa por tráfico de drogas no Bairro São Luiz
Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana