conecte-se conosco


Economia

Em Davos, Guedes defende congelamento do salário de funcionários públicos

Publicado

Guedes arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Paulo Guedes, ministro da Economia


Durante sua fala em um painel no Fórum Econômico Mundial , em Davos, na Suíça, o ministro da Economia, Paulo Guedes , defendeu o congelamento de salários de funcionários públicos. Segundo ele, essa é uma das maiores medidas do governo para conter os gastos públicos. 

A ideia de congelar os salários consta na Proposta de Emenda à Constituição ( PEC ) Emergencial , que ainda está em estágio inicial de tramitação no Congresso . Em Davos, Guedes afirmou que se os salários ficarem congelados por cerca de dois anos, a situação estaria controlada. 

Leia também: Em Davos, Guedes diz que Brasil abrirá licitações públicas a estrangeiros

Além do congelamento , o ministro citou duas outras medidas já tomadas pelo governo Bolsonaro . Para Guedes , a reforma da Previdência e a redução do pagamento dos juros da dívida também são cruciais para controlar a despesa. 

Brasil voltou a crescer?

Em sua fala, o ministro afirmou que o Brasil já voltou à rota de crescimento, apostando que o país deve registrar alta de 1,2% no Produto Interno Bruto  ( PIB ) em 2019. Para este ano, o palpite de Guedes é que o crescimento seja de 2,5%. “Estamos começando a crescer e acreditamos que contribuiremos para o crescimento da região”, disse ele, se referindo à América Latina

O dado oficial do crescimento do Brasil em 2019 ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ( IBGE ), o que acontecerá em 4 de março.

Comentários Facebook

Economia

Quina acumulada: veja os números sorteados nesta quinta

Publicado

por


source
Quina está acumulada
Reprodução

Quina está acumulada

O concurso 5327 da Quina desta quinta-feira (30), tem um prêmio estimado em R$ 2,4 milhões. As dezenas sorteadas foram:

03 – 10 – 25 – 43 – 49

A Caixa ainda não informou se houve ganhadores deste sorteio.

Como apostar

Para apostar na Quina , o participante deve escolher de 5 a 15 números dentre os 80 disponíveis nas lotéricas credenciadas pela Caixa , ou no site especial de loterias do banco.

Ganham prêmios quem acerta de 2, 3, 4 ou 5 números. Além disso, a pessoa pode concorrer com a mesma aposta por 3, 6, 12, 18 ou 24 concursos consecutivos com a Teimosinha .

Segundo a Caixa , ninguém acertou as cinco dezenas sorteadas na última quarta (29). Os números sorteados foram: 26 – 35 – 37 – 50 – 52.

A aposta mínima na Quina custa R$ 2,00. Os sorteios da Quina são realizados, normalmente, de segunda-feira a sábado, às 20h.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Funcionários do BB pedem investigação sobre venda de créditos ao BTG Pactual

Publicado

por


source
rubem novaes
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Rubem Novaes pediu demissão da presidência do Banco do Brasil, mas antes, houve uma venda de crédito suspeita

Funcionários do  Banco do Brasil acharam suspeita a venda de uma carteira de crédito do Banco do Brasil para o banco BTG Pactual por apenas 10% do valor. A Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) pediu uma investigação ao Tribunal de Contas da União sobre a operação de venda da carteira.

O Banco do Brasil é alvo de críticas por partidos políticos e sindicatos por supostamente vender barato demais a carteira de crédito. Ela foi vendida por R$ 371 milhões, mas valeria R$ 2,9 bilhões.

Essa foi uma das últimas transações feitas na gestão de Rubem Novaes , que pediu demissão na última sexta (24) e criticou a cultura de corrupção de Brasília. O atual ministro da Economia, Paulo Guedes, foi um dos fundadores do BTG Pactual. Hoje o banco é comandado por André Esteves.

“A Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) pediu ao Tribunal de Contas da União (TCU) que investigue a operação de venda da carteira de crédito de R$ 2,9 bilhões para o BTG Pactual. O Banco do Brasil está sendo criticado por partidos políticos e sindicatos por supostamente vender barato demais a carteira de crédito”, expressou a organização de funcionários ao jornal Estadão.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana