conecte-se conosco


Mulher

É possível comer de maneira saudável em restaurantes fast-food?

Publicado

source

Ter uma alimentação saudável com a correria do cotidiano é um verdadeiro desafio, mas não é impossível. As redes de restaurantes fast-food se apresentam como a opção ideal para não perder tempo nas refeições, mas será que é possível ter uma dieta balanceada se alimentando nesses locais?

Leia também: Já ouviu falar em pliometria? Exercício ajuda a queimar calorias e secar gordura

É possível comer de modo saudável em restaurantes fast-food? Nutricionistas dão dicas para não cair nas tentações arrow-options
shutterstock
Comer em fast-foods é uma alternativa para economizar tempo e dinheiro, mas nem sempre isso é saudável


O Delas consultou especialistas que ajudaram a desvendar se os restaurantes fast-food apresentam boas opções para a saúde. E temos uma boa notícia! Segundo Caroline Lemos, nutricionista da clínica NutriCilla, nunca foi tão fácil encontrar opções saudáveis nessas redes.

“Atualmente, o segmento dos ‘fast-food saudáveis’ estão em alta no Brasil, abrindo espaço para mudança benéfica de comportamento do indivíduo. Sabendo fazer melhores escolhas dentro das opções do cardápio, dá para comer fora de casa sem sair da dieta”, afirma Caroline.

Para a nutricionista Maria Clara Pinheiro, o melhor modo para ter uma alimentação adequada nesses locais é fugir de itens como frituras, promoções com tamanhos exagerados, refrigerantes e doces. “Se for possível escolher fast-food com opção japonesa, por exemplo, procure consumir as opções cruas, evite frituras e o molhos teriaki”, completa.

“Fast-food de saladas podem ser ótimas opções, mas é preciso tomar cuidado com as pegadinhas. Nem tudo que é gelado é salada. Nestes restaurantes, opte pelas versões de saladas sem molhos gordurosos, sem queijos, croutons, embutidos e batata palha, por exemplo”, acrescenta Maria Clara.

Leia mais:  Qual a diferença entre peças produzidas em porcelana ou cerâmica?

Alimentos saudáveis em restaurantes fast-food

Segundo Caroline, no momento de escolher os pratos, é recomendado optar por determinados produtos. São eles:

  • Carnes brancas, como aves, pescados, ovos e queijos magros;
  • Molhos à base de gorduras boas, como o abacate ou o azeite de oliva;
  • Pães de fermentação natural com farinhas integrais e tubérculos, como batata doce, mandioquinha e mandioca;
  • Saladas cozidas ou cruas;
  • Sementes, que podem ser usadas como acompanhamento ou tempero.

Leia também: De chocolate até ovos: estudo revela 20 alimentos que viciam

Cuidado com as armadilhas

batata de fast-food arrow-options
shutterstock
A fome pode ser traiçoeira e te levar a cair em armadilhas como “aumente sua batata por mais um real”


Nesses estabelecimentos, a atenção deve ser redobrada para não cair em nenhuma armadilha ou tentação. Maria Clara diz que é preciso ter cuidado porque a fome pode ser traiçoeira e levar a pessoa a fazer escolhas “desastradas”.

“Não se deixe enganar pelas promoções irresistíveis de ‘aumente sua batata por mais um real’. Ninguém precisa daquela quantidade toda de batata! Tente se planejar pra pensar na opção ‘menos pior’ do local que você estiver indo e saia decidido. Chegando lá, nem olhe para o lado. Siga o planejado”, orienta a nutricionista.

Caroline Lemos enfatiza que os benefícios de ter uma alimentação saudável vão além de perder peso e contribuem para diminuir o risco de doenças como diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia e obesidade.

Leia mais:  5 ideias de decoração natalina para seios e bumbum que viralizaram nas redes

Não caia em tentações

duvida do que comer arrow-options
shutterstock
Tenha em mente o que vai querer comer no local para não escorregar na hora de pedir e acabar prejudicando a saúde


Uma dica valiosa para não sabotar a saúde é resistir às tentações do cardápio e encarar as refeições nessas redes como uma exceção e não comer sempre nesses tipos de restaurantes.

Além disso, as nutricionistas ressaltam os ingredientes de uma alimentação equilibrada nesses casos. “Pão integral ou francês, sem manteiga, com peito de frango ou bife grelhados, uma fatia de muçarela, muito alface e tomate e um copo de suco de maracujá ou de melancia (sem açúcar)”, aconselha Maria Clara.

Como ser mais saudável nos fast-foods de Milena

“Se o restaurante disponibilizar as informações nutricionais da preparação, ajuda mais ainda, pois analisando as calorias e quantidade de macronutrientes do prato, podemos comer de modo mais saudável”, complementa a nutricionista da clínica NutriCilla.

Leia também: Como preparar pratos saudáveis em restaurantes por quilo?

Restaurantes mais indicados

restaurantes fast-food arrow-options
shutterstock
Restaurantes fast-food no estilo “monte seu prato” são os mais indicados para manter uma alimentação saudável


As redes mais comuns de comidas rápidas no Brasil são as que ainda servem hambúrguer com batatas fritas, mas há diversos tipos disponíveis, incluindo as opções de comidas japonesas e de sanduíches naturais.

“Hoje em dia, fast-foods saudáveis oferecem preparações supercompletas do ponto de vista nutricional, contendo equilibradas quantidades de macronutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras) e micronutrientes (vitaminas e minerais)”, afirma Caroline Lemos.


Se a intenção é manter uma dieta balanceada , a nutricionista recomenda os restaurantes fast-food no estilo ‘monte seu prato’. “São os ideias para quem quer fazer melhores escolhas, afinal, quem escolhe os acompanhamentos, ingredientes, alimentos que irão compor o prato é o próprio indivíduo”, explica Caroline.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Você não precisa ser a super mãe e também precisa de tempo. Vai descansar, mãe!

Publicado

por

source

Você hoje está exausta e ainda tem que dar conta dos filhos até a hora de dormir, é isso? Será que dá pra delegar esse colinho de mãe hoje? Deixar o pai, a avó, a secretária… alguém tomar conta das crianças? Dá pra se trancar no quarto e tirar umas horinhas só pra você? Relaxa, mãe. Vai descansar! Você não precisa ser 100% sempre. Ninguém é. 

Leia também: O que fazer quando seu filho apronta? Sempre se lembre: ele não tem sua idade

Mãe na Real arrow-options
Arquivo pessoal
Colunista do Delas fala sobre a mãe que precisa descansar

É essa mania da gente de achar que é mesmo um polvo, que tem trocentos braços e que é nosso papel cuidar de absolutamente tudo e ainda ter que estar linda e leve para brincar com as crianças no final de um dia exaustivo. Que bom se você consegue fazer tudo isso. Mas sabe aquele dia em que você diz: “Não aguento mais!”? Tudo bem, faz parte. Repassa o colo de mãe – ninguém vai morrer por isso – e vai desopilar um pouco. 

Na verdade, não precisa deixar chegar a esse ponto. Normalmente o dia a dia de quem é mãe é cansativo mesmo. Isso porque a gente assume responsabilidades demais e muitas vezes pode até delegar algumas atribuições a outras pessoas, mas acaba abraçando tudo. 

Leia mais:  Festasinfantis em um piscar de olhos. Conheça a forma descomplicada e fácil!

Ok, por mais que o pai ou qualquer outra pessoa na casa contribua com esses afazeres das crianças, só a gente sabe, de fato, quando está faltando fralda, se precisa comprar algum remédio, qual o dia de levar ao pediatra, o que vai na bolsa da escola, se teve alguma alergia ou porque não está indo tão bem nos estudos. Verificar se o filho lanchou, se almoçou, se jantou. Ui, cansei só de lembrar. 

Leia também: Inteligência emocional: o autocontrole precisa começar em você

O problema é que a gente abraça tudo isso e, muitas, vezes, mais que o cansaço físico, pesa mesmo é a cabeça da gente, que parece que vai dar um nó às vezes. Não é assim? Então relaxa, mamãe. Você precisa de tempo pra você também.

Uma horinha para uma caminhada, uma academia (exercícios físicos ajudam muito, porque liberam serotonina – um neurotransmissor que provoca aquela sensação de bem estar). Você precisa, nem que seja, se dar ao luxo de tomar aquele banho sozinha – sem menino gritando no juízo – deixando a água cair no corpo e relaxando. 

Ah, não tem tempo? Tem sim. A gente sempre achou que já não tinha tempo até nascer um filho, não é verdade? E quem tem mais de um filho sabe: a gente pensava que com um filho já não tinha mais tempo pra nada… até nascer o segundo.

Leia mais:  Amar o seu filho é suficiente

Ou seja, as coisas vão se arrumando. Coloque na sua rotina um tempinho pra você. Que não seja diariamente, mas que ao menos uma vez na semana possa sair com as amigas – ou jantar só com o marido, tomar aquele banho relaxante, sair para caminhar, ler um livro em um local sossegado… 

Enfim, não espere para dizer “eu não aguento mais!”. Coloque mais leveza no seu dia. Não é fácil administrar a nossa vida e também a dos filhos. Tem as atribuições das escolas das crianças, a logística das visitas ao pediatra, arrumar a bagunça da casa, a fralda que faltou, o filho que adoeceu, o leite pra fazer… Não. Não precisa ser tudo com você. Peça ajuda!

Leia também: Engolir o choro não vai ajudar os nossos filhos; eles precisam lidar com emoções


Delegue o colo de vez em quando. E se você é mesmo daquelas que querem ser a “super mãe ”, tudo bem, lembre-se que isso também é por eles. Ninguém quer uma mãe pilhada a ponto de explodir. Uma mãe calma, tranquila e feliz é uma mãe muito melhor para seus filhos. Então para tudo e vai descansar!

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Com método próprio, empreendedora consegue emagrecer 24 kg em 3 meses

Publicado

por

source

Em muitos casos, emagrecer pode não ser uma tarefa fácil, ainda mais quando se passa por situações complicadas de superar, como é o caso da fisioterapeuta Edivana Poltronieri, de 40 anos, que viu o peso aumentar após o término de seu casamento.

Leia também: Kelly Key conta segredos para ter o corpo definido e revela rotina de exercícios

Edivania conseguiu emagrecer com método próprio arrow-options
Arquivo pessoal
Edivania criou um próprio método de emagrecimento para dar adeus à obesidade e agora ajuda outras pessoas


Edivana pesava 92 kg e foi diagnosticada com obesidade grau II, com índice de massa corpórea entre 35,0 e 39,9. Depois de uma experiência negativa em um avião, ela decidiu criar uma maneira de emagrecer e dar adeus aos hábitos ruins.

A fisioterapeuta também é empreendedora e se especializou nas áreas de obesidade e emagrecimento, dermato-funcional e cardiovascular. Insegura com o próprio corpo, ela sentiu a necessidade de perder peso para melhorar seu desempenho no trabalho.

“Eu dava palestras e aulas em todo o Brasil sobre os problemas de saúde causados pela alimentação desregrada e, mesmo sendo uma excelente profissional, não me sentia com credibilidade para falar sobre o assunto sendo que eu estava obesa”, diz.

Na infância, Edivana afirma que sempre foi magra e se alimentava de modo adequado. Os problemas com a balança começaram a surgir após se separar. “Todos temos um start, um fator gatilho que disparou o descontrole alimentar, e esse foi o meu”, conta. “Entretanto, o meu maior ganho deve-se às minhas duas gestações. Na primeira, engordei 22 kg e, na segunda,14 kg”, pontua a fisioterapeuta.

Leia também: É possível comer de maneira saudável em restaurantes fast-food?

Dificuldade em se aceitar

O peso elevado interferia nas atividades do dia a dia e até ter uma boa noite de sono era difícil para a empreendedora. “Se você já acorda cansada, o dia inteiro vai mal. Meu raciocínio, capacidade de memória e reflexos, por exemplo, foram afetados. No trabalho, então, nem se fala!”, relembra.

Leia mais:  Qual a diferença entre peças produzidas em porcelana ou cerâmica?

A autocobrança também foi negativa nesse caso. Constantemente, Edivana se perguntava: “Como uma profissional da área da saúde, que pregava qualidade de vida e emagrecia todos seus pacientes, poderia estar acima do peso?”. Esse conflito interno prejudicou ainda mais a saúde dela e desencadeou a depressão.

Hora da mudança

Edivania, criadora do método 5S Estilo de Vida Saudável, emagreceu 24 kg em 3 meses arrow-options
Arquivo pessoal
Edivania criou o próprio método de emagrecimento, que inclui reeducação alimentar e vitaminas


Muitos fatores, além do bem-estar, contribuíram para que ela desejasse perder peso . O principal, segundo a fisioterapeuta, foi a baixa autoestima. “Eu já não me olhava mais no espelho, tinha que usar roupas que não combinavam com minha personalidade, mas eram as únicas que cabiam”, revela.

Além disso, Edivana relata que era frequentemente vítima de bullying e tinha dificuldades para realizar tarefas simples. A gota d’água, porém, ocorreu durante uma viagem de avião. “O cinto de segurança quase não fechou em mim e me neguei a pedir o extensor. Viajei esmagada com vergonha dessa cena”, confessa. “Isso me motivou a mudar a minha vida”, complementa.

Em janeiro de 2015, ela usou sua experiência para desenvolver um método mais fácil de emagrecimento . Após reunir tudo o que considerava fundamental, a fisioterapeuta deu início à sua jornada rumo ao peso ideal.

Para a empreendedora, o processo foi leve, prazeroso e eficaz, uma vez que conseguiu eliminar 24 kg em três meses. O modo como ela emagreceu chamou a atenção de amigos e parentes.

“A fórmula que parecia mágica, na verdade, era a integração de reeducação alimentar, suplementação de vitaminas, tratamentos estéticos e acompanhamento diário com nutricionista e psicólogo”, esclarece Edivana.

Os resultados foram tão satisfatórios que mudaram a maneira como a mulher se enxergava. “Escolher minhas roupas, me olhar no espelho e me achar bonita novamente não tem preço nenhum no mundo que pague. Voltei a me amar”, celebra.

Leia mais:  Mercúrio Retrógrado em ação: quais as consequências no dia a dia?

5S Estilo de Vida Saudável

A empreendedora enxergou nisso a possibilidade de ajudar outras pessoas e batizou o procedimento de 5S. Por meio dele, ela criou o  5S Estilo de Vida Saudável que, segundo a especialista, já colaborou para que mais de 40 mil pessoas conseguissem emagrecer de modo sustentável e com saúde. “O objetivo do 5S é inspirar pessoas a adotarem hábitos saudáveis, resultando em qualidade de vida e longevidade”, salienta.

Edivana relata que decidiu desenvolver um jeito de perder peso rápido e eficaz depois de “sofrer na pele” os efeitos negativos da obesidade para o corpo e para a mente. “O 5S pra mim é hoje a minha causa, a minha luta. O que me move do acordar ao dormir! Servir para nutrir a felicidade de pessoas inspirando-as a adotar um estilo de vida mais saudável, sem estereótipos, sem padrões, mas sendo você mesmo”, acrescenta.

O programa já existe há quatro anos e a criadora destaca que ele passa por “constantes evoluções e aprimoramentos para proporcionar uma experiência, não um método engessado”.

“Lançamos um sistema personalizado de gestão de relacionamento e tratamento do cliente para todas as clínicas parceiras, além da nossa própria plataforma de relacionamento – o Aplicativo 5S – no qual os profissionais e pacientes trocam informações todos os dias. E mais do que reposicionar a nossa marca, comprovamos cientificamente nossa metodologia”, conclui.

O emagrecimento passa pelo respeito aos limites

Atualmente, a fisioterapeuta pesa 71 kg, se diz mais feliz que nunca e aconselha quem deseja emagrecer . “Você precisa reconhecer que precisa de ajuda. Você precisa de pessoas durante toda a jornada. Não tente mais sozinho. Pode até dar certo por alguns dias e meses, mas o permanecer depende da força de uma comunidade. Respeite os limites do seu corpo e permita-se se conhecer”, diz.


Além disso, é fundamental não desanimar nem se cobrar demais para que os resultados apareçam. “Você não é fracassado. Os métodos e caminhos que utilizou é que não eram os ideais pra você! Você é e sempre será um vencedor”, finaliza.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana