conecte-se conosco


Polícia

Duplas armadas roubam celulares e bolsa no Mané Garrincha e Tangará II

Publicado

Dois roubos foram registrados pelas polícias Civil e Militar na noite desta sexta-feira, em Tangará da Serra. Os casos ocorreram nos bairros Mané Garrincha e Jardim Tangará II, foram praticados contra mulheres e envolveram criminosos armados com revólveres.

No primeiro caso, por volta das 22hs, duas mulheres tiveram seus celulares roubados por dois homens que tripulavam uma caminhonete F-4000 roubada, sendo um deles portando arma de fogo. As vítimas estavam na calçada, nas proximidades da escola do bairro, quando foram abordadas. Um dos criminosos as rendeu e as obrigou a entregarem seus celulares.

Detenção foi realizada pela PM na noite de ontem

Na fuga, os bandidos foram seguidos de moto pelas vítimas, que acionaram a Polícia Militar. Durante a busca, a guarnição conseguiu realizar a detenção de um dos ladrões, que conduzia a caminhonete. Identificado como Renan Washington Cardoso, de 26 anos, o infrator detido informou aos policias que o comparsa descera do veículo minutos antes, na Vila Esmeralda, tomando rumo ignorado.

Assaltante foi detido e apresentado na Delegacia local, de onde seguiu para o CDP

Renan recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Polícia, de onde deverá seguir ainda hoje para o Centro de Detenção Provisória (CDP), onde ficará à disposição da Justiça.

A caminhonete F-4000 que havia sido roubada pela dupla de assaltantes, foi devolvida ao proprietário ainda na noite de ontem.

Leia mais:  Três são flagrados no comércio de drogas em Colíder

De moto

Outra ocorrência de roubo aconteceu no mesmo horário da ocorrência anterior, por volta das 10hs. Uma mulher acabara de sair do trabalho e caminhava na Avenida Ismael José do Nascimento quando foi abordada por uma dupla tripulando uma moto de cor preta.


O carona ameaçou a vítima com um revólver, obrigando-a a entregar a bolsa. Os criminosos fugiram em direção à avenida Lions Internacional. A própria vítima registrou a ocorrência na Delegacia de Polícia local.

Comentários Facebook

Polícia

Dupla acusada de aplicar ‘golpe da OLX’ é presa em MT

Publicado

Dois homens acusados de aplicar golpes através de sites e redes sociais foram presos em flagrante, no sábado (18), em Rondonópolis.

A ação resultou na recuperação de objetos subtraídos da vítima avaliados em R$ 6,5 mil. A prisão dos estelionatários ocorreu após investigadores da 1ª Delegacia de Rondonópolis receberem informações sobre uma quadrilha especializada em golpes com a utilização dos aplicativos WhatsApp, Facebook e OLX.

Os suspeitos escolhiam vítimas que anunciavam produtos para venda através desses aplicativos, demonstrando interesse na mercadoria. A negociação geralmente era realizada durante o final de semana, quando não há expediente bancário, ocasião em que os suspeitos enviavam falsos comprovantes de pagamento (DOC ou TEC) às vítimas. Acreditando terem recebido o valor, o vendedor fazia a entrega dos produtos e somente mais tarde descobria que foi vítima de golpe.

Segundo o delegado, Santigago Rozeno Sanches e Silva, esse tipo de atitude é comum entre as organizações criminosas para dificultar o trabalho policial na identificação de outros integrantes do grupo e de outros crimes.

“Os suspeitos são apontados como integrantes de uma quadrilha envolvida em crimes de estelionato, que está envolvida em pelo menos 5 golpes semelhantes, aplicados entre dezembro e janeiro, com vítimas em Rondonópolis e região”, disse o delegado.

Com a informação de que os suspeitos estavam a caminho da cidade de Pedra Preta para buscar objetos, os policiais realizaram a abordagem dos suspeitos, no momento em que recebiam os produtos. Ao perceber a presença dos policiais um  dos suspeitos tentou fugir porém foi detido.


Os produtos da vítima foram apreendidos, assim como o veículo Volkswagen Golf utilizado pelos estelionatários. Na delegacia, um dos suspeitos jogou o aparelho celular contra a parede para que o objeto não fosse investigado.

Leia mais:  Cinco primeiros colocados nos Jogos da PJC recebem troféus na Diretoria Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende estelionatários envolvidos em golpes aplicados pela Internet

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Dois homens acusados de aplicar golpes através de sites e redes sociais da Internet foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no sábado (18.01), em Rondonópolis (212 km ao Sul). A ação resultou na recuperação de objetos subtraídos da vítima avaliados em R$ 6,5 mil.

A prisão dos estelionatários ocorreu após investigadores da 1ª Delegacia de Rondonópolis receberem informações sobre uma quadrilha especializada em golpes com a utilização dos aplicativos WhatsApp, Facebook e OLX.

Os suspeitos escolhiam vítimas que anunciavam produtos para venda através desses aplicativos, demonstrando interesse na mercadoria. A negociação geralmente era realizada durante o final de semana, quando não há expediente bancário, ocasião em que os suspeitos enviavam falsos comprovantes de pagamento (DOC ou TEC) às vítimas.

Acreditando terem recebido o valor, o vendedor fazia a entrega dos produtos e somente mais tarde descobria que foi vítima de golpe.

Com a informação de que os suspeitos estavam a caminho da cidade de Pedra Preta para buscar objetos, os policiai realizaram a abordagem dos suspeitos, no momento recebiam os produtos. Ao perceber a presença dos policiais um dos suspeitos tentou fugir porém foi detido.

Os produtos da vítima foram apreendidos, assim como o veículo Volkswagen Golf utilizado pelos estelionatários. Na delegacia, um dos suspeitos jogou o seu aparelho celular contra a parede para que o objetovo não fosse apreendio.

Leia mais:  Cinco primeiros colocados nos Jogos da PJC recebem troféus na Diretoria Geral

Segundo o delegado, Santigago Rozeno Sanches e Silva, esse tipo de atitude é comum entre as organizações criiminosas para dificultar o trabalho policial na identificação de outros integrantes do grupo e de outros crimes.


“Os suspeitos são apontados como integrantes de uma quadrilha envolvida em crimes de estelionato, que está envolvida em pelo menos 5 golpes semelhantes, aplicados entre dezembro e janeiro, com vítimas em Rondonópolis e região”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana