Connect with us

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Tangará da Serra

Dr. João e Eduardo Sanches buscam implementar cooperação Atividade Delegada de PMs em Tangará

Publicado em

O deputado Dr. João (MDB) e o vereador por Tangará da Serra, Eduardo Sanches (Republicanos), se reuniram na quarta-feira, 29, com o secretário de Segurança Pública do Estado, Alexandre Bustamante, para tentar colocar em prática a jornada voluntária de policiais militares na cidade.

Apesar da lei nº 5.649/2022 já ter sido aprovada na Câmara Municipal e regulamentada pelo prefeito Vander Masson, o Termo de Cooperação entre as partes ainda não foi assinado. Por conta disso, o deputado e o vereador fizeram uma reunião com o comandante da Sesp, na tentativa de ampliar as ações em prol da segurança pública de Tangará da Serra.

O deputado Dr. João pontuou que a reunião entre as partes foi bastante produtiva. “Nos reunimos com o secretário Bustamante e o coronel Chirolli. Eles irão conversar com o comandante-geral da PM, coronel Alexandre Mendes e vamos alinhar com o prefeito Vander Masson para colocar em prática esta atividade, que será muito benéfica para a sociedade tangaraense”, afirmou.

Eduardo Sanches enfatizou sobre o empenho do deputado em mais essa importante pauta para o Município. “Viemos falar sobre a atividade delegada mais uma vez, agora com o empenho do deputado Dr. João. Temos o compromisso da Sesp de se reunir com o prefeito Vander, para tentarmos avançar e resolver de vez esta questão”, pontuou o vereador.

Jornada Voluntária

Com a lei regulamentada e o termo de compromisso assinado, os policiais militares que estiveram em suas folgas poderão trabalhar de forma voluntária e receberão por isto. Conforme o texto aprovado, o valor bruto é de R$ 49,90/h.

Qualquer policial militar poderá participar da jornada voluntária, desde que esteja de folga das escalas regulamentares da unidade da PM em que serve e que tenha um mínimo de oito horas de descanso após cumprimento de jornada noturna.

Também é vedado que os PMs exerçam a atividade delegada quando sejam comissionados, inativos, pensionistas ou estejam em gozo de férias, licenças-prêmio e para tratamento de saúde.

A medida não vai gerar mais gastos ao Governo do Estado, já que a verba utilizada para pagamento das horas extras dos policiais sairá do Poder Executivo Municipal.

O termo é visto como benéfico para os dois lados, já que o município terá mais efetivo nas ruas e o governo verá diminuição nos índices de criminalidade da região com economia aos cofres públicos.

Tangará da Serra

Mudança de clima: Ventania causa estragos em Tangará da Serra

Published

on

O clima já mudou em Tangará da Serra e uma frente fria começa a ser anunciada para este final de semana. A ventania que chegou provocou estragos nas ruas da cidade.

Árvores foram derrubadas e segundo informações divulgadas por moradores em redes sociais, imóveis foram destelhados.

Em plena Avenida Brasil, nas proximidades da Prefeitura Municipal, um coqueiro caiu com o vento. Na Avenida Nilo Torres outra árvore também caiu e os carros que passavam pelo local tiveram que desviar dos galhos.

Em outra imagem que circula nas redes sociais, galhos de uma árvore caíram sobre dois veículos.

Continue Reading

Tangará da Serra

Reck Junior processa apresentador e site por vincula-lo à Lula

Published

on

O candidato a deputado estadual Reck Junior (PSD), entrou com ação judicial, (N. processo 1011696-96.2022.8.11.0055) contra o apresentador Erlan Pereira da Silva proprietário do site Impacto Geral, por suposta fakenews veiculada na matéria com o título “Reck Junior no palanque de Lula”.
Reck Junior pede na justiça a condenação do site ao pagamento de R$ 35.000,00 de indenização por danos morais em razão da matéria espalhada em grupos de whatsapp pelo próprio Erlan Pereira, conforme prints de grupos whatsapp apresentados no processo.
Nas palavras de Reck Junior “a reportagem tendenciosa e maliciosa não o ouviu, demonstrando a clara intenção de prejudicá-lo nas eleições de 2022, bem como a caminhada do requerente enquanto candidato a deputado estadual, levando em conta que dias antes já havia se manifestado que não estaria no palanque do ex-presidente Lula, nem nunca esteve.”
O processo será julgado pela justiça de Tangará da Serra e já tem audiência marcada para o dia 06/10/2022, às 15:15 horas.

Assessoria de impressa

Continue Reading

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana