conecte-se conosco


Cidades

Diretoria Executiva e Conselho Fiscal tomam posse na AMM

Publicado


A cerimônia de posse da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM foi realizada nesta quarta-feira (13), em uma cerimônia híbrida (presencial e on-line), que possibilitou uma ampla participação de representantes dos poderes constituídos e entidades representativas que defenderam  o fortalecimento da AMM e do movimento municipalista. Diferentes regiões de Mato Grosso estão representadas na  nova diretoria, que conta com 18 membros, além do presidente de honra, deputado Eduardo Botelho.

O presidente reeleito da AMM, Neurilan Fraga, que também integra o Conselho Político da Confederação Nacional dos Municípios, enalteceu em seu discurso a parceria com o presidente da CNM, Glademir Aroldi, que já  esteve diversas vezes em Mato Grosso.

Fraga destacou a luta e as conquistas municipalistas. Ele disse que quando assumiu o comando da AMM, em 2015, colocou na mão do senador Wellington Fagundes,  a bandeira do FEX e a compensação da Lei Kandir. “O senador encabeçou a luta, criou a comissão mista e fez a mobilização. Hoje ele é considerado o senador mais municipalista do Brasil, por esta visão, pela conquista da aprovação da Lei Complementar de sua autoria, que garante aos municípios os recursos pela desoneração fiscal”, lembrou.

Neurilan agradeceu o secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e ao governador Mauro Mendes. “Seremos parceiros e queremos contribuir com o estado”, disse. Ele saudou os parlamentares e disse que vai trabalhar integrado com as bancadas federal e também estadual para que os municípios sejam atendidos. “Vamos lutar pela distribuição mais justa do bolo tributário nacional, pois a União concentra a maior parte da arrecadação. Iremos trabalhar para que haja uma inversão desta distribuição, pois os municípios são os mais penalizados”, frisou.

O presidente da CNM, Glademir Aroldi, parabenizou a nova diretoria da AMM e destacou que os prefeitos da gestão  passada enfrentaram um grande desafio com a pandemia e que as dificuldades irão continuar neste novo mandato. Aroldi defendeu a parceria com as bancadas federais para conquistar novos pleitos no Congresso Nacional, além de ampliar a articulação com o Governo Federal para assegurar novos avanços.

O dirigente destacou várias conquistas dos últimos anos, como a aprovação do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação –  Fundeb, nova lei de Licitações, além da aprovação do Projeto de Lei Complementar, de autoria do senador Wellington Fagundes, que autoriza a União transferir R$ 65,5 bilhões aos estados e municípios para compensar perdas de arrecadação provocadas pela Lei Kandir. “Neurilan liderou o processo da Lei Kandir em nome do municipalismo brasileiro”, assinalou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, disse que vai trabalhar em apoio à instituição e aos municípios. “Fiquei muito honrado por ter sido escolhido para fazer parte da diretoria da AMM, como presidente de honra.  Sou um deputado municipalista e temos que trabalhar para sair da pandemia”, afirmou, defendendo a união dos prefeitos e dos governos federal e estadual.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, falou em nome dos prefeitos na cerimônia. Ele destacou a importância da união dos gestores para superar problemas comuns aos municípios. “Não é fácil ser prefeito, pois são inúmeras as responsabilidades e dificuldades. É preciso a união dos municípios para dividir o peso e uma relação mais próxima para sermos ouvidos na Bancada Federal,  Governo Federal e Estadual,”, frisou, ressaltando que os municípios pequenos só serão ouvidos se a AMM estiver fortalecida.

Representantes da Bancada Federal de Mato Grosso também participaram do evento. O senador Wellington Fagundes destacou a aprovação do projeto que destina R$ 65 bilhões aos municípios como reposição das perdas com a Lei Kandir e ressaltou a participação da AMM nessa importante conquista para os municípios. “O projeto é fruto do trabalho elaborado pelos técnicos da CNM e da AMM, que é uma das associações mais organizadas do país”, frisou.

Os deputados federais Rosa Neide, Emanuel Pinheiro Neto e José  Medeiros destacaram a atuação da AMM para  a conquista de avanços para os  municípios e se colocaram  à disposição para apoiar as bandeiras da instituição e do movimento municipalista. “Parabenizamos a nova diretoria da AMM, que vai ter um papel relevante para buscar recursos para os municípios”, afirmou o deputado José Medeiros.  

Representando o governador Mauro Mendes, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho,  sinalizou para o fortalecimento da parceria entre o Governo de Mato Grosso e a AMM. “Estamos dispostos a discutir com a AMM todas as propostas que são de interesse dos municípios”, afirmou.

O presidente do Tribunal de Contas, Guilherme Maluf, foi representado pelo auditor Flávio Vieira, que destacou a postura mais orientativa e pedagógica do TCE com as prefeituras. “Em 2021 vamos avançar no apoio aos municípios”, adiantou.

  

DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELHO FISCAL  (2021/2023)

Presidente de Honra: Deputado José Eduardo Botelho

Presidente: Neurilan Fraga (PL) – Ex-prefeito de Nortelândia

1º Vice-Presidente: Janailza Taveira Leite (Solidariedade) – prefeita de   São Félix do Araguaia

2º Vice-Presidente: Marcelo de Aquino – (PL) – prefeito de General Carneiro

3º Vice-Presidente: Marilza Augusta de Oliveira (MDB)- prefeita de Nova Brasilândia

4º Vice-Presidente- Edu Laudi Pascoski (PL)- prefeito de Itanhangá

5º Vice-Presidente – Valdecio Luiz da Costa (PL)- prefeito de Dom Aquino

Secretário GeralDaniel Rosa do Lago (PDT) – prefeito de Porto Alegre do Norte

1º Secretário: Leocir Hanel (PSDB) – prefeito de Nobres

2º Secretário: José Guedes de Souza (MDB) – prefeito de Rondolândia

Tesoureiro Geral: Silmar de Souza Gonçalves (DEM) – prefeito de Nossa Senhora do Livramento

1º Tesoureiro: Alex Steves Berto (Solidariedade) – prefeito de  Rosário Oeste

2º Tesoureiro: Altamir Kurten (PSDB) – prefeito de Cláudia

 

Conselho Fiscal:

1º Jacob Andre Bringsken (MDB)- prefeito de Vila Bela da Santíssima Trindade

2º Márcio Conceição Nunes de Aguiar (PSB)- prefeito de Cocalinho

3º Jadilson Alves de Souza (Republicanos) – prefeito de Curvelândia

Suplentes Fiscais:

1º Héctor Alvares Bezerra (PSL)- prefeito de Mirassol D’Oeste

2º Ederson Figueiredo (PP)- prefeito de Arenápolis

3º Julio Cesar dos Santos (MDB)- prefeito de Apiacás

 

Fonte: AMM

Comentários Facebook

Cidades

Grave acidente registrado entre Barra do Bugres e Assari

Publicado

Motociclista ficou ferido em colisão

Motociclista fica gravemente ferido ao se envolver em acidente entre o distrito de Assari e o município de Barra do Bugres. O registro foi feito por um leitor do site que enviou à redação o relato da ocorrência logo que a colisão ocorreu.

De acordo com as informações repassadas pela testemunha, o motociclista teria acertado em cheio a traseira de um veículo da prefeitura de Tangará da Serra ao passar por um quebra-molas.

“A maneira como ele caiu, a forma como o vimos no chão, nos leva a crer que foi um acidente grave e que ele está bastante ferido”, relatou a testemunha que passava pelo local do acidente no exato momento em que a ocorrência fora registrada.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

AMM apoiará municípios na consolidação e fortalecimento dos consórcios

Publicado

por


A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM irá apoiar os prefeitos na reativação e consolidação dos consórcios intermunicipais. Uma coordenação será criada dentro da estrutura da entidade para contribuir com o fortalecimento das estruturas no estado. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (15) pelo presidente da instituição, Neurilan Fraga, durante a eleição da presidência do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico e Social do Vale do Rio Cuiabá.

Durante a solenidade, Fraga disse que foi o idealizador da política que dividiu os 141 municípios do estado em 15 consórcios, durante o Governo Blairo Maggi. “Um dos primeiros consórcios criados foi o da Baixada Cuiabana, que reúne os municípios aqui representados”, lembrou.

Ele lamentou que os consórcios estejam enfraquecidos. “Hoje, infelizmente, os consórcios perderam a sua essência de desenvolvimento e integração. Hoje nove estão desativados e outros funcionam com muita dificuldade”, acrescentou.

O processo contou com a condução do ex-prefeito de Rosário Oeste, João Balbino, que presidiu o consórcio nos últimos anos. Ele afirmou que os novos gestores têm como desafios principais a regularização fundiária, o licenciamento ambiental e a venda dos produtos oriundos da agricultura familiar na capital. “Os municípios que compõem o consórcio, com a exceção de Cuiabá e Várzea Grande, possuem o mesmo perfil econômico, social e cultural. Temos a vocação para a produção de alimentos, mas não conseguimos colocar esses produtos à venda no maior mercado consumidor do estado”, criticou.

A escolha do grupo foi decidida em consenso pelos prefeitos presentes e contará com a liderança do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. A diretoria do consórcio ainda conta com a participação dos prefeitos de Nossa Senhora do Livramento, Silmar Gonçalves, e de Jangada, Rogério Meira.

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, enalteceu a liderança do presidente da AMM, Neurilan Fraga por mostrar que a união faz a força do municipalismo. Ele frisou que na condução do consórcio, pretende trabalhar de forma integrada com a instituição e os municípios da baixada cuiabana. Emanuel destacou que a região deverá ter o reconhecimento como polo, que tem força econômica, política e administrativa. “Temos história e tradição. Crescemos em número de população e economicamente, mas perdemos politicamente. Lembramos que somos a mola propulsora do estado, unindo Cuiabá, várzea Grande e os municípios próximos. Vamos fazer deste consórcio um modelo de integração, de uma gestão compartilhada de sucesso”, garantiu

 Na ocasião, Emanuel anunciou que através da Secretaria Municipal de Turismo da Capital, criada recentemente, será elaborado o Plano de Desenvolvimento Econômico e Integrado. “A meta é valorizar o potencial de belezas naturais turísticas e a fonte econômica de toda a região da baixada cuiabana, assinalou.

Confira a nova estrutura gestora do Consórcio do Vale do Rio Cuiabá:

Presidente – Emanuel Pinheiro (Cuiabá)

1º vice-presidente – Silmar de Souza Gonçalves (Nossa Senhora do Livramento)

2º vice-presidente – Rogério Meira (Jangada)

Conselho Fiscal:

1º Francieli Magalhães de Arruda (Santo Antônio de Leverger)

2º Alex Steves Berto (Rosário Oeste)

3º Osmar Froner (Chapada dos Guimarães)

1º Suplente – Atail Marques do Amaral (Poconé)

2º Suplente – Benacil Lemes (Acorizal – interino)

3º Suplente – Natal de Assis (Planalto da Serra)

Secretário Executivo: Eduardo Belmiro da Silva

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana