conecte-se conosco


Curiosidades

Detentos tentam fugir durante audiência e o próprio juiz os persegue; assista

Publicado


Juiz corre atrás dos detentos em quatro lances de escada, até que consegue pegar um deles
Reprodução/Daily Mail

Juiz corre atrás dos detentos em quatro lances de escada, até que consegue pegar um deles

Dois detentos tentaram fugir durante um julgamento realizado nessa terça-feira (23) no tribunal do Condado de Lewis, nos Estados Unidos. Kodey Howard e Tanner Jacobonson correram pelos corredores enquanto ainda estavam algemados, mas o juiz corre atrás dos detentos. 

Leia também: Pane em escada rolante no metrô de Roma deixa feridos; assista ao vídeo

Howard, de 28 anos e Jacobonson, de 22, estavam sendo julgados por acusações ainda desconhecidas em um tribunal em Lewis quando decidiram tentar fugir – mesmo estando algemados. Os vídeos, captados pelas câmeras de segurança da corte, mostram que o próprio juiz corre atrás dos detentos
.

Antes de iniciar a perseguição, o magistrado RW Buzzard, é visto tirando sua túnica preta para depois correr pelos corredores do prédio atrás dos fugitivos. Um dos suspeitos chega a cair por conta da falta de equilíbrio causada pelos punhos algemados.

As imagens da câmera de segurança do tribunal mostram Buzzard
correndo atrás dos fugitivos por quatro lances das escadas de incêndio, até que ele consegue segurar Howard já na porta de saída. O segundo, Jacobonson, consegue correr mais alguns quarteirões, mas também foi detido pelas autoridades. 

No Twitter, o jornal CBS Evening News publicou o vídeo das câmeras de segurança. “Fazendo uma pausa para isso: Quando dois presos saíram de um tribunal em Lewis County, eles sabiam que a polícia iria atrás deles – o que eles não esperavam era que o juiz também viesse.”

Leia também: Número de vítimas do Furacão Michael nos Estados Unidos sobe e chega a 18

Juiz corre atrás dos detentos nos EUA; assista abaixo:

O promotor do condato de Lewis, Jonathan Meyer, disse em entrevista ao jornal local The Chronicle
que uma ideia para diminuir os incidentes dentro do tribunal é permitir que guardas armados monitorem o local em todos os momentos. “Francamente, eu não gosto quando os juízes partem para perseguir as pessoas… porque não é isso que eles são treinados para fazer”, disse Meyer.

No vídeo, o juiz corre atrás dos detentos
e consegue pegá-los. Após isso, ambos foram acusados em segundo grau por tentativa de fuga e terão que pagar fiança em dinheiro no valor de US$ 50 mil dólares para Howard e de US$ 100 mil para Jacobonson (o detento que conseguiu deixar o prédio do tribunal). 

Leia também: Selfies ‘já mataram’ 259 pessoas, mostra estudo; homens são principais vítimas

Comentários Facebook

Curiosidades

Vídeo de cachorro de “carona” na moto viraliza na internet em Tangará da Serra

Publicado

Um vídeo de um cachorro de carona no colo do dono numa motocicleta viralizou nas redes sociais, nesta sexta-feira (05). A imagem divulgada por uma internauta foi gravada em Tangará da Serra.

O cão aparece todo esticado, na condição de passageiro, entre os braços do piloto, com as duas patas traseiras no colo do homem e se apoiando no guidão do veículo com as patas dianteiras.  O curioso, e se tornou um atrativo a mais para o flagrante inusitado é que em tempos de pandemia, o mascote estava de máscara, para se proteger do coronavírus.

A cena da dupla foi gravada na Avenida Ismael José do Nascimento, no Jardim Tanaka, uma das mais movimentadas da cidade. Enquanto os dois seguem o trecho, é possível ouvir uma mulher se divertindo ao se deparar com a cena e filmar o transporte do animal na moto.

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Gêmeos ganham os nomes de Corona e Covid

Publicado

Um casal de indianos resolveu batizar os gêmeos recém-nascidos como Corona (a menina) e Covid (o menino), na cidade de Raipur, na Índia.

As crianças nasceram nas primeiras horas do dia 27 de março, no Hospital Memorial Dr. BR Ambedkar, segundo o site indiado “Press Trust da Índia”. Os pais se chamam Preeti e Vinay Verma, residem no município de Chhattisgarh, e disseram que os nomes foram escolhidos para simbolizar o triunfo sobre as dificuldades.

A opção inusitada por chamá-los dessa forma acontece em meio a pandemia do novo coronavírus, que assola mais de 200 países no mundo, com mais de 1 milhão de infectados pela Covid-19 e quase 57 mil mortes, segundo o estudo da universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

“O parto aconteceu depois de enfrentar várias dificuldades e, portanto, eu e meu marido queríamos tornar o dia memorável. De fato, o vírus é perigoso e potencialmente fatal, mas seu surto fez as pessoas concentrarem a atenção no saneamento, na higiene e incorporarem outros bons hábitos. Assim, pensamos sobre esses nomes. Quando a equipe do hospital também começou a chamar os bebês de Corona e Covid, finalmente decidimos dar seus nomes em razão da pandemia”, disse a mãe.

O casal já tem uma filha de dois anos e lutou para chegar ao hospital a tempo do parto em meio ao bloqueio. Segundo ela, a ambulância acionada pelo marido para levá-la ao hospital chegou a ser parada pela polícia porque os carros estão proibidos de transitar por causa do bloqueio nacional.

“‘De repente, senti fortes dores de parto e, de alguma forma, meu marido arranjou uma ambulância. Como nenhum movimento veicular foi permitido nas estradas devido ao bloqueio, fomos parados pela polícia em vários lugares. Mas eles nos deixaram sair depois de perceber minha condição”, contou a mãe.

Os gêmeos nasceram por cesariana após complicações, e tanto a mãe quanto o bebê tiveram alta. A porta-voz do hospital administrado pelo governo, Shubhra Singh, confirmou a notícia ao canal “NDTV”, da ÍNdia. No entanto, os pais de Corona e Covid disseram que mais tarde podem mudar sua decisão e mudar seus nomes.

Atualmente, a Índia está envolvida em um bloqueio de 21 dias em uma tentativa de combater os casos crescentes de coronavírus. Os números mais recentes revelam que mais de 2.300 pessoas foram diagnosticadas com o Covid-19 em toda a Índia e 56 morreram.

 

 

 

 

Fonte:Extra

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana