conecte-se conosco



Nacional

Deputados do PSL procuram Rodrigo Maia para discutir vagas na Câmara

Publicado


Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi procurado por deputados do PSL após mensagens vazarem revelando articulação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para formar chapa de oposição ao atual presidente da Câmara
Reprodução/Agência Brasil

Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi procurado por deputados do PSL após mensagens vazarem revelando articulação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para formar chapa de oposição ao atual presidente da Câmara

Deputados do PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, procuraram o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nos últimos dias para discutir o futuro espaço da sigla na Mesa Diretora e em comissões chave da Casa a partir da próxima legislatura que começa em fevereiro de 2019.

Leia também: Após café com oficiais, Bolsonaro vai ao interior de SP para evento militar

O movimento deste grupo de deputados , no entanto, vai na direção contrária ao de outras lideranças do partido que, segundo mensagens reveladas pelo jornal O Globo na tarde de ontem (6), estão tentando montar uma candidatura de oposição ao nome de Rodrigo Maia, em torno do apoio ao deputado João Campos (PRB-GO).

Liderado pelo atual presidente do PSL, Luciano Bivar, o grupo que procurou Maia indicou que gostaria de garantir uma importante vaga na composição da Mesa Diretora da Casa, provavelmente a vice-presidência, e o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importa da Câmara já que por ela passam todos os projetos relacionaos a constitucionalidade e legalidade que, depois, serão submetidos ao plenário.

Leia também: Bolsonaro discute estrutura de governo com seus futuros ministros em Brasília

Leia mais:  Moro pressiona Câmara a aprovar lei contra grupos terroristas ainda em 2018

Dirigentes do DEM, no entanto, afirmam que Rodrigo Maia não assumiu nenhum compromisso com o PSL e revelaram irritação de aliados do atual presidente da Câmara com o partido. Isso porque Maia já tinha pedido a neutralidade ao governo Bolsonaro que, por sua vez, declarou publicamente que não iria interferir na disputa. Dessa forma, se as articulações com o atual presidente da Casa realmente fracassarem, a vice-presidência da Mesa na chapa de Maia deve ficar com um dos partidos do “Centrão”. Na gestão atual, o posto é ocupado pelo MDB.

Enquanto isso, a outra ala do PSL, que inclui o filho do presidente eleito, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), tenta atrair integrantes de outras siglas para fortalecer a candidatura de Campos. O jornal O Globo revelou que, secretamente, o deputado federal eleito por São Paulo se reuniu com dirigentes de legendas como o PR, PRB e o Podemos para lançar uma outra chapa com o apoio do governo.

Leia também: Criador do Escola Sem Partido discorda de texto que está sendo votado na Câmara

Campos pediu ao filho de Bolsonaro que convença o pai a se envolver diretamente com a disputa na Câmara, da qual Bolsonaro tem procurado manter distância. Representantes do PRB ouviram do futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que o bloco de deputados poderá ter simpatia do novo governo, mas não mais do que isso.

Leia mais:  8vantagens de estudar na Universidade Nove de Julho

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Considerado foragido, João de Deus deve se entregar amanhã, diz defesa

Publicado

por


Defesa afirma que João de Deus se entregará à Justiça amanhã (16)
Cesar Itiberê/ Fotos Públicas

Defesa afirma que João de Deus se entregará à Justiça amanhã (16)

O médium João de Deus, acusado por mais de 330 denúncias de abusos sexuais contra mulheres, deve se entregar à Justiça neste domingo (16), de acordo com sua defesa. As informações foram apuradas pelo jornal O Estado de S. Paulo .

Segundo a publicação, João de Deus deve se entregar amanhã em Goiás. A data foi informada no final da tarde deste sábado (15), após o líder espiritual ter sido considerado foragido pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) e ter seu nome incluído na lista da Interpol.

A prisão preventiva de João de Deus foi decretada ainda na manhã de sexta-feira (14) após a Justiça aceitar o pedido do Ministério Público de Goiás que já havia recebeu mais de 330 denúncias de mulheres que se dizem vítimas de abuso sexual por parte do líder espiritual João Teixeira de Faria, o João de Deus. Os relatos chegaram de pessoas de  s eis países diferentes, além de 13 estados do Brasil e do Distrito Federal .

Horas antes do pedido de prisão, o líder espiritual esteve na  Casa Dom Inácio de Loyola  pela primeira vez desde que começaram a surgir denúncias contra ele . O médium permaneceu no local por apenas 10 minutos e se disse inocente. “Meus queridos irmãos e minhas queridas irmãs. Agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus, mas quero cumprir a lei brasileira porque estou na mão da lei brasileira. João de Deus ainda está vivo”, declarou.

Leia mais:  TSE julga nesta terça-feira prestação de contas da campanha de Bolsonaro

De acordo com o coordenador da força-tarefa do MPGO, responsável por apurar as denúncias contra João de Deus , promotor Luciano Miranda Meireles, há indícios de que o líder espiritual tenha praticado diversos tipos de crimes sexuais, como estupro, estupro de vulnerável (quando cometido contra menor de 14 anos ou quem esteja em situação de vulnerabilidade) e violação sexual mediante fraude. Os dois primeiros crimes, segundo observou Mendes, são considerados hediondos, sendo o estupro de vulnerável o crime com maior pena prevista, podendo resultar em condenação de até 15 anos de reclusão.

Investigadores apuram que João de Deus sacou R$ 35 milhões de sua conta


Pela primeira vez depois das denúncias de crimes sexuais, João de Deus apareceu  na Casa Dom Inácio de Loyola na quarta-feira (12)
Marcelo Camargo/ABr

Pela primeira vez depois das denúncias de crimes sexuais, João de Deus apareceu na Casa Dom Inácio de Loyola na quarta-feira (12)

Investigadores do caso do líder espiritual  identificaram movimentações bancárias recentes nas contas do médium . Segundo informações do portal O Globo , até quarta-feira (12) já haviam sido sacados R$ 35 milhões em seu nome.

De acordo com o site, a descoberta destas operações financeiras acelerou o processo de ordem de prisão de João de Deus . O dinheiro teria sido retirado de aplicações que o homem tem em instituições bancárias. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Tiroteio em praia de São Vicente mata um e deixa dois feridos; veja o vídeo

Publicado

por


Tiroteio em São Vicente deixou uma banhista ferida
Reprodução YouTube

Tiroteio em São Vicente deixou uma banhista ferida

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas durante um tiroteio em São Vicente, no litoral de São Paulo, na tarde deste sábado (15). De acordo com informações, o crime aconteceu na praia dos Milionários.

O homem que morreu foi um dos autores do tiro. Entre os baleados, um dos comparsas do tiroteio em São Vicente e uma banhista, que foi atingida nas costas e está internada no Hospital Municipal da cidade.

No vídeo, é possível escutar os tiros, gritos e ver a correria dos banhistas, que saem da faixa de areia rapidamente. O crime aconteceu por volta 15h20 quando os dois homens tentaram roubar banhistas. Um policial militarque estava no local, de folga, percebeu a ação e reagiu. Confira a filmagem divulgada pelo portal A Tribuna :


Mais informações em instantes

Comentários Facebook
Leia mais:  Contas de Bolsonaro devem ser aprovadas com ressalvas, dizem técnicos do TSE
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana