conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Política MT

Deputados de MT têm maior verba indenizatória do Brasil

Publicado

Um deputado estadual de Mato Grosso pode custar R$ 94 mil por mês só de salário, verba indenizatória e ajuda de custo, além de ter direito a carros, combustível e passagens áreas e de ônibus.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso tem 24 deputados. Cada um recebe um salário de R$ 25 mil e mais duas parcelas de R$ 25 mil por ano, a título de ajuda de custo, mas só recebe quem comparecer a 2/3 das sessões, uma espécie de prêmio para quem cumpre uma obrigação.

Além disso, os parlamentares recebem verbas complementares para custeio. A maior delas é a verba indenizatória. que subiu mais de 300% entre 2010 e 2015.A verba indenizatória dos deputados foi instituída pela Lei 9.493 de 2010, e fixada, à época, em R$ 15 mil. Em 2011, também por força de lei, o limite da verba subiu pela primeira vez, para R$ 20 mil . Em 2012, veio o primeiro grande salto, chegando a R$ 35 mil. Durante esses anos os gastos, não precisavam ser comprovados.

Em 2013, uma resolução tornou obrigatória a comprovação dos gastos, mas essa medida foi derrubada em menos de um ano. Em 2015, veio o maior dos aumentos. A verba indenizatória foi para R$ 65 mil, valor que permanece até hoje. É a maior verba indenizatória do país. Quase R$ 35 mil a mais que a média paga aos deputados em todas as assembleias legislativas do país, que t~em média de R$ 31 mil.

Leia mais:  Deputado se reúne com Ministra Damares e presidente da Funai

Em delação premiada, no ano de 2017, o ex-governador Silval Barbosa chegou a afirmar que os sucessivos aumentos da verba indenizatória foram usados para institucionalizar uma espécie de mensalinho para deputados aprovarem pautas do governo. Hoje os deputados justificam que o estado é grande e que há necessidade do dinheiro para exercer a função parlamentar, visitando regiões.

Acontece que a verba indenizatória não é o único benefício para abater gastos. Com deslocamento, cada deputado tem direito a combustível, passagens de ônibus, passagens de avião, frete de jatinhos, aluguel de carros.A verba indenizatória, deveria ser usada apenas para despesas no exercício da função, como hospedagem e refeição durante as viagens. Mas, segundo organizações que acompanham e fiscalizam movimentações políticas no estado, esse dinheiro acaba desviado para outros fins.

Até março deste ano, o portal da transparência da Assembleia Legislativa trazia os nomes e quanto cada deputado gastava da verba indenizatória. Já em abril o sistema mudou e traz apenas números, sem identificar o deputado.

Fonte:G1

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Nos EUA, governador de MT posta vídeo em que discursa sobre preservação ambiental e cobra contribuição de países mais ricos

Publicado

Foto: Secom

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), postou neste domingo (22), na página dele em uma rede social, um vídeo do discurso dele durante evento em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Além de Mendes, participaram da cerimônia “5 anos da Plataforma da Declaração de Nova Iorque sobre Florestas”, os governadores do Amazonas, Wilson Lima (PSC), do Acre, Gladson Cameli (PP), e do Amapá, Waldez Goes (PDT).

Ele exaltou a capacidade de Mato Grosso em produzir e ampliar produção, sem a necessidade de desmatar.

“Temos hoje essa grande produção que poderá ser duplicada nos próximos 10 anos e temos 63% do nosso território preservado. Gostaria que outras partes do planeta, como os Estados Unidos, que é o grande produtor mundial de alimentos, tivessem esse mesmo nível de produção e de preservação que nós temos”, afirmou.

Mendes avaliou que a vontade de crescer e de gerar riqueza, historicamente, provocou essa abertura de áreas de florestas para a produção agrícola.

“Estamos dispostos a fazer a nossa parte. Mato Grosso renova o compromisso de caminhar na preservação e estamos tomando medidas para que isso aconteça”, disse, ao citar que está sendo ampliada a fiscalização para combater o desmatamento e punir criminosos.

Segundo ele, é preciso criar mecanismos para proteger as florestas, promovendo o desenvolvimento sustentável.

“Precisamos que o mundo, os países mais ricos do mundo compareça, não só no nosso estado, no nosso país, compareçam às áreas de florestas tropicais, dando as contrapartidas financeiras já prometidas e pactuadas em reuniões que já aconteceram ao redor do planeta”, enfatizou.

Leia mais:  Janaina articula e MPE se compromete a ajudar na mediação junto ao governo para por fim à greve na educação

Mendes viajou para os Estados Unidos na última quinta-feira (19) e se licenciou do cargo, porque ficará fora até o dia 26 deste mês. De lá, ele seguirá para a Bolívia.

Enquanto isso, o cargo será ocupado pelo vice-governador Otaviano Pivetta. (G1/MT)

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Gallo apresenta relatório das metas fiscais do 2º quadrimestre

Publicado

por

Foto: Fablício Rodrigues / Secretaria de Comunicação Social

O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, apresenta a evolução das metas fiscais relativas ao 2º quadrimestre de 2019, governo Mauro Mendes (DEM), para a Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa. A audiência pública de terça-feira (24) está marcada para começar às 9 horas, no auditório Milton Figueiredo.

Segunda-feira (23)

A Assembleia Legislativa, por intermédio do Instituto Memória do Poder Legislativo, realiza a exposição “Diamantino em Cores”, de autoria dos artistas plásticos do município de Diamantino. A mostra, aberta à sociedade, ficará de hoje até a próxima sexta-feira (27), no saguão principal da Casa de Leis. A abertura está prevista para as 10 horas.

No município de Juina, distante de Cuiabá 730 quilômetros, os deputados Thiago Silva (MDB) e João Batista (Pros) realizam audiência pública para debater o Projeto de Lei nº 668/2019, Mensagem nº 107/2019, que dispõe sobre a Política Estadual da Pesca, mais conhecido como Cota Zero. O debate será no Plenário da Câmara Municipal da Cidade, a partir das 14 horas.

Sugerida pelo deputado Wilson Santos (PSDB), a Câmara Setorial Temática para discutir as políticas públicas para as pessoas com deficiência (PCD) em Mato Grosso dá início à sua primeira reunião às 14 horas, na sala Deputado Oscar Soares, 201.

Hoje, tem reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal. A reunião está marcada para começar às 14 horas, no auditório Milton Figueiredo.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária será homenageado pelos seus 50 anos em Mato Grosso. As homenagens serão feitas pela deputada Janaina Riva (MDB). A sessão solene será às 19 horas, no auditório Milton Figueiredo.

Terça-feira (24)

Com objetivo de apresentar a evolução das metas fiscais relativas ao 2º quadrimestre de 2019, do governo Mauro Mendes (DEM), o secretário de Estado de Fazenda (Sefaz), Rogério Gallo, vai apresentar os números à Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária, a partir das 9 horas, no auditório Milton Figueiredo. A audiência pública é uma determinação da Lei Complementar Federal nº 101, mais conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Leia mais:  Seis nomes são oficializados para disputar vaga de conselheiro do TCE

Os deputados membros da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) realizam a 24ª reunião da atual sessão legislativa da 19ª Legislatura. Na pauta, 25 proposições. A reunião está marcada para a sala Deputado Oscar Soares, 201, e tem o início previsto para as 14 horas.

Audiência pública vai debater o atendimento preferencial aos contadores em órgãos estaduais. A audiência, solicitada pelo deputado Wilson Santos (PSDB),  está marcada para as 14h30, no auditório Milton Figueiredo.

Às 17 horas, de acordo com o Regimento Interno, os deputados devem se reunir para a realização de sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Quarta-feira (25)

Às 8 horas, de acordo com o Regimento Interno, os deputados devem se reunir para a realização de sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Às 14 horas, duas reuniões de comissões permanentes movimentam esse horário. A de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais será na sala Deputado Oscar Soares, 201. A outra, de Saúde, Previdência e Assistência Social, será na sala Deputada Sarita Baracat, 202.

Já às 16 horas, a reunião é de Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público. A reunião será feita na sala Deputado Oscar Soares, 201.

Às 17 horas, de acordo com o Regimento Interno, os deputados devem reunir para a realização de sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Quinta-feira (26)

Às 8 horas, de acordo com o Regimento Interno, os deputados devem se reunir para a realização de sessão ordinária no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Leia mais:  Deputado se reúne com Ministra Damares e presidente da Funai

A Assembleia Legislativa, por intermédio do deputado Wilson Santos (PSDB), realiza o 1º Simpósio sobre Educação e Social da Pessoa Surda, Teorias Políticas e Práticas. O evento está previsto para começar às 8 horas, com o término previsto para as 18 horas. O assunto será discutido nos auditórios Milton Figueiredo e Licínio Monteiro.

Os deputados Sílvio Fávero (PSL) e Dr. Eugênio (PSB) realizam audiência pública em Barra do Garças para debater a retomada das obras do projeto Escola Tiradentes, nas antigas instalações da Escola Dom Bosco. O local do debate está marcado para a Câmara Municipal, às 19 horas.  

Sexta-feira (27)

O deputado João Batista (Pros) realiza sessão solene para comemorar o Dia Nacional do Idoso. As homenagens serão feitas no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour, a partir das 9 horas.

Em Rondonópolis, os deputados Thiago Silva (MDB) e Sebastião Rezende (PSC) realizam audiência pública para debater o Projeto de Lei nº 668/2019, Mensagem nº 107/2019, que dispõe sobre a Política Estadual da Pesca, mais conhecido como Cota Zero. A audiência está marcada para começar às 14 horas, na Colônia Z-03, de Rondonópolis, localizada na avenida Cuiabá, 95, Centro.

Já no município de Santa Terezinha, distante 1.293  quilômetros, o deputado Valdir Barranco (PT) realiza audiência pública para debater a regularização fundiária rural em Mato Grosso. Os debates estão marcados para o ginásio Ana Flávia Maciel, com início previsto para as 14 horas.

Aqui em Cuiabá, o deputado Lúdio Cabral (PT) realiza audiência pública para discutir a possível privatização dos Correios e suas consequências. O debate foi marcado para as 18 horas, no auditório Milton Figueiredo.


Vale lembrar que as atividades informadas na agenda podem ser alteradas ao longo da semana.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana