conecte-se conosco


Polícia

Delegacia de Poconé recebe viatura reformada com apoio da sociedade

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um trabalho de parceira com a sociedade civil organizada proporcionou a entrega de uma viatura totalmente reformada, à Polícia Judiciária Civil do município de Poconé (104 km ao Sul). A reunião para entrega da caminhonete Mitsubish L200 aconteceu nesta segunda-feira (16.09), na Delegacia Regional de Várzea Grande. 

O novo veículo é resultado da união de esforços entre a Delegacia de Polícia de Poconé, o Conselho da Comunidade do município, a Cooperativa de Mineradores de Poconé (Cooper Poconé) e a empresa privada (oficina mecânica) Abdala Quality.

A caminhonete modelo L200, de patrimônio do Estado, estava baixada no setor de transporte da Polícia Civil, deteriorada, com problemas mecânico e motor fundido.

Diante da tamanha demanda para atender na região rural de Poconé, e sem uma viatura específica para o tipo de trabalho, à Delegacia de Polícia da cidade, passou a buscar parceiras com objetivo de angariar uma viatura para estrada de chão.

Conforme o delegado de Poconé, João Eduardo Sampaio de Alencar, que está a frente da unidade policial há cerca de cinco meses, o município além da área urbana, tem 72 comunidades e assentamentos na sua circunscrição, localizadas em regiões as quais em época de chuva ficam praticamente intransitáveis.

“Em razão da importância de se atender toda a população, com diversos expedientes e diligências pendentes na delegacia, por falta de carro para deslocamento em estradas de terra, sem asfalto, a Polícia Civil de Poconé passou a buscar por parceira para sanar o problema”, disse o delegado de Poconé. 

Com apoio do Conselho da Comunidade, Cooper Poconé e a empresa Abdala Quality, foi possível retirar a L200 que estava parada e em desuso, a qual foi totalmente recuperada e adesivada, conforme a nova identidade visual da instituição. Todo trabalho de recuperação do motor e lataria da caminhonete foi realizado em Cuiabá, na oficina mecânica que cedeu a mão de obra, Abdala Quality. 

Durante o evento da entrega da viatura, o presidente da cooperativa de garimpeiros e mineradores (Cooper Poconé), André Molina, falou dos projetos em parceria que veem sendo elaborados, para promover melhorias e consequentemente fortalecer a segurança pública na região.

Entre outros planejamentos para a Delegacia de Poconé estão: a reforma do prédio da unidade, doação de quatro computadores, contratação de um estagiário, bem como a limpeza e retirada de cerca de 32 toneladas de sucatas, que estavam aglomeradas no antigo pátio da delegacia, realizada no início do mês de setembro.

“Nos últimos anos, a Cooperativa vem desenvolvendo atividades sociais, auxiliando em diferentes projetos de várias áreas, como saúde, educação e outras. Então essa parceira com a Polícia Civil, em contribuir no conserto de um veículo que vai auxiliar na mobilidade dos policiais, é de suma importância e vem de encontro com nosso objetivo, uma vez que vai melhorar e fortalecer ainda mais o setor da segurança pública”, disse André Molina.

O presidente do Conselho da Comunidade, Luís Eduardo Costa Campos, falou da inédita iniciativa da Polícia Civil de Poconé, por meio do delegado João Eduardo, que de forma diferenciada vem fazendo um trabalho que vai muito além do que o sistema pode oferecer.

“O Conselho da Comunidade está muito feliz de fazer parte dessa parceria, e lisonjeado em poder ter junto nesse trabalho e na coordenação da Delegacia de Poconé, um profissional dedicado, proativo e que correr atrás, na busca de soluções e alternativas para os problemas, assim como faz João Eduardo”, parabenizou o presidente.

Presente na ocasião, o delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, em nome da Polícia Judiciária Civil, agradeceu a sociedade civil organizada de Poconé, pelo empenho em colaborar com a Segurança Pública, transformando um veículo baixado e inutilizado, em um praticamente zero-quilômetro.

“Atitudes como essas dignificam o policial. Atualmente estamos trabalhando com pouco efetivo, porém esse número bem abaixo do ideal, tem nos demonstrado comprometido e por isso estão fazendo toda a diferença. Parabéns a todos envolvidos nessa empreitada, que tem como retorno a valorização e engrandecimento dos nossos policiais”, elogiou o delegado geral adjunto.


Ao final os policiais civis da Delegacia de Poconé, fizeram um agradecimento em especial ao delegado João Eduardo Sampaio de Alencar, pela excelente gestão humanizada que vem fazendo, e de forma brilhante agregando toda a equipe.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Funcionária de frigorífico morre após ficar presa em mesa de abate de bovinos em MT

Publicado

Uma mulher de 41 anos morreu após acidente de trabalho na noite de sexta-feira (14) em um frigorífico em Pontes e Lacerda.

De acordo com a Polícia Civil a vítima ficou presa na mesa de abate de bovinos, o Corpo de Bombeiros socorreu a trabalhadora que estava presa ao equipamento. A mulher foi encaminhada ao Hospital Vale do Guaporé, no município, para atendimento. A vítima sofreu afundamento de crânio e teve morte confirmada em decorrência de traumatismo craniano.

O caso será apurado pela delegacia de Polícia Civil de Pontes e Lacerda.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

PM apreende 897 quilos de pescado em área de reserva indígena em Barra do Bugres e Porto Estrela

Publicado

Policiais do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental prenderam uma pessoa e apreenderam 897 quilos de pescado ilegal. Foram duas ações distintas na noite de sexta-feira (14), nas MTs 246 e 343, nos municípios de Barra do Bugres e Porto Estrela.

Dezenas de peixes de espécies nobres, principalmente o pintado, estavam sem as cabeças, uma das características da pesca predatória. Além da apreensão do pescado e de dois veículos usados no transporte, os policiais também aplicaram R$ 18 mil em multas por pesca e transporte ilegal.

Uma das apreensões, de 685 quilos, feita em Porto Estrela, na MT-343, ocorreu no trevo de acesso à aldeia indígena Humutina, que é cortada pelo Rio Bugres, um dos mais piscosos do Estado. O motorista de um dos veículos que transportava peixe conseguiu fugir por uma área de mata fechada no momento em que os policiais faziam a revista e checagem do carro.

Essa é a segunda grande apreensão de pescado irregular na região esta semana. Na quinta-feira (13), em Barra do Bugres, policiais do Batalhão Ambiental prenderam um homem que transportava 155 quilos de peixe da espécie cachara.


Em ambos os casos os peixes apreendidos foram doados para instituições filantrópicas como as associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Barra do Bugres e Porto Estrela, ‘SOS’ Criança de Barra do Bugres e Faculdade Indígena da Unemat.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana