conecte-se conosco


Curiosidades

Criança de 4 anos é multada por andar de patins em praça de Veneza

Publicado


Criança de 4 anos é multada, em Veneza, por andar de patins
Reprodução/ Ansa

Criança de 4 anos é multada, em Veneza, por andar de patins

Uma criança de 4 anos foi multada enquanto andava de patinete em volta da praça Piazzetta dei Leoncini, nessa segunda-feira (19), em Veneza, na Itália. Por ser menor de idade, a multa – um total de 66,80 euros – foi atribuída ao pai do menino e, após ser compartilhada nas redes sociais, recebeu diversos comentários sobre a atuação do policial. “Vergonha”, “loucura” e “tristeza” foram algumas das manifestações dos internautas.

Leia também: Trezentas moedas de ouro da época do Império Romano são encontradas na Itália

Diversos comentários saíram em defesa da criança e criticaram a multa
aplicada, dizendo que ela estava “somente brincando” e que impedir que crianças brinquem nas ruas é o primeiro passo para tornar Veneza uma “cidade fantasma”.

Na sanção foi registrada que “a pessoa consentia ao filho menor de idade utilizar um acelerador de velocidade (patinete) na proximidade da Piazzeta dei Leoncini”. Ameaçando chamar um advogado, o pai do menino se dirigiu à sede policial para protestar contra a aplicação da multa, medida que achava exagerada e absurda.

“Piazza San Marco não deve virar um parque de jogos, mas que dano uma criança de 4 anos pode ter causado?”, debateu o pai dirigindo-se a Monica Sambo, chefe do Partido Democrático (PD) no Conselho Municipal.

Leia também: Casal se distrai com selfie e deixa filho recém-nascido cair no mar na Itália

Nas próximas semanas, um novo regulamento da Polícia Municipal estará em curso para aprovação com o objetivo de abolir a utilização de patinetes por crianças
menores de 10 anos de idade e sugerir outros lugares mais delicados e artísticos na cidade que possam ser propícios à utilização do equipamento, como San Marco e Rialto.

Enquanto as novas regras são votadas, o regulamento antigo, que proíbe a utilização de “todo e qualquer acelerador de velocidade”, como patins, por exemplo, continua valendo. Além disso, são proibidos jogos coletivos e individuais que possam envolver o lançamento de objetos.

Mas não só essas medidas estão regendo na Itália.
 Nos últimos meses, a Prefeitura de Veneza colocou em prática novas restrições a moradores e turistas, visando o maior controle de Piazza San Marco e suas proximidades, gerando polêmica no país.

No entanto, essa não foi a única sanção estranha aplicada nos países internacionais. Em junho desse ano, na Guiana, o jovem Kevin Rodrigues teve seu carro parado pela polícia
 enquanto levava uma vítima de picada de cobra ao centro médico em Georgetown, capital do país.

“Isso não é problema meu e nem desculpa para infringir a lei”, disse o policial que aplicou a medida.  Após o adolescente ser barrado, o “criminoso” foi liberado e conseguiu chegar a tempo para socorrer sua amiga Lizzy. A vítima ficou internada e o adolescente teve que comparecer ao tribunal para reverter a sua multa
.

*Com informação da ANSA

Comentários Facebook

Curiosidades

Vídeo de cachorro de “carona” na moto viraliza na internet em Tangará da Serra

Publicado

Um vídeo de um cachorro de carona no colo do dono numa motocicleta viralizou nas redes sociais, nesta sexta-feira (05). A imagem divulgada por uma internauta foi gravada em Tangará da Serra.

O cão aparece todo esticado, na condição de passageiro, entre os braços do piloto, com as duas patas traseiras no colo do homem e se apoiando no guidão do veículo com as patas dianteiras.  O curioso, e se tornou um atrativo a mais para o flagrante inusitado é que em tempos de pandemia, o mascote estava de máscara, para se proteger do coronavírus.

A cena da dupla foi gravada na Avenida Ismael José do Nascimento, no Jardim Tanaka, uma das mais movimentadas da cidade. Enquanto os dois seguem o trecho, é possível ouvir uma mulher se divertindo ao se deparar com a cena e filmar o transporte do animal na moto.

Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Gêmeos ganham os nomes de Corona e Covid

Publicado

Um casal de indianos resolveu batizar os gêmeos recém-nascidos como Corona (a menina) e Covid (o menino), na cidade de Raipur, na Índia.

As crianças nasceram nas primeiras horas do dia 27 de março, no Hospital Memorial Dr. BR Ambedkar, segundo o site indiado “Press Trust da Índia”. Os pais se chamam Preeti e Vinay Verma, residem no município de Chhattisgarh, e disseram que os nomes foram escolhidos para simbolizar o triunfo sobre as dificuldades.

A opção inusitada por chamá-los dessa forma acontece em meio a pandemia do novo coronavírus, que assola mais de 200 países no mundo, com mais de 1 milhão de infectados pela Covid-19 e quase 57 mil mortes, segundo o estudo da universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

“O parto aconteceu depois de enfrentar várias dificuldades e, portanto, eu e meu marido queríamos tornar o dia memorável. De fato, o vírus é perigoso e potencialmente fatal, mas seu surto fez as pessoas concentrarem a atenção no saneamento, na higiene e incorporarem outros bons hábitos. Assim, pensamos sobre esses nomes. Quando a equipe do hospital também começou a chamar os bebês de Corona e Covid, finalmente decidimos dar seus nomes em razão da pandemia”, disse a mãe.

O casal já tem uma filha de dois anos e lutou para chegar ao hospital a tempo do parto em meio ao bloqueio. Segundo ela, a ambulância acionada pelo marido para levá-la ao hospital chegou a ser parada pela polícia porque os carros estão proibidos de transitar por causa do bloqueio nacional.

“‘De repente, senti fortes dores de parto e, de alguma forma, meu marido arranjou uma ambulância. Como nenhum movimento veicular foi permitido nas estradas devido ao bloqueio, fomos parados pela polícia em vários lugares. Mas eles nos deixaram sair depois de perceber minha condição”, contou a mãe.

Os gêmeos nasceram por cesariana após complicações, e tanto a mãe quanto o bebê tiveram alta. A porta-voz do hospital administrado pelo governo, Shubhra Singh, confirmou a notícia ao canal “NDTV”, da ÍNdia. No entanto, os pais de Corona e Covid disseram que mais tarde podem mudar sua decisão e mudar seus nomes.

Atualmente, a Índia está envolvida em um bloqueio de 21 dias em uma tentativa de combater os casos crescentes de coronavírus. Os números mais recentes revelam que mais de 2.300 pessoas foram diagnosticadas com o Covid-19 em toda a Índia e 56 morreram.

 

 

 

 

Fonte:Extra

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana