conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Saúde

Covid-19: Campinas lança edital para que empresas vacinem funcionários

Publicado


source
Campinas lança edital para que empresas vacinem funcionários
Reprodução: ACidade ON

Campinas lança edital para que empresas vacinem funcionários


A Secretaria de Saúde do município de Campinas, no interior paulista, fez um chamamento público para firmar  parcerias com empresas a fim de acelerar o processo de vacinação contra a Covid-19 na cidade. Segundo a prefeitura, até a tarde de hoje, 13 empresas haviam aderido à parceria.

O edital que estabelece os termos para adesão das empresas interessadas foi publicado na terça-feira (20). Com a adesão, as empresas receberão treinamento, vacinas e insumos para aplicação da vacina. Em contrapartida, elas se responsabilizarão pela vacinação dos trabalhadores que correspondam aos grupos determinados pelo cronograma de vacinação estabelecido pela Secretaria de Saúde.

Você viu?

Alguns requisitos que deverão ser cumpridos são ter um profissional de enfermagem para aplicar as doses de vacina e duas pessoas para cuidar da digitação dos dados exigidos pelo sistema. Além disso, não será permitida a vacinação de pessoas fora dos grupos que estão contemplados no plano de vacinação da cidade.

De acordo com a prefeitura, todo o trabalho será supervisionado pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) do município. “É uma ação importante, que vai reunir esforços para a vacinação da população economicamente ativa. Dessa forma, vamos aumentar a cobertura vacinal na cidade”, avaliou a diretora do Devisa, Andrea von Zuben.

Nesta quarta-feira (21) uma equipe do Centro de Referência à Saúde do Trabalhador (Cerest), que faz parte do Devisa, realizou vistoria em uma empresa que desenvolverá o projeto-piloto desse modelo de vacinação. O começo da vacinação nessa empresa está previsto para a próxima semana, segundo informou o município. Não há ainda um período determinado para a duração deste projeto-piloto.

As empresas que tiverem interesse em firmar a parceira com o município podem pedir a adesão pelo site. Após o envio, os formulários serão avaliados pelo Devisa.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Publicado

por


source
Vacinas contra a Covid-19
Reprodução/FreePic

Vacinas contra a Covid-19


Casos raros de síndrome de Guillain-Barré (SGB) após a vacinação  contra Covid-19 têm sido relatados em diversos países, inclusive no Brasil, alertou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em um comunicado divulgado nessa quarta-feira (28), a Anvisa informa que, até o momento, recebeu 27 notificações de casos suspeitos de SGB após a imunização com a vacina da AstraZeneca, além de três casos com a vacina da Janssen e outros quatro com a CoronaVac, totalizando 34 registros.

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas. Os episódios pós-vacinação (eventos adversos) também são raros, mas já conhecidos e relacionados a outras vacinas, como a da influenza (gripe).

De acordo com a agência, a maioria das pessoas se recupera totalmente do distúrbio. “O principal risco provocado pela síndrome é quando ocorre o acometimento dos músculos respiratórios. Nesse último caso, a SGB pode levar à morte, caso não sejam adotadas as medidas adequadas”, alertou a agência.

“É importante destacar que a Anvisa mantém a recomendação pela continuidade da vacinação com todas as vacinas contra Covid-19 aprovadas pela Agência, dentro das indicações descritas em bula, uma vez que, até o momento, os benefícios das vacinas superam os riscos”, ressaltou a agência.

Você viu?

Diante dos relatos de eventos adversos raros pós-vacinação, a agência solicitou que as empresas responsáveis pela regularização das vacinas AstraZeneca, Janssen e CoronaVac incluam nas bulas dos respectivos produtos informações sobre o possível risco de SGB.

Sinais e sintomasSegundo a Anvisa, a maior parte dos pacientes percebe inicialmente a SGB pela sensação de dormência ou queimação nas extremidades dos membros inferiores (pés e pernas) e, em seguida, superiores (mãos e braços).

Outra característica, acrescenta a agência, percebida em pelo menos 50% dos casos, é a presença de dor neuropática (provocada por lesão no sistema nervoso) lombar ou nas pernas. Fraqueza progressiva é o sinal mais perceptível, ocorrendo geralmente nesta ordem: membros inferiores, braços, tronco, cabeça e pescoço.

A Anvisa destaca que pessoas vacinadas devem procurar atendimento médico imediato se desenvolverem sinais e sintomas sugestivos de SGB, que incluem, ainda, visão dupla ou dificuldade em mover os olhos, dificuldade de engolir, falar ou mastigar. “Também devem ficar atentas a problemas de coordenação e instabilidade, dificuldade em caminhar, sensações de formigamento nas mãos e pés, fraqueza nos membros, tórax ou rosto, além de problemas com o controle da bexiga e função intestinal”, acrescentou a agência.

Notificação

A ocorrência de SGB pós-vacinação contra Covid-19 deverá ser relatada à Anvisa. “É imprescindível o cuidado na identificação do tipo de vacina suspeita de provocar o evento adverso, como número de lote e fabricante”, ressaltou a agência.Profissionais de saúde e cidadãos podem notificar eventos adversos pelo e-SUS Notifica e pelo formulário web do VigiMed.

A Anvisa lembra que se o caso for de queixa técnica ou de desvios de qualidade observados em vacinas, seringas, agulhas e outros produtos para saúde utilizados no processo de vacinação, as notificações devem ser feitas pelo Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

Em meio às Olimpíadas, Japão supera 10 mil casos diários de Covid-19 pela 1ª vez

Publicado

por


source
Em meio às Olimpíadas, Japão supera 10 mil casos diários de Covid-19 pela 1ª vez
Unsplash

Em meio às Olimpíadas, Japão supera 10 mil casos diários de Covid-19 pela 1ª vez

O Japão superou pela primeira vez desde o início da pandemia a marca de 10 mil casos do novo coronavírus em um único dia.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (29) pela emissora Nippon Television, após a notificação de mais 3.865 contágios diários apenas em Tóquio, número recorde para a capital japonesa.

O repique da pandemia no Japão coincide com a realização dos Jogos Olímpicos, que terminam em 8 de agosto e acontecem sem público para evitar a propagação do novo coronavírus.

O país, no entanto, vem mantendo uma média de menos de 100 mortes por dia desde o início de junho. Por outro lado, o Japão tem apenas 38% de sua população ao menos parcialmente vacinada contra a Covid, segundo o portal Our World in Data, sendo que 27% das pessoas concluíram o ciclo de imunização.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana