conecte-se conosco


Mato Grosso

Corpo é resgatado com auxílio do Ciopaer

Publicado

O corpo de um homem que estava desaparecido há três meses foi resgatado pela Diretoria Metropolitana de Medicina Legal (DMML) com o auxílio de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) nesta terça-feira (08.01).

O homem foi encontrada pelo Corpo de Bombeiros após sete dias de buscas e já estava em fase de decomposição. A vítima, identificada como Joenilson Benedito de Oliveira estava em um local de difícil acesso na região de Porto de Fora, em Barão de Melgaço.


Conforme o Ciopaer, a tripulação usou técnicas de rapel para ter acesso ao local e para retirar a vítima do alto do morro, por meio do procedimento MacGuire, utilizado para transporte de cargas ou tripulantes com cabos presos à aeronave.

O corpo se encontra no setor de Antropologia Forense para a determinação da causa mortis, que será desvendada pela equipe da DMML.

Comentários Facebook
Leia mais:  Câmeras de videomonitoramento auxiliam no combate à criminalidade nas rodovias
publicidade

Mato Grosso

Programa Telessaúde otimiza atendimentos e gera economia

Publicado

por

O telediagnóstico em eletrocardiograma é um dos serviços desenvolvidos pelo programa Telessaúde em Mato Grosso. Essa modalidade de atendimento passou a operar em 30 de junho de 2014 no município de Alto Boa Vista e, atualmente, já está em execução em 34 municípios mato-grossenses.

É perceptível, entretanto, que além de outros benefícios, a ferramenta tecnológica contribui para a economia e eficácia dos serviços ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) aos seus usuários.

Entre fevereiro de 2018 e maio de 2019, a média de economia registrada foi de R$ 46.905,35 por mês. Isto é, mais de seiscentos mil reais por ano, se considerado o valor que cada município deixou de utilizar com a emissão de laudos. No mesmo período, foram realizados 13.965 laudos.

“O Telessaúde de Mato Grosso é um excepcional exemplo de ação bem sucedida na área da Saúde, sendo referência não apenas em nosso Estado, mas também para todo o país. O programa gera uma economia inteligente para os cofres públicos porque otimiza os atendimentos prestados à população, oferecendo mais eficácia aos usuários do SUS”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Outra economia obtida com esse serviço é constatada na medida em que se evita o deslocamento dos pacientes; o atendimento também proporciona mais agilidade no tratamento do indivíduo, a partir do diagnóstico exato e imediato da doença.

Leia mais:  Consultora do BID discute em Cuiabá planejamento em infraestrutura

“O eletrocardiograma é um método de investigação do aparelho cardiovascular de grande utilidade clínica na detecção e no manejo das doenças cardiovasculares. O serviço de telediagnóstico disponibiliza laudos deste exame via internet, de maneira a agilizar o processo de diagnóstico e o tratamento do usuário”, explica o coordenador do Núcleo Técnico Científico do Telessaúde-MT, Fábio José da Silva.

Atualmente, o Telessaúde-MT conta com oito técnicos de nível superior – dentre eles, farmacêuticos, odontólogos, enfermeiro, médico e um estagiário da área de Tecnologia de Informação.

Os laudos são realizados pelo Centro de Telessaúde, localizado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que possui uma equipe de profissionais apta a emitir laudos para todo o Brasil. O custo de um laudo é de R$ 7,80 (sete reais e oitenta centavos), valor que é financiado pelo Ministério da Saúde.

Ao todo, são 269 médicos habilitados para solicitar o exame na plataforma do programa, além de 50 equipamentos distribuídos nos 34 municípios de Mato Grosso, sendo que já foram programadas as implantações para 68 novos pontos.

Ampliação

Desde fevereiro de 2018, o Telessaúde-MT integra a Oferta Nacional de Telediagnóstico, que visa à ampliação do serviço de diagnóstico de exames realizados à distância, nas áreas mais necessitadas do país.

“O serviço vem sendo ampliado gradativamente com o apoio das Secretarias Municipais de Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde, do Hospital Universitário Júlio Muller e do Ministério da Saúde”, concluiu Fábio.

Leia mais:  Diretor promove mudanças na titularidade de delegacias da Metropolitana

Prêmio internacional

Em abril deste ano, a atuação do Telessaúde-MT foi condecorada pelo WSIS Prizes 2019 – premiação que acontece anualmente em Genebra, na Suíça –, sendo a única indicação brasileira ao prêmio. O World Summit on the Information Society (WSIS) Forum 2019 é organizado por diversas entidades, entre elas, a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

O evento de premiação reúne mais de três mil participantes de 150 países, representa o maior encontro anual da comunidade de Informação e Comunicação (TIC) e oportuniza o debate sobre tendências, evoluções e desafios dos tópicos digitais.


Com informações do Telessaúde-MT

 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Programa já tem mais de 5 mil consumidores cadastrados

Publicado

por

O Programa Nota MT, lançado pelo governo do Estado no início desta semana, já tem mais de 5 mil consumidores cadastrados. Até as 17h30min desta quarta-feira (19.06), a Secretaria de Fazenda havia registrado, seja pelo site ou por aplicativo, 5.102 cadastros.

“Isso demonstra que o programa está despertando o interesse dos cidadãos e vai ser um sucesso”, afirmou o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, em entrevista ao Programa Estúdio Band, transmitido simultaneamente pela Rádio Band FM e TV Cidade Verde. 

Ainda segundo Rogério Gallo, a meta do programa Nota MT é chegar a 250 mil consumidores cadastrados em todo o estado até o final deste ano. O secretário recomenda aos consumidores que peçam a nota fiscal com CPF em todas as suas compras, em qualquer tipo de estabelecimento, não importa o valor. 

Para se cadastrar basta instalar o aplicativo no seu celular ou acessar o site da Nota MT, escolher a opção “criar conta” e informar os dados solicitados. Na primeira etapa informações pessoais como nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe deverão ser informadas. Os dados são obrigatórios para prosseguir o cadastro e estão protegidos sob sigilo.

Nota MT

O Programa Nota MT visa estimular os consumidores de Mato Grosso a solicitarem o CPF na nota fiscal no momento da compra. É uma ação que estimula o exercício da cidadania fiscal, incentiva a emissão de documentos fiscais e combate à sonegação.

Leia mais:  Ocorrências de violência contra mulher em MT reduzem 1,9% em 2018

Semelhante aos programas existentes em vários estados, a Nota MT permite que o cidadão acumule bilhetes para participar de sorteios, com prêmios de até R$ 50 mil. Realizados de forma eletrônica, com base na extração da Loteria Federal, os sorteios possuem duas categorias: mensais e especiais. Este último acontecerá em datas comemorativas, a serem divulgadas posteriormente.

Dessa forma, cada nota fiscal emitida com o CPF vai gerar dois bilhetes, um para o sorteio mensal e outro para o sorteio especial, independentemente do valor da compra. Assim, as chances de ser contemplado são dobradas.


Até o final do ano mais de cinco mil consumidores mato-grossenses serão contemplados nos sorteios da Nota MT, com prêmios de R$ 500, R$ 10 mil ou R$ 50 mil.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana