conecte-se conosco


Tecnologia

Contra a desinformação, Facebook vai remover deepfakes da rede social

Publicado

source
Facebook arrow-options
Reprodução/Youtube/Bruno Sartori

Políticos como Jair Bolsonaro são alvos constantes de deepfake, sobretudo para brincadeiras



O Facebook anunciou, nesta seguda-feira (06), que irá remover vídeos manipulados da rede social . Conhecidos por deepfakes , as produções falsas são criadas com o uso de inteligência artificial , e fazem parecer que uma pessoa disse ou fez algo que, na verdade, é mentira. O objetivo do Facebook é combater a desinformação e, portanto, os vídeos de sátiras e paródias, que não visam enganar alguém, serão permitidos.

Monika Bickert, vice-presidente de Políticas Globais do Facebook , explica que a edição de vídeos não é, por si, negativa. É possível, por exemplo, montar sequências mais atrativas ou melhorar a qualidade das imagens e do áudio. Sátiras e paródias, ou vídeos editados “apenas para omitir ou alterar a ordem de palavras” não serão afetados. O foco está no conteúdo criado especificamente para promover a desinformação.

Ela ressalta, ainda, que o assunto é muito novo, representando um desafio para as empresas de tecnologia . “Apesar desses vídeos ainda serem raros na internet, eles apresentam um grande desafio para a nossa indústria e a nossa sociedade”.

Leia também: O que é Deepfake? Saiba como funciona e porque tecnologia pode afetar a política

O que fica e o que sai

Com a decisão, serão removidos do Facebook vídeos “editados ou sintetizados — além dos ajustes por claridade ou qualidade — em formas que não são aparentes para uma pessoa média e que possam enganar alguém a pensar que um sujeito do vídeo disse palavras que, na realidade, não disse”; ou que sejam “produto de inteligência artificial ou aprendizado de máquina que mescla, substitui ou sobrepõe conteúdo a um vídeo, fazendo com que pareça autêntico”.

A rede social é constantemente criticada por sua influência em disputas eleitorais, pela distribuição de conteúdos que promovem a desinformação dos eleitores. Em ano de eleição americana, a preocupação aumenta, dada a participação do Facebook no último pleito. Mas definir quais vídeos serão ou não removidos não é tarefa fácil.

Leia também: Entenda os planos do Twitter para combater deepfakes

No ano passado, o Facebook foi duramente criticado por permitir a circulação de um vídeo, claramente editado, que mostrava a líder democrata na Câmara, Nancy Pelosi, falando de maneira enrolada, parecendo embriagada. O efeito foi alcançado diminuindo a velocidade do vídeo e ajustando o volume em alguns trechos. Contudo, tal edição não seria afetada pela nova política, informou a companhia à agência Reuters.

“O vídeo da Pelosi não atende aos padrões desta política e não seria removido. Apenas vídeos gerados por inteligência artificial para retratar pessoas dizendo coisas fictícias serão removidos”, afirmou a companhia. “Após o vídeo da Pelosi ter sido analisado por checadores de fatos independentes nós reduzimos sua distribuição, e criticamente, pessoas que assistiram tentaram compartilhar ou já haviam recebido alertas de que era falso”.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook

Tecnologia

Saiba como encontrar qualquer filtro no Instagram

Publicado

por

source

Olhar Digital

Alguma vez você já se perguntou como achar filtros específicos no Instagram? O portal The Next Web separou algumas alternativas bem úteis para quem quer aproveitar todos os efeitos de realidade aumentada – até aqueles que parecem impossíveis de se encontrar.

LEIA MAIS: Microsoft registra patente de smartphone dobrável; veja detalhes

Desde que o Instagram permitiu que qualquer usuário criasse filtros por meio do aplicativo Spark AR Studio, a plataforma se encheu de variados tipos de efeitos. Por mais que você tenha a opção de clicar na parte superior dos Stories de alguém para experimentar o filtro que a pessoa está usando, falhas acontecem e você pode acabar ficando sem aquele efeito especial na galeria. Para que isso não aconteça, confira as dicas.

Buscar na biblioteca de efeitos

Se você arrastar para o lado esquerdo na sua barra de efeito salvos, você achará uma lupa com a legenda “Procurar efeitos”. Ao clicar na lupa, o usuário é encaminhado para a galeria com todos os filtros disponíveis. É possível buscar pelo nome específico do efeito – caso você lembre – ou pelas tags que estão na parte superior da tela, as quais funcionam como um tipo de filtragem. Rápido e prático!

Reprodução

Procurar pelo criador

Outra opção é ir até o perfil daquele influencer que você gosta ou daquele usuário que já criou uns efeitos divertidos e clicar no ícone que se parece com um emoji. Por lá você encontrará todos os filtros desenvolvidos pela pessoa.

Reprodução

Aproveitar a deixa

Caso você consiga salvar o filtro enquanto ele passa pelos Stories , há a opção de clicar no menu “Mais” e, em seguida, escolher “Mais de ‘nome do usuário’”. Dessa forma, você será direcionado para a galeria de efeitos específicos daquela pessoa, assim como na dica acima.

Reprodução
Reprodução

Gostou das dicas? Experimente!

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Apple deve lançar fones de ouvido “grandão” por US$ 399

Publicado

por

source

Recentemente, rumores apontavam que a Apple estava prestes a lançar um fone de ouvido “diferente”. Ao que tudo indica, o produto é um headphone “over-ear” – aqueles que cobrem toda a orelha e isolam quase todo o ruído externo.

Leia também: Com coronavírus, MIUI 11 atrasa em alguns smartphones da Xiaome; veja quais

Novos fones da Apple arrow-options
Reprodução/wccftech

Novos fones da Apple


Leia também: Android poderá rodar jogos antes do fim do download

A novidade foi compartilhada pelo youtuber  Jon Prosser , em sua conta no Twitter. Os fones foram listados no estoque da gigante varejista norte-americana Target. Além do possível nome, Apple Airpords X , o acessório tem preço sugerido de US$ 399 (cerca de R$ 1750,00 em conversão direta).

Segundo Prosser, os fones podem chegar às lojas em três cores; isso ele deduziu a partir da existência de três códigos diferentes para um mesmo produto registrado na loja.


Ao serem procuradas para falar sobre o suposto vazamento, nem a Apple e nem a Target confirmaram se o produto é real.

O site Apple Insider afirma ter conversado com vários funcionários da Target sobre os vazamentos. Eles afirmaram que as pessoas informaram que, embora não pudessem confirmar a proveniência da imagem, disseram que reservar espaços para novos produtos é uma prática comum. No entanto, os nomes nem sempre são os do produto final.

Leia também: Samsung Galaxy S20 e Z flip devem chegar ao Brasil em março

Ainda de acordo com os funcionários, os produtos que aparecem no sistema geralmente são recebidos pela loja dentro de uma semana ou até um mês após a primeira aparição no estoque da empresa. Por enquanto, sem confirmação oficial da Apple , é difícil dizer com precisão se os fones estão de fato nos planos da empresa. Teremos de aguardar um pronunciamento oficial. 

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana