conecte-se conosco


Economia

Consulta do último lote do Imposto de Renda 2018 será liberada na segunda-feira

Publicado


Receita Federal paga, a partir do dia 17 de dezembro,  último lote da restituição do Imposto de Renda 2018
shutterstock
Receita Federal paga, a partir do dia 17 de dezembro, último lote da restituição do Imposto de Renda 2018

A Receita Federal informou que vai liberar, a partir das 9h da próxima segunda-feira (10), a consulta ao sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda (IR) 2018. O lote também vai valer para restituições residuais de 2008 a 2017.

A partir da data, as consultas poderão ser feitas pelo site ou aplicativo da Receita Federal
 ou através do telefone do Receitafone, número 146. Os valores deste lote de restituição do Imposto de Renda
, que somam mais de R$ 319 milhões, serão pagos a 151.248 contribuintes no dia 17 de dezembro.

Cerca de R$ 127 milhões serão destinados a contribuintes com prioridade, sendo 2.764 idosos acima de 80 anos, 19.081 pessoas entre 60 e 79 anos, 3.157 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 9.297 contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério. Do valor total de R$ 319 milhões, R$ 193 milhões referem-se ao sétimo lote do IR de 2018, que contemplará 100.690 contribuintes.

Depois dos contribuintes prioritários, recebem os que enviaram a declaração no início do prazo. Neste ano, a  Receita Federal
recebeu 29.269.987 declarações de IR dentro da data legal permitida. O número superou a estimativa inicial, que era de 28,8 milhões de declarações.

Leia mais:  Pente-fino do INSS deve atingir 2 milhões de benefícios com indícios de fraude

O índice equivale à taxa Selix (juros básicos da economia) acumulada desde o mês de entrega da declaração até outubro deste ano. O contribuinte que quiser saber se teve a declaração liberada nesse lote deve acessar a  página da Receita Federal na internet o.

Restituição do Imposto de Renda: como sacar?


Restituição do Imposto de Renda fica disponível durante um ano no banco
shutterstock
Restituição do Imposto de Renda fica disponível durante um ano no banco

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, também é possível verificar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte
pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora. A Receita oferece ainda aplicativos para tablets e smartphones para consulta à declaração e situação cadastral do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

Em outubro, a Receita Federal enviou cartas para cerca de 383 mil contribuintes
 em todo o País pedindo justamente para que eles corrijam erros nas Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF), relativas ao exercício 2018, ano-calendário 2017. Segundo a Receita, essas declarações do imposto de renda apresentam indícios de inconsistências que podem resultar em autuações futuras.

Para aqueles que tem direito a valores a serem devolvidos, a restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento, por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF. 

Leia mais:  Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 714,4 milhões

Leia também: Veja os 10 erros mais comuns na hora de declarar o Imposto de Renda

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco relativo ao sétimo e último lote e aos demais da restituição do Imposto de Renda
.

* Com informações da Agência Brasil

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Sine abre mais de 1.200 vagas de emprego nesta semana

Publicado

O painel de vagas do Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT) está com 1.201 vagas de emprego abertas nessa semana. As oportunidades estão distribuídas em 27 municípios de Mato Grosso. Os interessados devem procurar a unidade mais próxima de sua residência em Cuiabá e no interior do Estado.

Para os interessados que moram em Cuiabá são 36 vagas disponíveis. O público geral conta com 27 oportunidades de emprego nas áreas de técnicos de alimentos, técnico em segurança do trabalho, atendente de lanchonete, entre outros. Já para o público PCD, são nove oportunidades nas áreas de atendente balconista, atendente de balcão, auxiliar de limpeza e camareira de hotel.

Em Tangará da Serra, são 32 oportunidades disponíveis; 01 eletricista automotivo, 01 serigrafista, 01 supervisor de garantia da qualidade (veterinária ou zootecnia), 04 técnico de enfermagem,
02 costureira de lingerie, 01 vendedor externo, 01 analista de recursos humanos, 01 instalador técnico de internet, 01 montador de móveis, 01 crediário, 02 técnico eletrônico, 05 técnico de enfermagem, 01 mecânico de caminhões, 01 técnico agrícola, 01 vaga para pessoa com deficiência, 01 auxiliar de cozinha, 01 recepcionista noturno, 03 mecânico de motos, 03 auxiliar de mecânico de motos. As vagas estão sujeitas a alteração. Para se cadastrar, o candidato precisa levar ao SINE,  Carteira de Trabalho, RG e CPF.

No município de Lucas do Rio Verde, localizado ao norte do Estado, são oferecidas 194 vagas de trabalho. 50 vagas são para apanhador- na cultura, 35 são para operador de processo de produção, 17 ajudante de cozinha e as demais em diversas áreas.

Leia mais:  Vice-presidente Mourão quer fortalecer cooperação com a China

Em Diamantino são 150 oportunidades ofertadas. Somente na área de auxiliar de linha de produção são 101 vagas, 32 em operador de máquinas agrícolas, oito, em oficial de serviços gerais de manutenção de edificações, operador de pá carregadeira, entre outros.

Nessa semana, no município de Sapezal as vagas  de trabalho se concentram no setor agrícola. São 62 vagas para operador de máquinas agrícola, 20 operador de máquinas fixas, em geral, 15 auxiliar de linha de produção.

Comentários Facebook
Continue lendo

BemRural

Caixa disponibiliza R$ 1 bilhão para médio produtor rural

Publicado

A Caixa Econômica Federal já está disponibilizando a linha crédito rural do PRONAMP, para o ano safra 2018/2019, no valor de R$ 1 bilhão. A quantia é destinada ao médio produtor rural e o financiamento tem limite de até R$ 1,5 milhão por ano safra, taxa de juros de 6% a.a e prazo de até 12 meses.

Por meio da linha de crédito, é possível financiar custos com aquisição de animais para recria e engorda, insumos agropecuários, sementes, fertilizantes, medicamentos veterinários e rações, entre outras despesas do ciclo de produção. As condições são válidas até o encerramento do ano safra vigente, que ocorre no mês de junho de 2019, em todas as mais de 1.700 agências da Caixa habilitadas a atuar com o crédito rural.

Para o vice-presidente de Produtos e Varejo da Caixa, Júlio César Volpp Sierra, a agilidade na tomada dos recursos pelo produtor facilita sua produção agropecuária e a realização do plantio no momento correto. “O momento é oportuno para que os produtores rurais possam tomar financiamento com taxas do PRONAMP, de forma a otimizar seu fluxo financeiro para aquisição dos insumos de suas atividades”, destaca.

Enquadram-se como médio produtor os clientes que possuem renda bruta anual de até R$ 2 milhões, considerando a soma de todo o valor bruto de produção, a receita recebida de entidade integradora e demais rendas provenientes de atividades desenvolvidas, incluindo rendas não agropecuárias.

Leia mais:  Preço da gasolina nos postos cai pela 16ª semana consecutiva, indica ANP

 

Fonte:Atividades Rurais

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana