conecte-se conosco


Eleições

Conselheiro Tutelar: 25 candidatos disputam cargo em Tangará

Publicado

Vinte e cinco candidatos ao cargo de conselheiro tutelar já iniciaram o período de campanha eleitoral para garantirem uma das vagas disponíveis em Tangará da Serra. No total, 10 ocupações estão em aberto, sendo cinco titulares e o restante destinadas a suplência.

De acordo com a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA), Selma Cristina Cavalcante, os candidatos já passaram por quatro etapas e agora passarão pela última que será a eleição, marcada para acontecer no dia 06 de outubro.

“Os candidatos já estão em plena campanha e serão eleitos de acordo com o número de votos, os que obterem maior número, ganham”, disse a responsável, ao destacar que a votação acontecerá em 12 locais que podem ser conferidos no edital disponível no site da prefeitura municipal.

“A principal atribuição de um conselheiro tutelar é zelar pelas garantias e direitos das crianças e adolescentes, fiscalizando entidades que prestam atendimentos para estes públicos. O conselheiro tutelar também pode solicitar serviços públicos das secretariais do município. Por exemplo, quando os pais não conseguem uma vaga na escola, o conselheiro pode solicitá-la na secretaria de Educação”, explicou a presidente, aproveitando ainda para pedir a participação de toda sociedade no processo de escolha dos conselheiros tutelares.


“Como esse processo está acontecendo de forma unificada em todo país, esse é o momento que a população tem em auxiliar na garantia dos direitos das crianças e adolescentes. Tem que focar no candidato que de fato represente a defesa desses públicos, então é bom que os eleitores conheçam o histórico do candidato. Embora a participação na votação não seja obrigatória, penso que todo espaço de democracia é importante”, concluiu Selma. (Fonte: Diário da Serra/foto: internet)

Leia mais:  TRE-MT realiza testes em urnas eletrônicas e softwares preparatórios para Eleições 2020

 

Comentários Facebook
publicidade

Denise-MT

TRE-MT inicia revisão biométrica em Denise e mais 13 municípios do Estado

Publicado

A Justiça Eleitoral aprovou calendário para início da revisão do eleitorado com coleta de dados biométricos em mais 14 municípios de Mato Grosso. Atualmente a revisão já acontece em 13 municípios. Dos 2.122.647 eleitores mato-grossenses, 1.676.024 estão biometricamente cadastrados, o que corresponde ao percentual de 78,95%.

O calendário que contempla os 14 municípios está previsto na Resolução nº 2357/2019 aprovada pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso na sessão plenária do dia 17 de setembro. Os quase 54 mil eleitores desses municípios deverão, obrigatoriamente, comparecer aos postos de atendimento instalados em seus municípios para atualizar o cadastro eleitoral e coletar as digitais. Quem não comparecer terá o título eleitoral cancelado e ficará impedido de obter a certidão de quitação eleitoral. Esse documento é necessário para o exercício de diversos direitos civis.

“Quando concluirmos mais esses 14 municípios, teremos realizado a revisão em 87 municípios do Estado. Os principais colégios eleitorais de Mato Grosso já foram contemplados, entre eles, Cuiabá e Várzea Grande. Vamos continuar avançando, pois há muito a ser feito. Restarão 54 municípios, muitos dos quais, estão situados em locais de difícil acesso”, ressaltou o diretor geral do TRE, Mauro Sérgio Diogo.

Para reforçar o cadastramento biométrico em todo o Estado, 10 municípios estão coletando a biometria de seus eleitores, mas em caráter ordinário, ou seja, sem cunho obrigatório de comparecimento. São eles: Alto Paraguai, Aripuanã, Brasnorte, Comodoro, Juara, Juína, Paranatinga, Querência, São Félix do Araguaia e Vila Bela da Santíssima Trindade.

Leia mais:  TRE-MT inicia revisão biométrica em Denise e mais 13 municípios do Estado

Veja o calendário com a data de início e término da revisão:

Glória D’Oeste – de 25/09/2019 a 11/10/2019
Itanhangá – de 26/09/2019 a 08/11/2019
Itaúba – de 03/10/2019 a 14/11/2019
Santa Carmem – de 03/10/2019 a 14/11/2019
Pontal do Araguaia – de 03/10/2019 a 22/11/2019
Lambari D’Oeste – de 03/10/2019 a 29/11/2019
Santo Antônio do Leste – de 09/10/2019 a 14/11/2019
Figueirópolis D’Oeste – de 09/10/2019 a 22/11/2019
Denise – de 10/10/2019 a 06/12/2019
Curvelândia – de 17/10/2019 a 29/11/2019
Tesouro – de 16/10/2019 a 22/11/2019
Ipiranga do Norte- de 24/10/2019 a 06/12/2019
Nova Monte Verde – de 24/10/2019 a 06/12/2019
Alto Boa Vista – de 06/11/2019 a 06/12/2019

Comentários Facebook
Continue lendo

Eleições

TRE-MT realiza testes em urnas eletrônicas e softwares preparatórios para Eleições 2020

Publicado

O Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso (TRE-MT) concluiu sua participação no 6º Simulado Nacional de Hardware, organizado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

 

 

 

O evento consiste em simular uma Consulta Popular Federal, onde o objetivo é testar e identificar falhas nas urnas eletrônicas e sistemas eleitorais. Em resumo, foram utilizadas 373 urnas do TRE-MT, que correspondem a 4% do total do parque de urnas. Uma equipe de 16 servidores da Justiça Eleitoral de Mato Grosso formou o público eleitor. Cada colaborador se identificou biometricamente através das digitais e votou 35 vezes em cada urna eletrônica, assim, foram computados 12.186 votos. Ou seja, é como se todos os eleitores de uma cidade como Alto Araguaia tivessem se identificado biometricamente e votado. “Neste ano, ocorrerão dois simulados, este já realizado no mês de maio e outro em outubro.

Trata-se de uma ação fundamental de preparação para as eleições de 2020, para que tenhamos tempo suficiente para corrigir eventuais problemas. Neste teste, por exemplo, foram detectados e registrados oito erros no Sistema Web denominado SOS. Todos os erros foram de hardware, com diversos sintomas: falha na placa mãe, sensor biométrico, erros nos leitores de mídia, etc. O relatório geral de desempenho das urnas e dos sistemas utilizados serão gerados pelo TSE”, destacou Jorge Yoshiro Kimura, da Seção de Voto Informatizado do TRE-MT.


O Simulado tem a finalidade de identificar e informar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), via sistema SOS (Sistema para ocorrências de Simulado), possíveis defeitos/inconsistências apresentados pelas urnas eletrônicas durante as etapas do processo, a fim de possibilitar a análise e solução em tempo hábil, antes do pleito de 2020. Além disso, é uma maneira de reciclar os servidores envolvidos, oportunizando-os exercitar o conhecimento sobre os procedimentos com urnas e sistemas eleitorais que serão executados no pleito de 2020. O conjunto de testes e simulações foi realizado entre os dias 13 e 27 de maio.

Leia mais:  TRE-MT inicia revisão biométrica em Denise e mais 13 municípios do Estado

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana