conecte-se conosco


Mulher

Como ter um corpo todo marcado pelo tratamento do lúpus mudou a vida dessa jovem

Publicado


source

Giovanna Massera, ou Toranja, como ela gosta de ser chamada, tem 21 anos e, depois de anos se escondendo com roupas longas e pesadas, decidiu usar o Instagram para mostrar seu corpo e suas marcas. Ela carrega na pele inúmeras estrias, resultado do uso de medicamentos para lúpus. A doença a arrebatou na adolescência e as marcas já até desencaderam crises de pânicos. Mas hoje, ela as exibe e inspira outras mulheres na web. 

lúpus
Reprodução/ToranjaMecânica

Toranja Mecânica em um dos ensaios


“Antes do lúpus, eu não sei se eu tinha uma relação com o meu corpo”, fala em um papo com o Delas. Ela descobriu a doença ao 12 anos, depois de semanas internada com dores nas articulações e sentindo cansaço e fraqueza. 

Segundo Toranja, no começo os médicos pensaram ser um caso de H1N1. O diagnóstico do lúpus veio apenas dois meses depois. 



De acordo com o Ministério da Saúde, o lúpus é uma doença inflamatória autoimune, que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos, como pele, articulações, rins e cérebro. Além disso, a doença se camufla muito bem no organismo, então é difícil de ser detectada.

“Eu comparo o lúpus a um vulcão adormecido, que quando entra em erupção é quando a pessoa começa a ter muito reação e adoece”, diz Toranja.

Um corpo marcado

Quando soube o diagnóstico, Toranja lembra que sentia raiva de ter quer ficar no hospital fazendo exames por causa de uma doença autoimune. Para piorar, a única medicação que poderia combater o lúpus estava prestes a mudar seu corpo.

“Foi tudo muito rápido. Da noite por dia, eu acordei e percebi que meu corpo estava com algumas marcas que não estava lá antes. Não tive tempo pra processar, só surtei. Chorava o tempo todo”.

A medicação causou o efeito sanfona na influenciadora digital, fazendo a desinchar e inchar. “As estrias que eu tenho foram por causa do corticoide, por isso que eu tenho elas muito grandes e abertas”, comenta.

lúpus
Reprodução/ToranjaMecânica

Toranja Mecânica não tem mais vergonha de mostrar seu corpol


“Era como se fosse uma alienígena”

As marcas pelo corpo faziam Toranja se sentir diferente das outras. Ela usava roupas pesadas que escondiam toda sua pele, mesmo nos dias mais quentes do ano. “Tinham as pessoas normais e eu era como se fosse uma alienígena”.

Mesmo com o passar dos anos, a relação de Toranja com o corpo seguiu complicada. Logo vieram as crises de pânico por conta disso. “Eu sonhava que eu iria acordar e meu corpo estaria normal novamente. Mas quando acordava, tinha ataques de pânico, tentando arrancar minha pele”, detalha.

A mudança

Toranja conta que o momento que as coisas mudaram em sua vida foi após terminar com seu primeiro namorado.

 “Achava que ninguém fosse me amar por causa das minhas marcas”, ela afirma, “Então, eu comecei a expor meu corpo na internet depois de uma experiência com um ‘boy lixo’. Eu queria provar pra mim mesma: ‘Meu corpo é assim? Você não quer? Tchau’”.


Apesar de ter medo de como as pessoas iriam reagir, Toranja acreditava que estava na hora das pessoas saberem sua história. Por isso, chamou dois fotógrafo amigos e preparou um ensaio. 

“A pessoa ia me ver totalmente nua, nunca ninguém tinha visto. Eu fui tremendo pro ensaio, eu ficava olhando pra todo lado pra ter certeza que ninguém estava observando”, ela acrescenta.

Quando postou as fotos do ensaio, ela conta qeu ficou surpresa com tantos comentários positivos das mulheres a elogiando e contando suas histórias de ódio e amor com os corpos.

Hoje, a influenciadora e modelo afirma que tem uma relação muito melhor com seu corpo, pois aprendeu a respeitá-lo. 

Mas, Toranja explica que ainda tem dias ruins, nos quais ela se sente mal consigo mesma, mas eles estão cada vez mais raros. Ela diz ter aprendido a lidar com esses momentos. “Você decide se vai continuar se colocando pra baixo todos os dias ou se vai respeitar seu momento e deixar passar”, encerra.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

5 opções de remédio natural para dor de cabeça

Publicado

por


source

Apesar de ser comum, uma dor de cabeça tira qualquer um do sério. Ela pode até te impedir de trabalhar, estudar ou fazer as atividades do dia a dia normalmente.

dor de cabeça
Reprodução

Saiba como fazer a dor de cabeça passar de maneira natural


Há vários fatores que podem motivar as dores de cabeça, como a alimentação, o excesso de estresse, a insônia, ruídos muito altos, acessórios apertados na cabeça, luzes intensas, cheiros e até mesmo algum problema ocular.

Enxaquecas fortes e constantes são um sinal que há algo errado no corpo, então, se você está passando por isso, o ideal é procurar um médico para realizar os exames necessários. Em alguns casos, pode ser imprescindível preciso tomar medicamentos para controlar as dores.


Porém, se o seu caso não for tão intenso, você pode conseguir ótimos resultados utilizando o melhor da Mãe Natureza. E para te ajudar, selecionamos as melhores opções de remédio natural para dor de cabeça.

Além disso, você sabia que a falta de hidratação e de uma alimentação correta também podem desencadear dores de cabeça? Portanto, quando sentir a dor, beba um copo de água e espere 15 minutos e, caso esteja há um longo intervalo de tempo sem comer, procure consumir algum algum alimento. Se o mal-estar passar é porque o seu organismo precisava receber as substâncias.

No dia a dia é possível esquecer de consumir água com regularidade e até pular refeições indispensáveis, então, o ideal é manter uma rotina regrada e até contar com aplicativos que te lembram de beber água!

5 opções de remédio natural para dor de cabeça

Casca da laranja

Em vez de jogar fora a casca da laranja, utilize-a no preparo de chás. Ela é rica em Vitamina C e fibras, fortalecendo, assim a região digestiva e do coração, e combatendo o desenvolvimento de doenças. A casca também contém cálcio e doses altas de Vitamina A e Vitamina B6. Além disso, tem propriedades conhecidas por polifenois, responsáveis por prevenir Alzheimer, diabetes e doenças crônicas. 

A melhor forma de aproveitar as qualidades do alimento é por meio da infusão em chás – e é possível acabar com a dor de cabeça com apenas uma dose da bebida. Então, descasque uma laranja, lave a casca muito bem para retirar qualquer resíduo e coloque-a para ferver em uma panela, com uma xícara de água mineral. Tampe a panela e deixe a casca ferver por cinco minutos, depois desligue o fogo e espere mais 15 minutos. Em seguida, tire a tampa da panela e coe o chá. Respire o aroma do líquido, porque ele ajuda acalmar a mente. O ideal é sempre utilizar laranjas orgânicas, para evitar as substâncias tóxicas que podem estar na casca. 

Folhas de abacateiro

São conhecidas por serem um poderoso remédio natural da juventude, uma vez que as folhas de abacateiro são ricas em fenóis e flavonoides, que agem como antioxidante e anti-inflamatório, impedindo a ação dos radicais livres que envelhecem a pele.

Também são utilizadas no combate da dor de cabeça, principalmente quando ela é causada por cansaço e estresse. As folhas são calmantes para o corpo, então, prepare com folhas frescas ou secas um chá contra a enxaqueca. Para isso, ferva 20 g de folhas de abacateiro picadas em um litro de água mineral.

Você também pode colocar folhas cozidas na testa, em temperatura ambiente, por até 20 minutos – essa técnica ajuda diretamente na dor e proporciona muito alívio.

Gengibre

Todos os alimentos ricos em magnésio, como amêndoas, espinafre e acelga, são exemplos de remédio natural para dor de cabeça. O nutriente é importante para os processos intracelulares e, na falta dele, a dor é quase imediata.

O gengibre não é apenas fonte de magnésio, mas também de potássio. O alimento é capaz de melhorar a circulação sanguínea e, por isso, auxilia a circulação que chega até o cérebro, reduzindo as dores da região.

É um ingrediente que pode fazer parte de diversas receitas, porém, você também pode experimentar o gengibre em chás e sucos. Para o chá de gengibre, você precisa ferver 20 g do alimento em 500 ml de água mineral. Deixe no fogo por 15 minutos, espere amornar, coe e já pode consumir.

Açafrão-da-terra

Também chamado de cúrcuma, o alimento tem grande poder anti-inflamatório que pode acabar com as dores de cabeça de forma natural. É rico em Vitamina C, Vitamina B6, ferro, manganês e cálcio; esse combo de nutrientes fortalece a imunidade, protege o cérebro, ajuda os ossos e o metabolismo. E como se já não fosse o suficiente, o açafrão-da-terra ainda tem efeito analgésico, antisséptico e antibacteriano. Perfeito, não é?

O tempero pode te auxiliar em diversas questões, por exemplo: ele impede o envelhecimento da pele, combate o desenvolvimento de cânceres e do Alzheimer, além de ser responsável por um ótimo sabor nas receitas.

Erva-cidreira

Uma das principais causas da dor de cabeça é o cansaço, portanto, a falta de uma boa noite de sono estimula o problema. Se você tem dificuldade para dormir, uma dica de calmante natural é o chá de erva-cidreira. Para prepará-lo, você deve colocar 4 g de folhas da erva em uma xícara com 150 ml de água já quente. Coloque um pano sobre a xícara, espere 10 minutos, coe o chá e beba.

Os benefícios da erva-cidreira também podem ser aproveitados por meio do seu óleo essencial. A erva auxilia o relaxamento do corpo e tem ação analgésica, que impede a propagação da dor. Dores no estômago e cólicas também podem ser aliviadas com o chá.

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Giselle Itié reage a assédio em fotos de amamentação: “Nojento”

Publicado

por


source

A atriz Giselle Itié resolveu falar sobre algo que a incomoda como mãe e mulher no Dia Mundial da Amamentação, que é celebrado neste sábado (1). Mãe de Pedro Luna, que nasceu em março deste ano e é fruto do seu relacionamento com Guilherme Winter, a artista tem o costume de postar fotos em que mostra sua rotina com o filho e destacou que acha “nojento” os comentários de alguns homens que insistem em sexualizar a amamentação.

Giselle Itié
Reprodução/Instagram

Giselle Itié


“Nas redes sofro com essa objetificação do corpo da mulher. Recebi mensagem de homens machistas em posts amamentando o meu pequeno. No mínimo nojento! Essa é uma das lutas mais difíceis, infelizmente, pois essa objetificação está enraizada. É muito profunda. Quer dizer que amamentar não pode, mas capa de revista masculina pode? Essa conta não fecha”, declarou Giselle Itié à revista Glamour.

Como a atriz deu à luz em meio a pandemia, ela não viveu a experiência de amamentar em público, mas falou que provavelmente ficará desconfortável se perceber olhares de estranhos. ” Amamentar é lindo, forte. Só de pensar que tem prazo para acabar já sinto saudade. Gostaria que Pedro Luna soubesse que, quando ele está no meu colo, nós dois estamos nos nutrindo juntos. E que essa conexão, nossa bolha mágica, que formamos no período da amamentação será potente para o resto das nossas vidas.”

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana