conecte-se conosco


Mulher

Como manter a pele hidratada e bem cuidada em tempos de álcool gel

Publicado

source

Para encarar a pandemia do novo coronavírus que assola o Brasil e o mundo, uma das melhores práticas é lavar as mãos com água e sabão. Além disso, também é eficiente  usar álcool gel para higienizar as mãos

O uso excessivo de álcool gel pode ressecar as mãos arrow-options
Pixabay/Gadini

O uso de álcool gel pode ressecar as mãos


Tanto água e sabão quanto o álcool gel são bem-vindos nesse momento porque conseguem dissolver a camada de gordura que envolve o vírus, matando-o. Entretanto, as mãos podem sofrer com tudo isso.

A dermatologista Fabiana Seidl afirma que usar o álcool gel e lavar as mãos com frequência pode acabar “ressecando e predispondo à fissuras e dermatites, mas na atual situação que vivemos não tem jeito, temos que lavar as mãos várias vezes ao dia e de maneira correta”. 

Leia também: 5 dicas para ter unhas mais fortes

A pele fica ressecada  porque, como explica o médico Franklin Veríssimo, o uso de sabonetes, detergentes ou álcool gel em excesso destrói camadas de proteção, o que facilita a desidratação e o ressecamento excessivo, levando a dermatites e ferimentos.

Qual hidratante usar para combater o ressecamento das mãos?

mulher passando hidratante nas mãos arrow-options
Pexels

É fundamental usar um bom hidratante depois de lavar as mãos ou do álcool gel para evitar o ressecamento da pele

A solução é apostar no bom e velho hidratante. “Os mais indicados são os que contém manteiga de karité, vitamina B5, A e E, glicerol e óleo de amêndoas”, lista Fabiana. Veríssimo concorda e ainda completa, lembrando que tais ativos formam uma barreira que mantém a hidratação da pele. 

O médico ainda cita Aloe Vera e o Ácido Hialurônico como bons agentes hidratantes. Além disso, até em tempos de quarentena e isolamento social, Veríssimo ressalta que é importante dar preferências a produtos com fator de proteção solar. 

Leia também: 20 alimentos que deixam a pele, cabelos e unhas mais bonitos

E mesmo com todos esses cuidados, Fabiana faz um alerta. A melhor opção é sempre lavar as mãos com água e sabão. O álcool gel deve ser usado quando se há pia ou torneira por perto, por perto. Nesse caso, é preciso esperar o produto secar totalmente na pele antes de aplicar o hidratante da sua escolha. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Mulher é obrigada a morar com ex na quarentena e relata “inferno na terra”

Publicado

por

source

Enquanto a situação do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no mundo avança, muitos casais estão em quarentena e passam mais tempo juntos. Se a convivência está ruim para quem já se dá bem, imagina para quem decidiu terminar o relacionamento bem no início da pandemia? É o caso de um casal do Reino Unido que se separou há cinco semanas, mas precisa continuar convivendo durante o isolamento social.

Leia também: Como manter o bom relacionamento a dois na quarentena?

casal em uma piscina arrow-options
Reprodução/TheSun

Georgia Armstrong e Kyle Greener se separaram em 2019, mas precisaram aderir à quarentena juntos


Georgia Amstrong, 24, conta ao The Sun que foi um alívio quando ela e o ex-marido , Kyle Greener, 26, decidiram se separar em fevereiro. “Ele estava indo morar com um amigo e eu teria o apartamento todo para mim. E aí tudo começou a fechar e nós dois nos vimos diante de uma crise”, explica a mulher.

O amigo com quem Kyle ia morar pediu para ele sair para que a família dele pudesse ficar próxima. Por ser carpinteiro, o homem não tem recebido trabalhos, já que é considerado como profissional não-essencial no momento. Então, os dois decidiram que seria melhor para ele voltar temporariamente para o apartamento de Georgia e dormir no sofá.

casal de costas um para o outro de braços cruzados arrow-options
Reprodução/TheSun

O casal está em pé de guerra: ele peca na limpeza da casa e ele se irrita até com a ex-esposa mastigando


Além de passarem 24 horas juntos, eles convivem com os filhos Oakley, de 7 anos, e Beau, de 4. “Olhar na cara dele todo esse tempo enquanto cuido das crianças em um apartamento de dois cômodos está sendo um inferno na terra”, desabafa a mulher.

O histórico do ex-casal é repleto de separações. Georgia conta ao tabloide inglês que os dois começaram a namorar em 2010 e moraram juntos na casa da mãe dela. Os dois se mudaram com o filho Oakley para um novo apartamento em 2013. Em 2015, terminaram depois de três meses de brigas constantes. Foi quando Georgia engravidou em outro relacionamento curto que não durou.

Leia também: Grávida do 22º filho, mãe compartilha rotina das crianças de aulas em casa

Em fevereiro de 2016, Beau, a caçula, nasceu. “Seis meses depois, voltei com Kyle. Ele é um ótimo pai e passei a me comprometer mais com o relacionamento”, diz a mulher. Mas no Natal de 2019, eles optaram por terminar de vez e Kyle saiu de casa. “Nós choramos e culpamos um ao outro, mas decidimos focar nas crianças ”, diz Georgia.

Quando os dois já haviam se acostumado com tudo, veio o coronavírus e os dois se viram em quarentena juntos. Segundo Georgia, o começo foi tranquilo: eles dividiam igualmente as contas e o tempo para ficar com as crianças. Mas aí Kyle começou a se acomodar e agora, nas palavras da mulher, “estamos agarrando as gargantas um do outro toda hora”.

“Eu peço para que ele saia do sofá às sete da manhã para me ajudar com as crianças, mas ele só levanta às dez horas. A sala cheira à loção de barbear. Ele voltou para cá com 15 caixas de roupas. Ele é obcecado por rugby e boxe e passa cinco horas assistindo reprises”, queixa-se Georgia.

homem deitado no sofá assistindo televisão; mulher olha séria arrow-options
Reprodução/TheSun

Morando provisoriamente no sofá, Kyle demora pelo menos três horas para se levantar e vive assistindo reprises de jogos de rugby e partidas de boxe


E não é só isso! Solteiro, Kyle agora está ativo no Tinder e vive conversando com outras mulheres. “Ele tem todo direito, mas cada risadinha dele olhando para o celular me deixa muito nervosa”, diz Georgia.

Leia também: 10 dicas para evoluir a relação em apps de namoro

Kyle também não está sendo fã da situação. Ele confessa que pensou que seria fácil, mas eles brigam até sobre quem vai fazer as compras de emergência. “Eu odeio como ela mastiga, odeio como me segue pela casa e vai limpando tudo que eu toco”, explica.

O homem diz que se Georgia está na cozinha, ele sabe que não pode entrar lá. Se ele tenta tomar um café, ela reclama que ele está usando a caneca errada. “Eu não tenho mais 12 anos, sabe?”, desabafa.

Como os dois não podem fugir para outros lugares por conta da quarentena , Kyle tentou reservar a sala para ter encontros virtuais com os amigos ou com a garota que está conhecendo no Tinder, mas Georgia não aceita. Segundo ele, se não fossem as crianças, eles já teriam ido para cima um do outro.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Superlua em Libra celebra o feminino e proporciona a cura emocional

Publicado

por

source

É provável que você se sinta mais sensível e emotiva nesta terça-feira (7), já que teremos uma superlua em Libra. Segundo a astróloga Paula Bueno Brandão (@astralnews e @paulabuenob no Instagram), a Lua cheia tem forte efeito no nosso corpo, apresentando tanto sintomas físicos quanto emocionais.

Leia também: Horóscopo do dia: previsões para 7 de abril de 2020

lua cheia arrow-options
Pexels

A superlua em Libra é regida por Vênus e acontece nesta terça-feira (7)

“Já existem estudos e pesquisas que comprovam o aumento dos sintomas da TPM, da pressão sanguínea, sintomas da menopausa e irritabilidade”, fala. Além disso, a sensibilidade emocional fica mais forte. Se esses sintomas aparecem já aparecem na Lua cheia, quando há uma superlua tudo pode ser sentindo mais intensamente.

A astróloga explica que teremos uma superlua em Libra , o que significa que os signos de ar (Gêmeos, Aquário e Libra) serão bastante afetados, assim como os signos complementares a esses (Áries, Sagitário e Leão). Se você tem Sol ou Lua nesses signos, vale ficar atento, pois os efeitos terão mais força.

Leia também: Como ler mapa astral? Entenda o que os astros dizem sobre a sua personalidade

“O planeta regente de Libra é Vênus , que na Mitologia Romana era a deusa do amor, beleza, abundância e prosperidade. Portanto, é um momento de celebrar o feminino e tudo que ele simboliza”, pontua. Paula considera uma boa hora para exaltar o amor, seja com alguém ou pela arte. “Não é um bom momento para discutir a relação, pois pode haver rompimento e ânimos exaltados”, acrescenta.

Como aproveitar a superlua em Libra?

A astróloga sugere aproveitar o fenômeno astrológico com rituais de autocuidado que envolvem a beleza, como banhos (especialmente com ervas ou flores), óleos, massagem, tratamentos capilares e perfumes.

Ela explica que também é um momento de cura emocional e de força para desapegar, abrindo espaço para o novo chegar. Por isso, também é um bom momento para meditar, orar e sintonizar uma vibração elevada que traga paz e harmonia.

Leia também: Qual é seu ascendente? Saiba tudo o que ele diz sobre você

Paula ainda faz uma relação com o contexto de  pandemia de enfrentamos. “O isolamento social faz com que as pessoas estejam mais ‘consigo mesmas’ e, assim, precisam lidar com medos, angústias, inseguranças e problemas que provavelmente estavam evitando”, fala.

Dessa forma, ela sugere aproveitar a superlua em Libra para refletir sobre a própria vida, pensando novas maneiras de agir e escolher caminhos, de expandir conhecimentos. Use o momento a favor do crescimento e evolução pessoal.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana