conecte-se conosco


Tecnologia

Como enviar uma imagem autodestrutiva no Instagram que se apaga após ser vista

Publicado

Olhar Digital

O Instagram é uma das redes sociais mais utilizadas do momento para compartilhar fotos, vídeos e outros tipos de conteúdo com os seus amigos. Nele, também existe a função chamada Direct, que é na verdade o seu bate-papo onde as pessoas, é claro, podem conversas e até enviar outros arquivos de imagem.

Leia também: Saiba como excluir uma conta do Instagram

Por ser uma função com mais privacidade, onde apenas você e seu contato têm acesso ao que está sendo enviado, pode ser que você ache necessário mandar uma foto no Instagram que não corra o risco de ser salva e compartilhada em outros lugares. A seguir, veja como mandar uma imagem autodestrutiva no Instagram .

Leia também: Quais fotos as pessoas não aguentam mais ver no Instagram?

Como enviar uma imagem autodestrutiva no Instagram pelo Direct

A função a ser exibida logo abaixo se trata de um recurso nativo do aplicativo do Instagram, que funciona tanto em celulares com o sistema Android ou iOS (o sistema do iPhone). Veja como usar esta função:

1. Abra o Instagram normalmente e deslize a sua tela para a esquerda. Então, selecione o contato com quem você deseja conversar e enviar a imagem.

Foto no Instagram
Reprodução/Olhar Digital

Recurso do Instagram permite enviar uma foto que se apaga após ser visualizada

2. Com a tela de conversa aberta, toque no ícone da câmera que está com um fundo azul e tire uma foto no modo “Normal” ou selecione um item que esteja em sua galeria.

Foto no Instagram
Reprodução/Olhar Digital

Chat do Instagram é muito utilizado por seus usuários

3. Após tirar a foto, faça as edições que julga serem necessárias e, logo abaixo do botão enviar, selecione a opção “Ver uma vez” e toque no botão de envio.

Foto no Instagram
Reprodução/Olhar Digital

Opção “ver uma vez” faz com que imagem “se destrua” logo após a visualização

4. Após você ter enviado a foto, você estará de volta a tela de conversas e ela estará com um ícone “Play / Reprodução” ao lado dela. Apenas quando a pessoa ver a foto, este ícone será trocado por uma bomba, indicando que a pessoa já viu esta foto uma vez e não terá como acessá-la novamente. Veja na imagem abaixo, o exemplo do que acaba de ser explicado.

Foto no Instagram
Reprodução/Olhar Digital

Usuário que recebeu a foto não consegue visualizá-la novamente com este recurso

Pronto! Agora, você já sabe como mandar uma imagem autodestrutiva no Instagram sem ter que instalar nada no seu celular.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook

Tecnologia

Google libera modo escuro na busca no Android; aprenda a ativar

Publicado

por

source

Olhar Digital

Google arrow-options
shutterstock

Veja como ativar o modo escuro no Android


Os aplicativos para celulares cada vez mais começam a ter uma opção de modo escuro , que troca as cores de sua interface para agredir menos os olhos quando utilizados a noite ou em um ambiente pouco iluminado. O Google , por sua vez, é uma das empresas que também está disponibilizando aos poucos esse modo ou tema para a maioria de seus aplicativos.

O último a receber esse modo foi justamente o seu aplicativo para buscas no Android em sua versão Beta , que é destinada para testes . Caso você esteja ansioso para testar o novo recurso antes dele chegar à versão a final, confira a seguir como ativar o modo escuro do Google no Android.

Leia também: Modo escuro chega ao WhatsApp para iPhone

Importante

Assim como foi mencionado acima, para ter o acesso ao “ modo escuro ” é necessário utilizar a versão Beta do aplicativo. Ao instalá-la, ela substitui a versão original do programa, possuindo até mesmo mais funcionalidades, mas pode apresentar erros e bugs.

É importante ressaltar que o procedimento realizado abaixo foi feito em um celular com o Android 10 , apesar de esse não ser um requisito confirmado pelo Google para o modo escuro funcionar. Assim como outras funções em fase de testes, é preciso lembrar que o Google pode retirar o modo escuro do seu aplicativo a qualquer momento para a correção de bugs ou mudanças em seu funcionamento.

Leia também: Facebook testa modo escuro no aplicativo para Android

Como testar o modo escuro do Google no Android

O processo descrito abaixo mostrará como participar do programa de testes do aplicativo do Google e já fazer a ativação do modo escuro. Veja:

1. Abra a Google Play e entre na página do aplicativo do Google. Deslize-a para baixo e escolha a opção para participar de seu programa Beta;

google arrow-options
Olhar Digital

Passo 1


2. Caso a mensagem de aguardar por alguns minutos não desapareça, feche o processo da Google Play;

3. De volta na Google Play, agora, atualize o aplicativo do Google, que deverá estar com o “Beta” em seu título;

google arrow-options
Olhar Digital

Passo 3


4. Abra o aplicativo do Google normalmente e toque em “Mais”, que está na parte inferior da tela;

google arrow-options
Olhar Digital

Passo 4


5. Entre em “Configurações” e vá em “Geral”;

Google arrow-options
Olhar Digital

Passo 5


6. Toque em “Tema” e selecione a opção “Escuro”.

Google arrow-options
Olhar Digital

Passo 6


A partir desse momento, tanto a interface do aplicativo, quanto as buscas realizadas nele, deverão estar seguindo o padrão de cores do modo escuro.

Google arrow-options
Olhar Digital

Pronto!


Pronto! Agora, você já pode aproveitar o tema escuro dentro do aplicativo do Google no Android .

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Xiaomi pode começar a produzir celulares no Brasil; saiba quando

Publicado

por

source

Olhar Digital

Xiaomi arrow-options
Reprodução

Xiaomi está cada vez mais inserida no mercado nacional


Com uma loja online oficial, duas lojas físicas e presença em várias redes varejistas no Brasil , a Xiaomi entrou forte no país – e tem ambição de aumentar ainda mais seu público. Em entrevista ao site Mobile Time, o chefe da empresa no país, Luciano Barbosa, afirmou que a chinesa pode começar a produzir smartphones localmente .

“Temos um estudo com previsão para conclusão no final de maio. Se houver convergência em certos modelos, poderemos produzir localmente”, afirmou o executivo, que reforçou que a produção pode começar ainda em 2020, “se o estudo mostrar necessidade”. “Mas será um estudo bem pé no chão. Não moveria todo o meu catálogo para produção local do dia para a noite, mas gradativamente”, completou Barbosa.

Leia também: Xiaomi está construindo fábrica totalmente automatizada na China

Por enquanto, a Xiaomi trabalha no Brasil com 14 modelos, todos importados, e espera diminuir o volume de “compra direta” do consumidor (as pessoas que importam os aparelhos diretamente) e aumentar as vendas locais. “O consumidor quer escapar do ‘custo Brasil’, mas corre o risco de ser taxado na alfândega quando o produto chega. São dois os impactos negativos para o consumidor: 1) o produto pode vir com tecnologia diferente daquela usada no Brasil, como as frequências de 4G ou o plugue da tomada; 2) falsificações de aparelhos, principalmente fones de ouvido, pulseiras e patinetes ”, afirma o executivo

A marca possui duas lojas físicas em São Paulo, no shopping Ibirapuera e no shopping Center Norte, onde vende outros produtos como mochilas, patinetes, pulseiras, fones de ouvido e até guarda-chuva. De acordo com Barbosa, são 260 produtos, e “até o final de 2020 serão 500 SKUs. Depois de maio vamos definir um reajuste de portfólio”.

“O gosto do brasileiro é bastante variado. Ao mesmo tempo que tenho consumidores loucos por tecnologia , tenho alguns que nos procuram e acabam comprando um guarda-chuva ou uma caneta”, explica o executivo da Xiaomi .

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana