conecte-se conosco


Mulher

Como a pílula anticoncepcional e do dia seguinte influenciam o ciclo menstrual?

Publicado

Muitas mulheres usam a pílula anticoncepcional como método contraceptivo
. No entanto, nem todas entendem quais as influencias que o medicamento tem no organismo feminino. O que não é nada positivo, já que ter conhecimento sobre essas influências é fundamental para saber quais alterações podem acontecer no próprio corpo e qual a melhor forma de lidar com elas.


O uso da pílula anticoncepcional altera o clico menstrual, causando mudanças no fluxo e nos sintomas da TPM
shutterstock
O uso da pílula anticoncepcional altera o clico menstrual, causando mudanças no fluxo e nos sintomas da TPM

Segundo Bárbara Murayama, ginecologista e coordenadora da Clínica da Mulher do Hospital 9 de Julho, em São Paulo, entre as alterações que a pílula anticoncepcional
causa no corpo da mulher, estão as mudanças no ciclo menstrual. Dependendo do medicamento e da combinação hormonal, o fluxo e os sintomas da TPM (Tensão Pré-Menstrual) podem ser modificados.

“A maioria dos anticoncepcionais vai bloquear a ovulação, bloqueando o ciclo e diminuindo o fluxo e quantidade de dias de menstruação”, explica. Além disso, dependendo do método hormonal escolhido pela mulher, ou seja, se a pílula será usada como cíclica ou contínua, é possível interromper a menstruação de forma programada.

A forma como o anticoncepcional é usado também pode interferir no ciclo menstrual. Bárbara alerta que o ideal é que o medicamento seja sempre usado conforme a prescrição médica para evitar alterações. “Caso contrário, pode causar irregularidade menstrual e perder a proteção contra a gravidez”, fala.

  • Como funciona o ciclo menstrual?
Leia mais:  Avó de 83 anos faz blog para falar de sexo na terceira idade e uso de sex toy

Estamos falando sobre as alterações no ciclo menstrual
, mas você sabe como ele funciona? Ter esse conhecimento também é interessante para entender as alterações e controlar tanto o período fértil quanto a TPM. Geralmente, o ciclo menstrual
regular é aquele que tem um intervalo de 28 ou 29 dias entre cada ciclo e a ovulação pode acontecer aproximadamente 14 dias após o início da menstruação (primeiro dia do ciclo).

Em entrevista prévia ao Delas
, a ginecologista e obstetra Ana Carolina Lúcio Pereira explica que a ovulação é o momento em que o ovário libera o óvulo para uma possível gestação. Dessa forma, o chamado período fértil acontece dois dias antes e dois dias após a ovulação, quando a mulher tem mais chance de ficar grávida.

E a pílula do dia seguinte?


Assim como a pílula anticoncepcional, com alta dosagem hormonal, a pílula do dia seguinte influencia a menstruação
shutterstock
Assim como a pílula anticoncepcional, com alta dosagem hormonal, a pílula do dia seguinte influencia a menstruação

Com uma alta dosagem hormonal, a PDS ( pílula do dia seguinte
), método hormonal usado para evitar a gravidez em situações de emergência, também pode alterar o ciclo menstrual. De acordo com Bárbara, a influência da pílula do dia seguinte vai variar conforme a época do ciclo menstrual que a mulher está passando quando toma o medicamento.

“Se ainda não tiver ovulado, a pílula pode impedir a ovulação. Se já tiver ovulado, vai buscar impedir a fecundação. De uma maneira ou de outra, interfere no ciclo menstrual e pode causar irregularidade, podendo se manifestar como adiantamento ou atraso da menstruação
, além de aumentar ou diminuir o fluxo de sangue”, explica. 

Leia mais:  Noiva se recusa aservir pratos veganos: “Eles podem levar a própria comida”

Influência da pílula anticoncepcional e do dia seguinte na TPM


Enquanto a pílula anticoncepcional ameniza os sintomas da TPM, a pílula do dia seguinte pode intensificá-los
shutterstock
Enquanto a pílula anticoncepcional ameniza os sintomas da TPM, a pílula do dia seguinte pode intensificá-los

A TPM, que geralmente acontece 10 dias antes do início do fluxo menstrual, costuma ter sintomas físicos e psicológicos em grande parte das mulheres que menstruam. Os mais característicos são enjoos, irritabilidade, cansaço, dor de cabeça, ansiedade e angústia. Como tanto o anticoncepcional quanto a pílula do dia seguinte são medicamentos hormonais, também podem ter influência na tensão pré-menstrual.


A ginecologista explica que a pílula anticoncepcional
pode ser um dos tratamentos para a TPM, amenizando os sintomas. “A pílula controla o ciclo, bloqueando a ovulação e as oscilações hormonais”, fala. Já a pílula do dia seguinte, por ser uma dose única e alta, pode piorar os sintomas naquele mês. “Por si só a PDS é uma grande oscilação hormonal”, diz.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Eu estava desesperada, diz jovem que foi “sugar baby” para pagar sua faculdade

Publicado

por

A história de Jessica Hyer não é exatamente incomum. Aos 19 anos, a jovem britânica se viu endividada enquanto cursava Inglês e Dramaturgia na Universidade de Manchester, na Inglaterra. Sem apoio financeiro da família, visto que ela saiu de casa três anos antes e vinha se sustentando sozinha desde então, ela viu a solução para os seus problemas em um anúncio.

Leia também: Presentes caros, viagens, mimos e até sexo… Como é o relacionamento sugar?

sugar baby
Reprodução/Facebook/Jessica Hyer
Jessica Hyer diz que passou a trabalhar como “sugar baby” por não ter dinheiro

A propaganda no Facebook direcionava para um site no qual homens, geralmente mais velhos, “patrocinavam” mulheres mais jovens, uma relação entre “sugar daddy” e ” sugar baby “. “Eles fazem você pensar que esses homens são mentores, que eles vão te ajudar na carreira, que não te veem de maneira sexual, quando, na realidade, sexo é o objetivo final”, desabafa Jessica em entrevista ao site Manchester Evening News.

Jessica conta que uma das poucas experiências “glamurosas” que teve como “sugar baby” foi quando um cliente a buscou de Lamborghini e lhe deu uma quantia em dinheiro vivo que ela nunca havia visto na vida. No início, ela diz que eram apenas encontros, pelos quais ela recebia de 70 a 150 libras (R$ 340 a R$ 728, segundo a conversão do BC) mas conforme sua situação financeira se deteriorava, passou a topar mais riscos: “Eu estava desesperada”.

Leia mais:  Amigas posam de biquíni para responder críticas sobre diferentes tipos de corpos

Leia também: “Amor à primeira vista”, diz jovem de 23 anos casada com homem de 65 anos

“Alguns dos meus amigos pensavam que [ser ‘sugar baby’] era divertido e glamuroso, mas só porque eu não contava para ninguém como realmente era, a maioria das mulheres não conta”, relata a britânica, hoje com 24 anos.

sugar baby Jessica Hyer
Reprodução/Facebook/Jessica Hyer
Sexo é o objetivo, diz Jessica sobre encontros

Embora chegasse a receber cerca de 600 libras (cerca de R$ 2,9 mil) em uma noite em raras ocasiões e o dinheiro a sustentasse, Hyer diz que receber dinheiro em troca de sexo a isolou e a fez sentir que não havia apoio para “pessoas como ela”. 

“Não estou dizendo que todos os homens não são legais, mas, na minha experiência, a grande maioria deles não te trata como se você fosse um humano. Um ‘ sugar daddy ‘ disse uma vez para mim: ‘Eu geralmente vou atrás de meninas menos atraentes porque elas são menos confiantes’”, explica Jessica.

Leia também: Jovem de 21 anos sobre vida sexual com noivo de 74: “Não precisa de Viagra”


Em quatro anos como “sugar baby”, a jovem estima que saiu com cerca de 50 homens. Hoje, recuperada com ajuda de terapia e de seu parceiro, Jessica afirma que quer ajudar mulheres e homens que têm dificuldades de deixar esta vida para trás.

Leia mais:  Noiva se recusa aservir pratos veganos: “Eles podem levar a própria comida”

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Escola causa polêmica com premiação para “melhor menino” e “melhor menina”

Publicado

por

Assim como a escola que deu o troféu de “menino mais irritante” a uma criança autista , a Hugh Christie School, na Inglaterra, também causou polêmica com uma premiação. A tia de um aluno da instituição ficou indignada com um prêmio criado para homenagear o “melhor menino” e a “melhor menina” do colégio.

premiação de escola causa polêmica
Reprodução/Twitter/@lucyshall
Lucy Hall, tia de um estudante da escola, compartilhou o formulário na internet e revelou as categorias do prêmio


Lucy Hall compartilhou no Twitter uma foto do formulário que os alunos foram convidados a preencherem. Nele, a escola explica que se trata da cerimônia de premiação para marcar o final do ano letivo.

Os troféus que a escola se propôs a distribuir causaram revolta por não estarem ligados, de nenhuma maneira, aos estudos. As categorias que os adolescentes deveriam votar são direcionadas ao comportamento e características físicas de seus colegas. ” Melhor menino “, “melhor menina”, “hábito mais irritante”, “melhor casal” e “maior ego” integram a lista.

Leia também: Irmãs são expulsas de escola dos Estados Unidos porque a mãe “vive em pecado”

A tia do estudante afirmou que ficou “chocada” ao ver o documento. “A escola é difícil o suficiente quando você tem 14 anos para criar prêmios sobre o melhor garoto e garota”, escreve Lucy. “Hugh Christie School, por que você deixaria isso acontecer? Os pais estão chocados com isso”, questiona ela.

Leia mais:  Noiva se recusa aservir pratos veganos: “Eles podem levar a própria comida”

A postagem teve mais de 40 retuítes e passou de 160 curtidas, e contou com respostas indignadas dos internautas sobre os troféus que a Hugh Christie School queria distribuir. “Isso é nojento. Absolutamente nenhuma dessas categorias celebra atributos positivos. É 2019!! Como isso está acontecendo?”, pergunta um.

“Isso é bullying sancionado pela escola. Horrível quando temos uma enorme crise na saúde mental dos adolescentes. É perfeitamente possível fazer isso sem envergonhar e julgar”, afirma outra.

A resposta da escola

A Hugh Christie School viu a publicação de Lucy Hall e pediu desculpas por “qualquer ofensa causada” aos pais e estudantes. “Informaremos os alunos para desconsiderar o formulário. O pessoal responsável foi avisado. Concordamos totalmente que isso era inadequado e pedimos desculpas”, relata a escola.

Leia também: Professora obriga menina a trocar de roupa por achar vestido “inadequado”


A instituição também afirmou que essa premiação “vai totalmente contra o espírito da escola” e declarou que abriu uma investigação interna para saber os motivos que levaram o colaborador a produzir o documento.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana