conecte-se conosco


Mato Grosso

Com parcerias, unidade prisional leva qualificação profissional a reeducandos

Publicado

Uma parceria entre a cadeia pública de Jaciara, Secretaria de Assistência Social do município, Sine e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MT) possibilitou a qualificação profissional em pintura de obras a 18 reeducandos. Os certificados foram entregues nesta semana na unidade prisional.

Lizeu Dutra é um dos beneficiados com a qualificação e agradece a oportunidade recebida. “Todos estão sempre aqui dando oportunidade para nós. Foi muito bom aprender uma profissão a mais. A gente só tem a agradecer por tudo que vocês têm feito, estão acreditando na mudança do reeducando”.

O diretor da unidade prisional, Ricardo Simplício, afirma que sempre busca parcerias para ofertar qualificação e capacitação, proporcionando ensino e trabalho aliados à disciplina, e a Prefeitura Municipal apoia as ações na cadeia, com demais parceiros como o Senai, que oferta gratuitamente os cursos de qualificação. “Cobramos bom comportamento e respeito às regras e em contrapartida vamos atrás de cursos, de oportunidades de aprendizagem para que ao sair daqui eles possam seguir um novo rumo em suas vidas, buscar uma segunda chance. Para alguns deles acaba sendo a primeira chance, alguns nunca tiveram a oportunidade, nem uma chance de emprego”, explica o agente penitenciário, acrescentando que um dos reeducandos que fez os cursos de pintura e de marcenaria e saiu da unidade, hoje está empregado.

O reeducando Hermes Ferreira destaca a importância da qualificação diante da perspectiva de sair da unidade prisional após cumprir a pena. “Durante o curso de pintura nós aprendemos muitas coisas. E é um meio de vida para quem está aqui dentro saber que vai sair com uma profissão. Uma nova vida para quem quer renovar a vida para o lado de fora”.

Leia mais:  Delegacia Virtual registra quase 100 mil ocorrências de extravio de documentos

A secretária de Assistência Social de Jaciara, Luciana Cristina dos Santos, falou da necessidade do município em trabalhar pela inclusão social dos reeducandos. “”É uma junção da Assistência Social, Sine e Senai, para fazer a inclusão social. Agradeço ao Simplício que nos atende muito bem, sempre que possível estaremos viabilizando esses cursos na Cadeia Pública de Jaciara”, ressaltou.

Como parte das aulas do curso profissionalizante, os reeducandos fizeram a pintura do prédio da unidade prisional. 

Oficinas laborais

A cadeia pública de Jaciara abriga aproximadamente 74 presos da região. No local, a direção e servidores penitenciários coordenam atividades educativas e laborais com os reeducandos, como oficina de marcenaria e horta. A venda dos móveis fabricados no local é revertida na compra de insumos para a marcenaria e também em melhorias na unidade.

Neste ano, os reeducandos já receberam três cursos profissionalizantes de marcenaria, pintor de obras e aproveitamento de resíduos de madeira.


Com informações da Prefeitura de Jaciara

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Educação

ENEM 2019: MT não teve nenhuma nota máxima na redação; em 2018 uma tangaraense garantiu nota mil

Publicado

As notas individuais do Enem 2019 foram divulgadas na última sexta-feira (17) pelo Inep e podem ser acessadas na Página do Participante e pelo aplicativo do Enem, por meio do número de CPF cadastrado e da senha. Quem não lembra da senha para acessar os dados pode recuperá-la ou mesmo resetá-la e fazer uma nova.

Nenhum candidato que prestou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Mato Grosso tirou nota mil na redação, segundo informação divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira (17). No Centro-Oeste, é o único estado onde ninguém obteve nota máxima. No Enem 2018, uma aluna conseguiu nota mil em redação. Gabriela Fonseca, de Tangará da Serra,  fez um texto inspirado nos versos da música ‘Admirável Gado Novo’, do cantor Zé Ramalho.

Gabriela Fonseca Arenhart, de 21 anos, tirou nota mil em redação no Enem 2018 — Foto: TVCA/ Reprodução

Em Goiás, quatro alunos tiraram nota mil; no Distrito Federal, dois, e em Mato Grosso do Sul, um. Ao todo, 53 redações de 15 estados e Distrito Federal receberam nota máxima. Destas, 32 foram escritas por mulheres. As médias gerais foram 523,1 para matemática e suas tecnologias; 520,9 para linguagens, códigos e suas tecnologias; 508 para ciências humanas e suas tecnologias; e 477,8 para ciências da natureza e suas tecnologias.

Leia mais:  PM prende homem por estupro de enteada de 13 anos

Quanto à redação, 53 participantes obtiveram a nota máxima (1.000) e 143.736 zeraram. Os maiores percentuais de motivos para nota zero foram: redações em branco (56.945), fuga do tema (40.624) e cópia do texto motivador (23.265). Para os treineiros, que são os que não concluíram o ensino médio, a média ficou em 592,9. Estes poderão ter acesso às notas em março, assim como ao espelho da redação. Dos 5.095.308 de inscritos, 1.160.151 não compareceram às provas, o que correspondente a 22,77% dos inscritos. Destes, 67,28% tiveram direito à isenção da taxa de inscrição.

O presidente do Inep disse ainda que o aumento nos recursos de acessibilidade se refletiu no desempenho dos participantes. Ao todo, foram disponibilizados 53.552 recursos de acessibilidade, como videoprova em Libras, tradutor-intérprete de Libras, sala de fácil acesso, prova ampliada (com letras maiores), prova em braile, auxílio para transcrição e leitura, e o uso de aparelho auditivo ou de implante coclear.”No caso dos participantes surdos quando a gente colocou mais recursos para eles fazerem as provas houve um aumento substancial no desempenho dos surdos”, disse Lopes. Enem digital O ministério vai realizar, em 2020, uma versão digital do Enem.

A aplicação do exame será opcional e a estimativa inicial é de 50 mil participantes, podendo chegar aos 100 mil. As provas ocorrerão nos dias 11 e 18 de outubro, antes do Enem tradicional, marcadas para os dias 1º e 8 de novembro. A implantação do Enem Digital será progressiva, com previsão de consolidação em 2026. “O aluno vai optar entre uma das versões do Enem. A orientação do jurídico [do Inep] é que a escolha seja por ordem de inscrição. O exame vai ser aplicado em 15 capitais, o candidato vai selecionar a cidade e vai pedir a inscrição, se tiver a vaga ele se inscreve, se não tiver ele será direcionado para fazer a inscrição no Enem tradicional”, informou Lopes.


Com informações AgênciaBrasil/G1MT

Leia mais:  Estado deve lotar 11 novos agentes penitenciários em Alta Floresta

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende dupla suspeita de vender drogas na entrada de cemitério em São José dos Quatro Marcos

Publicado

Policiais do Grupo de Apoio (GAp) do 17º Batalhão de Polícia Militar prenderam na noite de terça-feira (21), dois homens, de 24 e 38 anos, que vendiam droga na porta do cemitério no Bairro São0 Francisco em São José dos Quatro Marcos.

A PM local havia recebido denúncia apontando o nome de um homem, que já teria sido preso algumas vezes e teria voltado a atuar naquela região. Ao averiguar a denúncia, a equipe flagrou o suspeito indicado e um segundo envolvido, um homem de 38 anos que também tem antecedentes criminais, inclusive por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e receptação de produtos roubados.


Os dois foram presos e com eles apreendidas porções grandes de pasta base de cocaína e cocaína em pó. Os dois foram conduzidos à delegacia de Mirassol D’Oeste.

Comentários Facebook
Leia mais:  PM prende homem por estupro de enteada de 13 anos
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana