conecte-se conosco


Polícia

Com novo prédio, unidade de Cáceres tem missão de combater violência

Publicado

Débora Siqueira | Sesp-MT

Cáceres registrou 488 casos de violência doméstica no primeiro semestre de 2019. No ano passado foram registrados cerca de 2 mil boletins de ocorrência, 681 inquéritos policiais relatados e outros 640 instaurados por mulheres agredidas. O número chamou a atenção da delegada titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso, Judá Maali Pinheiro Marcondes.

Desde dezembro do ano passado quando assumiu a unidade, ela percebeu que o antigo prédio estava pequeno demais para os trabalhos desenvolvidos em parceria com o Alcoólicos Anônimos (AA) – que atua com palestras com agressores, uma vez que o abuso do álcool está presente na maioria dos casos de violência doméstica – e em parceria com o Ministério Público Estadual, por meio do projeto Luz, em que uma psicóloga recebe um único depoimento da criança agredida, para que ela não precise reviver os momentos de trauma mais de uma vez durante o processo judicial.

A nova sede, inaugurada na sexta-feira (09.08), é uma das seis delegacias da mulher em Mato Grosso, que buscam um atendimento mais humanizado à vítima. As crianças vítimas de violência também terão uma brinquedoteca para quando forem ouvidas em casos de violência e abuso sexual.

“Temos o objetivo de combater a violência doméstica, trabalhando não só a repressão, mas na prevenção dos crimes, fazer um atendimento mais humanizado para mulheres, crianças, adolescentes e idosos”, disse a delegada.

Leia mais:  Polícia Civil prende jovem acusado de receptar veículos furtados

Por meio do projeto Luz, muitos casos de violência e abuso sexual foram denunciados na delegacia, com atendimento psicológico. A promotora Liane Amélia Chaves comentou que agora o atendimento para crianças e adolescentes está consolidado com o que a lei prevê, como uma sala para o depoimento sem danos para que a vítima não sofra ao falar sobre o crime reiteradas vezes.

“A cidade de Cáceres tem muita carência e esse déficit econômico acaba influenciando na família. Temos muitas famílias numerosas, de filhos de vários pais e os problemas familiares são muito grandes. Muita mulher ainda não tem coragem de denunciar e às vezes se mantém no relacionamento com agressor do filho por uma dependência financeira”.

Para a magistrada Hanae Oliveira, o novo prédio mostra que o Governo de Mato Grosso está preocupado com Cáceres e se importa em levar o melhor atendimento para a população. “Toda essa estrutura lúdica faz com que a vítima relembre os momentos de agressão, mas se sentindo segura. O depoimento é colhido apenas uma vez e a vítima não precisará ser ouvida novamente em juízo, pois cada vez que fala revive os momentos de tortura”.


O secretário adjunto de Inteligência Policial de Secretaria de Estado de Segurança Pública, Wilton Massao Ohara, destacou que os 13 anos da Lei Maria da Penha, recém celebrados, mostram que houveram muitos avanços, especialmente no tratamento das vítimas. “Em alguns estados aumentaram em 98% o número de casos, o que especialmente neste tipo de crime não é ruim que ocorra, isso significa que as vítimas estão perdendo o medo e denunciando. Elas não aceitam mais viver sob uma vida de agressões e abusos. A delegacia está de parabéns pelo espaço e por atuar não só na repressão, mas em projetos para a prevenção”, destacou.

Leia mais:  Em menos de 24 horas ação integrada prende estuprador tentando fugir para MS

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Polícia

Foragido da Justiça de SP tem dois mandados de prisão cumpridas em Jaciara

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um foragido da Justiça de São Paulo teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, nesta sexta-feira (13.12), no município de Jaciara (144 km ao Sul de Cuiabá).

O suspeito, Roberto Rivelino de Toleto, 47, estava com ordens de prisão decretadas pela 2ª Vara da Comarca de Monte Aprazível, pelos crimes de furto e estupro de vulnerável.

A prisão do foragido ocorreu quando ele compareceu a Delegacia de Jaciara para registrar um boletim de ocorrência.

Durante checagem de praxe, os policiais descobriram dois mandados de prisão em aberto contra o suspeito, sendo um por furto e outro por estupro de vulnerável, todos cometidos no estado de São Paulo.


Com base nas evidências, foi dado cumprimento as ordens judiciais e após as providências de praxe, o suspeito foi encaminhado à Cadeia Pública de Jaciara.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Dois corpos são encontrados às margens da MT-383 em Rondonópolis
Continue lendo

Polícia

Sete pessoas são presas em ações distintas de combate a criminalidade em Rondonópolis

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

 

Sete homens foram presos e um adolescente apreendido pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), durante diferentes ações deflagradas na região.

As prisões ocorreram no decorrer da quinta-feira (12.12), após intenso trabalho investigativo visando o combate ao tráfico de drogas e crimes de roubo. Além das prisões as diligências resultaram na apreensão de drogas, dinheiro e um veículo.

A primeira prisão ocorreu em cumprimento a mandado judicial. O procurado, Fábio Ferreira de Jesus, 31, estava com a ordem de prisão decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá. Ele foi abordado pelos policiais civis em uma rua no bairro Jardim das Flores.

O segundo detido, Roniclei Felipak Luciano da Silva, 33, conhecido como “Roni”, foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Na casa do suspeito, no bairro Vila Rica, os investigadores da Derf apreenderam cinco porções grandes da maconha, uma arma parcialmente desmontada, mais de R$ 600 em dinheiro e uma motocicleta.

Roniclei Felipak Luciano da Silva vinha sendo monitorado há cerca de duas semanas por suspeitas de atuar no comércio doméstico de entorpecentes (vendendo em pequenas porções), e na modalidade de disque entrega utilizando a motocicleta apreendida.

A terceira prisão aconteceu em uma residência no bairro Jardim Ipiranga, onde Valdinei Leopoldino Veira, 22, foi preso em flagrante por tráfico de drogas e lesão corporal. No local foram apreendidas dezesseis porções de maconha, uma balança de precisão e mais de R$ 200 em dinheiro.

Leia mais:  Polícia Civil prende jovem acusado de receptar veículos furtados

Portador de tornozeleira eletrônica, Valdinei Leopoldino Veira é apontado como vendedor de entorpecentes por meio de aplicativo de celular (WhatsApp). No momento da chegada dos policiais na residência, o suspeito tentou fugir mas foi contido.

A quarta ação resultou na prisão do jovem Adeilson Rodrigues dos Santos, 20. Na casa do suspeito, no bairro Jardim Kenia, foram localizadas sete trouxas de cocaína, sendo uma grande e seis menores.

Adeilson Rodrigues dos Santos era observado há aproximadamente um mês por suspeitas de tráfico de drogas. Também cometido através de aplicativo de celular e na modalidade conhecida como “formiguinha” (quando o traficante anda com pouca droga com intuito de configurar-se como usuário).

Ainda na abordagem policial, Adeilson Rodrigues dos Santos, tentou dispensar um pacote em uma matagal nas proximidades, porém sem êxito.

O quinto suspeito, Silvio César Fernandes Paes, 18, foi preso já na tarde de quinta-feira (12), ocasião em que junto o menor F.M.R.,16, foram surpreendidos em flagrante em uma residência no bairro Santa Cruz.

Ambos foram identificados nas diligências da Derf Rondonópolis para identificar indivíduos que vinham praticado o tráfico de drogas por meio de redes sociais. Em poder dos envolvidos foi encontrado um pedaço grande de maconha, outras porções da mesma substância, balança de precisão e droga sintética conhecida como LSD, além de outros objetos sem comprovação fiscal.

Leia mais:  Polícia Civil prende homem por abusar de menino de 7 anos em Cuiabá

O sexto preso, Gabriel Wellington Gomes da Silva, 25, é acusado de ser um dos autores de roubo cometido no início do mês, contra um policial federal. Gabriel é monitorado dos tornozeleira eletrônica, e foi surpreendido pelos policiais civis no bairro Jardim Mato Grosso.

Logo que abordado, o suspeito assumiu a participação no assalto, sendo assim conduzido para Derf de Rondonópolis.

Já a última prisão realizada no final da tarde de quinta-feira (12), foi a de, Adriel Vitor Vieira Farias, 23, conhecido como “Berê”. O suspeito foi localizado em uma casa no bairro Residencial Farias, em poder de uma sacola contendo uma porção grande de maconha, outro pacote com várias pedras de pasta base de cocaína, a quantia de R$ 240 e uma balança de precisão.

Entrevistado, o suspeito contou que comercializa entorpecentes pelo valor de R$ 10 cada trouxinha, bem como já possui antecedente criminal por tráfico e tentativa de homicídio.


Todos os sete suspeitos e um adolescente foram conduzidos para Derf de Rondonópolis, onde foram interrogados a cerca das prisões e autuados em flagrante delito e ato infracional, sendo posteriormente colocados à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana