conecte-se conosco


Tecnologia

Com guerra comercial, cai número de expositores chineses na CES 2020

Publicado

source
CES arrow-options
Divulgação/CES

Consumer Eletronics Show 2019


Considerado o maior evento da indústria da tecnologia do mundo, o Consumer Eletronics Show (CES), realizado anualmente em Las Vegas, chegou a ser apelidado como “Chinese Electronics Show”, dado o número de expositores chineses. Mas com o cenário de guerra comercial entre Washington e Pequim , com a imposição de restrições a companhias chinesas, a participação de representantes do país comunista mostra sinais de queda, revela o Wall Street Journal.

O evento, que começa nesta terça-feira (07), terá o espaço designado a expositores chineses entre 5% e 6% menor em relação ao ano passado, de acordo com os organizadores. Ao todo, 1.097 empresas chinesas requisitaram estandes, uma pequena redução em relação a 2019, quando participaram 1.120 companhias. E nem todas darão as caras.

A rede de varejo Suning, segunda maior empresa privada da China e habitual expositora, anunciou que não irá participar do CES neste ano, apesar de já ter pago pelo espaço. Um porta-voz se negou a detalhar os motivos da desistência, informando apenas que nem o pessoal da China, nem dos EUA, irá a Las Vegas.

Leia também: China decide parar de usar Windows; entenda

A Consumer Technology Association ( CTA ), organizadora do CES, afirmou que todos os grandes expositores chineses que participaram do evento em 2019 retornarão neste ano. Segundo a associação, a única área com declínio notável na participação de chineses é a “Design and Source”, com foco em design, fornecimento e empacotamento.

“A guerra comercial é ruim para ambos os países”, afirmou a CTA, em comunicado. “A CTA continua trabalhando com o Congresso e com o governo para alcançar um acordo com a China que elimine tarifas e resolva as práticas comerciais da China”.

Leia também: China exige escaneamento facial para compra de linha de celular e gera polêmica

Huawei estará presente

No ano passado, as relações comerciais entre os dois países se acirraram, principalmente na indústria da tecnologia. A Huawei é o exemplo maior dessa disputa, por ter sido proibida de comprar peças e serviços de fornecedores americanos, mas outras empresas também foram alvos de sanções, como a fabricante de smartphones ZTE e as empresas de vigilância eletrônica Hikvision e Dahua Technology.

Apesar das sanções, a Huawei informou que participará da CES . “A CES é um show de tecnologia global e a Huawei, como uma líder global de tecnologia, vai usar a oportunidade para apresentar seus produtos de consumo, incluindo smartphones, tablets e laptops, para o mercado global”.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook

Tecnologia

Sem F8: Facebook cancela seu maior evento devido ao coronavírus

Publicado

por

source
Facebook arrow-options
Divulgação/Facebook

Facebook cancela seu maior evento anual


O Facebook anunciou, nesta quinta-feira (27), que cancelou a sua conferência global e anual de desenvolvedores. Conhecida como F8 , a edição de 2020 do maior evento da empresa não terá momentos presenciais devido à epidemia de coronavírus

Em nota, o diretor de parcerias de plataforma do Facebook , Konstantinos Papamiltiadis, disse que o evento foi cancelado pensando na saúde dos desenvolvedores parceiros, funcionários e pessoas que fazem o evento acontecer. 

“Nós exploramos outras maneiras de manter a parte presencial da F8, mas é importante para nós que o evento seja inclusivo, e não parecia certo realizar a F8 sem a presença dos desenvolvedores de fora do país”, afirmou o diretor. 

Leia também: Com coronavírus, Google e Microsoft podem abandonar a China de vez

Agora, a empresa diz que está pensando em outras formas online de manter o evento de pé, como conteúdos transmitidos ao vivo e pequenas conferências locais gravadas. 

A F8 não foi o primeiro grande evento de tecnologia cancelado devido à epidemia de coronavírus. O Mobile World Congress , maior feira de tecnologia móvel do mundo, deixou de acontecer em Barcelona neste mês por conta da doença.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Spotify para iOS ganha novo visual

Publicado

por

source

Olhar Digital

O Spotify está de cara nova para quem tem um smartphone da  Apple . O aplicativo do streaming de músicas recebeu uma atualização para a versão mobile no  iOS , com três mudanças em sua interface.

Modo escuro no WhatsApp Web: saiba como ativar a funcionalidade

A primeira é a presença de um novo botão para “Reprodução aleatória”. O ícone é formado por um círculo verde com o tradicional símbolo de ordem aleatória em um outro círculo menor sobreposto. Além disso, o aplicativo acrescentou uma “Barra de ação”, com as opções de curtir, downloads e mais.

Reprodução

“Todas as ações, incluindo ‘curtir’, ‘reproduzir’ e ‘baixar’ para usuários Premium são agrupadas em uma barra na parte central da tela. Além disso, o download para ouvir sem Wi-Fi (para nossos usuários Premium) agora tem um novo ícone – o mesmo que usamos para podcasts .

Ademais, a nova barra é o seu lugar único para tudo o que você deseja fazer com apenas uma mão – a experiência é muito mais adaptável e responde ao tamanho do seu dispositivo”, escreveu o Spotify em seu blog.

Novidade: Uber traduz mensagens em mais de 100 idiomas

A última novidade foi uma reformulação na lista de músicas. Agora, a arte da capa do álbum estará visível ao lado das músicas na aba das playlists , pesquisa e sua biblioteca . A empresa afirma que isso vai facilitar a navegação no aplicativo e a localização das músicas.

Aqueles que utilizam smartphones  Android  vão ter que esperar um pouco mais para ver as mudanças, já que o novo design deve chegar em breve.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana