conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Nacional

“Clube do carimbo”: MP identifica grupo que transmitia HIV intencionalmente

Publicado


source
Grupo infectava pessoas de maneira intencional omitindo diagnóstico de HIV ou danificando preservativos antes das relações sexuais
Elza Fiuza Arquivo/Agência Brasil

Grupo infectava pessoas de maneira intencional omitindo diagnóstico de HIV ou danificando preservativos antes das relações sexuais

O Ministério Público de São Paulo cumpriu mandados de busca e apreensão, nesta quarta-feira (7), contra grupos que atuavam em São Paulo e no Rio de Janeiro para disseminar o vírus HIV de maneira intencional.

A investigação foi iniciada após uma suposta vítima denunciar a existência do grupo no WhatsApp. Com 126 membros, o grupo era denominado “Clube do carimbo” , segundo informações do G1.

Segundo os promotores, na maioria das vezes, os integrantes contaminavam pessoas tendo relações sexuais sem preservativo e omitindo que eram portadores do vírus. Em outras ocasiões, os preservativos eram danificados antes do ato.

O sigilo telemático foi autorizado pela Justiça e os promotores chegaram aos envolvidos. Há indícios de que membros do grupo atuem, também, em Minas Gerais e Pernambuco. Os celulares apreendidos na operação serão periciados para que a investigação prossiga.

Comentários Facebook

Nacional

Sábado de sol e sem previsão de chuva em São Paulo

Publicado

por


source
Previsão do tempo para o fim de semana em São Paulo não indica chuvas
Pixabay/Creative Commons

Previsão do tempo para o fim de semana em São Paulo não indica chuvas

Sol e poucas nuvens durante todo o dia marcam a previsão do tempo deste sábado (10), na capital paulista. A temperatura permanecerá quente ao longo da tarde. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) divulgou que a mínima será de 16ºC e a máxima de 29ºC.

Não há previsão de chuva para o fim de semana em São Paulo. O sábado deve começar mais frio, podendo atingir os 16ºC, e a temperatura tende a aumentar ao longo do dia. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 30% e 85%.

Continue lendo

Nacional

Homem que ofendeu motoboy com falas racistas volta a discriminar negros; assista

Publicado

por


source
Homem voltou a ofender negros e nordestinos em Campinas
Reprodução

Homem voltou a ofender negros e nordestinos em Campinas

O mesmo homem que ofendeu um motoboy com falas racistas em um condomínio de alto padrão em Valinhos, no interior de São Paulo, no ano passado voltou a xingar e discriminar negros e nordestinos. Imagens feitas por volta das 13h desta sexta-feira (9) mostram Mateus Abreu Almeida Prado Couto à frente de um mercado xingando pessoas que estavam no lado de dentro.

No vídeo, Couto caminha na calçada e chama as pessoas para fora do estabelecimento, que fica no bairro Barão Geraldo, em Campinas. Enquanto Couto fala, é possível ouvir alguém dizer “racismo” ao fundo. Ao ouvir a acusação, o agressor afirma que é “racismo mesmo, ô seu preto”. A seguir ele é questionado se é italianos e ele responde que é “nórdico”.

Veja o momento dos xingamentos:

Uma das pessoas local diz que vai chamar a polícia e Couto a desafia para que faça isso. “Manda a PM aqui, que eu mato a PM”. Enquanto é filmado, o contabilista também fala que foi roubado. “Tá roubando meu dinheiro, seu lixo.”

Você viu?

Em outro momento, Couto esfrega a mão no antebraço, fazendo referência à cor de pele e diz: “chega aí, seu bosta, seu gordinho otário. Você não é italiano, você é sub-raça. Chama sua polícia aí, traz a Federal, seu preto filho da p***”.

Em um episódio em julho do ano passado, Couto também foi flagrado praticando racismo. Ele ofendeu o motoboy Matheus Pires Barbosa, que havia ido até o condomínio onde Couto morava para fazer uma entrega.

Ao fazer a entrega, Couto chamou Mateus de lixo e apontou para a sua pele clara. Uma testemunha registrou a cena e, nas imagens, é possível assistir a sessão de xingamentos.

“Seu lixo. Você tem inveja disso aqui”, afirmou o agressor ao apontar para a cor de seu braço e indicar sua pele branca para o entregador negro. “Quanto deve ganhar por mês, hein? Dois mil reais? Não deve ter nem onde morar”, disse.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana