conecte-se conosco


Nacional

Ciro Gomes será processado por comunidade judaica por antissemitismo

Publicado


Ciro Gomes
Reprodução/Globonews
Entidade já havia advertido Ciro Gomes anteriormente

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) anunciou por meio de nota que vai acionar o ex-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) na Justiça por antissemitismo. A Conib foi motivada por um comentário de Ciro em entrevista ao site HuffPost Brasil
.

Leia também: Nos Estados Unidos, Ciro e Alckmin criticam política externa de Bolsonaro

“Agora Bolsonaro diz aos grupos de interesse o que eles querem ouvir. Por exemplo, para os amigos dele aí, esses corruptos da comunidade judaica, que acham que, porque são da comunidade judaica, têm direito de ser corrupto”, disse Ciro Gomes
na entrevista.

Conib
já havia condenado declaração anterior do político na qual ele afirmou que Bolsonaro teria sido financiado pelo “ sionismo
radical”.

Leia também: Primo de Ciro Gomes é anunciado e assumirá secretaria do governo Bolsonaro


“Mais uma vez, Ciro Gomes
nos ataca de forma generalizada, agora chamando membros da comunidade de ‘corruptos’”, diz o comunicado divulgado pela Conib. “Não vemos Ciro ligar outras minorias ou grupos à corrupção no Brasil. Se pretende ser visto como um político despido de ódios e preconceitos, cabe ao ex-governador se retratar das infelizes declarações contra os judeus brasileiros”, completa.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Leia mais:  Moro pediu que dinheiro da ‘fundação da Lava Jato’ fosse destinado à sua pasta
publicidade

Nacional

Esposa e irmãos do senador Omar Aziz são presos no Amazonas por corrupção

Publicado

por

IstoÉ

Nejmi Aziz arrow-options
Divulgação/Agecom
Esposa de Omar Aziz foi presa


Nejmi Aziz, ex-primeira-dama do Amazonas, foi presa temporariamente na manhã desta sexta-feira (19) durante a Operação Vertex, uma nova fase da Operação Maus Caminhos, que investiga a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e a existência de uma organização criminosa que desviou recursos da Saúde no Amazonas. As informações são do jornal A Crítica.

Leia também: Senador Omar Aziz é alvo de operação da PF contra corrupção no Amazonas

Além de Nejmi, foram presos os cunhados dois dela: Amim, Murad e Mansour, irmãos do ex-governador e senador Omar Aziz . O tenente-coronel da Polícia Militar, Josenário Figueiredo, e o PM Ricardo Campos também foram detidos. Todos foram encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal do Amazonas, em Manaus.


No ano passado, a ex-primeira-dama e o marido foram citados em uma delação da Operação Maus Caminhos, mas nenhum deles foi preso. Também em 2018, Murad Aziz, irmão do ex-governador, se entregou à Polícia Federal. Meses depois, porém, foi soltar após a Justiça aceitar o pedido de habeas corpus.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Leia mais:  ‘Chuva de dinheiro’ provoca acidentes em rodovia dos EUA; veja o vídeo
Continue lendo

Nacional

Adélio Bispo se recusa a receber tratamento psiquiátrico, revela revista

Publicado

por

Adélio Bispo de Oliveira arrow-options
Reprodução
Adélio Bispo de Oliveira se recusa a receber tratamento psiquiátrico no presídio


Diagnosticado com transtorno delirante persistente, Adélio Bispo de Oliveira se recusa a receber tratamento psiquiátrico na penitenciária federal de Campo Grande (MS), onde está preso. É o que revela a revista Época   nesta sexta-feira (19). O responsável pela facada em Jair Bolsonaro ainda na campanha das eleições de 2018 foi considerado inimputável e, por isso, está condenado a receber cuidados médicos.

Leia também: Bolsonaro não recorre contra absolvição de Adélio e sentença transita em julgado

Na matéria. a Época revela, por entrevista com o advogado de Adélio , que existe a recusa em tomar qualquer remédio ofertado na prisão, mas que agora que o caso está concluído, o mesmo passará a ingerir os medicamentos.

Preso no dia 6 de setembro de 2018 – data do atentado contra o então candidato a presidente Jair Bolsonaro – Adélio Bispo de Oliveira não chegou a ser julgado por tentativa de homicídio, justamente por ter sido considerado inimputável , ou seja, incapaz de agir em sã consciência.

Leia também: Quem pagou o advogado de Adélio, autor da facada em Bolsonaro? PF descobriu


Pela lei, Adélio Bispo de Oliveira receberá o tratamento psiquiátrico mesmo que de forma involuntária.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Leia mais:  Por causa de Datena, Eduardo Bolsonaro briga com Frota no Twitter: “Caroneiro”
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana