conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

BemRural

Circuito Aprosoja Universitário começa na próxima segunda-feira (29)

Publicado

Fortalecimento Institucional

Circuito Aprosoja Universitário começa na próxima segunda-feira (29)

Neste ano, evento focado em estudantes tem como tema a Lei do Alimento Mais Seguro


Emanuele Rigoni/Ascom Aprosoja

24/10/2018

O Circuito Aprosoja Universitário começa na próxima segunda-feira (29), às 8h, no auditório da Escola Billy Gancho, no município de Nova Xavantina. O evento é gratuito e realizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), que foca em estudantes universitários de todas as regiões do Estado.
 
Neste ano, o tema do Circuito Universitário será a “Lei do Alimento Mais Seguro: Mitos e Verdades” e o público contará com duas palestras. A primeira é do professor, associado da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (Usp) e presidente do Conselho Científico para Agricultura Sustentável, José Otávio Menten, que falará sobre “A importância dos defensivos para a produção agrícola”. 
 
A segunda palestra será a “Contextualização da PL dos Defensivos”, que será ministrada por duas pessoas, que alternarão as cidades. São elas o engenheiro agrônomo e diretor executivo da Aprosoja Brasil, Fabrício Rosa, e o consultor na área de inteligência regulatória com foco em defensivos agrícolas, sementes, biotecnologia e assuntos ligados à Comissão de Alimentos do Mercosul, Edivandro Seron.
 
Locais e datas – Após Nova Xavantina, Cuiabá e Várzea Grande recebem o evento no dia 30 de outubro. Em Várzea Grande as palestras serão a partir das 8h, no auditório V do Bloco D do Univag. Na Capital será às 19h, na sala 2 do Bloco A da Unic Beira Rio. 
 
O próximo município será Primavera do Leste, no dia 31 de outubro, no auditório do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a partir das 19h. 
 
No dia 05 de novembro o evento será em Sinop, no Sindicato Rural; no dia 06 de novembro é a vez de Sorriso, também no Sindicato Rural; no dia 07 de novembro o Circuito será em Lucas do Rio Verde, na Faculdade La Salle; e no dia 08 de novembro, será em Nova Mutum, no Sindicato Rural. Em todos esses municípios o horário é o mesmo: 19h. Já no dia 09 de novembro Cuiabá recebe o evento mais uma vez, às 8h, no auditório Helmut Daltro (mais conhecido como Batatão), na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). 
 
O Circuito Universitário segue no dia 12 de novembro, na Faculdades Integradas de Diamantino (FID), em Diamantino, às 19h; no dia 13 de novembro as palestras ocorrem na Câmara Municipal de Campo Novo do Parecis, às 13h30; no dia 14 de novembro, no CTG de Sapezal, às 8h; e no dia 14 de novembro é a vez de Tangará da Serra, às 19h, no auditório da Unic. 
 
No dia 22 de novembro o Circuito Universitário passa por duas cidades: Rondonópolis, às 13h30, no auditório do Sindicato Rural (dentro do Parque de Exposições Wilmar Peres de Farias) e, às 19h, em Jaciara, no Centro de Eventos Maria Jovelina de Almeida. O evento termina no dia 23 de novembro, em Campo Verde, às 19h, no Plenário da Câmara Municipal. 
 
Sobre o tema deste ano – A lei que trata dos defensivos agrícolas no Brasil foi criada em 1989, ou seja, são quase 30 anos com poucas atualizações. Nesse período, surgiram produtos ainda mais inovadores, frutos de dezenas de testes e de investimentos em pesquisas científicas. A Lei do Alimento Mais Seguro vai levar novas tecnologias ao campo e comida ainda mais protegida e barata à mesa dos brasileiros.
 
Certificado – Os estudantes que participarem de todo o evento terão direito a certificado, que deverá ser baixado do site da Aprosoja, porém após o término do Circuito Universitário. 
 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

Comentários Facebook

BemRural

Após “luta” de 1h30, jaú de 150 kg é pescado e solto novamente no rio em Tangará

Publicado

Foto: G1

Uma “luta” travada entre pescador e peixe levou cerca de uma hora e meia. Mas não era qualquer peixe. O animal em questão trata-se de um jaú que pesa cerca de 150 quilos. Essa história, que não é conversa de pescador, aconteceu em Tangará da Serra no rio Sepotuba e foi destaque no noticiário de Mato Grosso.

O empresário Lucas Torrente e seus amigos é que pescaram o jaú de 150 kg. Entre fisgar o bicho e levá-lo ate um barranco, se passaram uma hora e meia. Depois de toda essa peleia, o peixão foi solto e voltou para as águas do Sepotuba.

De acordo com o biólogo da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Valdo Troy, em entrevista concedida ao portal G1, um peixe deste peso é uma exceção e tem um papel essencial, que é controlar a população de peixes.

“Seria humanamente impossível brigar sozinho com um peixe daquele tamanho. Foi essencial a experiência junto com meus parceiros, porque o jaú é um peixe muito forte”, disse Lucas, que fisgou o bicho, ao portal. “Ele passava tranquilamente uns 150 kg. Se a gente submetesse ele a uma balança, poderia machucá-lo. Então, nós o soltamos e a dúvida ficou”, completou.

Continue lendo

BemRural

FRANGO/CEPEA: Demanda externa cresce; preços sobem no Brasil

Publicado

por


Cepea, 08/04/2022 – A maior demanda internacional pela carne de frango motivou altas nos preços domésticos da proteína, segundo informações do Cepea. Com menor disponibilidade interna de muitos produtos, como peito e filé, vendedores seguem elevando as cotações, buscando garantir a margem frente ao custo de produção ainda alto. Além das exportações, o período de início de mês, com o recebimento do salário por parte da população, também favoreceu as altas nos preços. De acordo com dados da Secex, 385 mil toneladas de carne de frango foram exportadas em março, quantidade 13,3% acima da observada em fevereiro e ainda 4,8% maior que a exportada em março/21. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana