conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicado


Cinco motoristas foram presos por embriaguez ao volante na 28ª Operação Lei Seca, neste domingo (27.03), na Rodovia Helder Cândia, bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá. 

Na operação, dez condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, sendo autuados pela prática. Foram realizados 206 testes de alcoolemia, no entanto dez motoristas se recusaram a fazer o teste.

Outros dez motoristas foram detidos por conduzirem sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e 14 por estarem com veículo sem registro ou não licenciado.

Nesta operação, foram registrados 47 Autos de Infração de Trânsito (AITs). Onze motoristas assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) sendo dez por conduzir veículo sem possuir CNH e um por desacato contra os agentes de segurança.

Ao todo, 198 veículos foram fiscalizados, dentre eles, 32 foram removidos, dos quais 28 carros e quatro motocicletas. Outros 47 foram autuados. Os agentes recolheram 17 documentos, sendo 16 CNHs e um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs).

A Lei Seca é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI/Sesp) e nesta edição contou com as forças integradas da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTran); da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran); do Departamento Estadual de Trânsito (Detran); e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

Nova Mutum 

Na última sexta-feira (25.03), nove motoristas foram presos por embriaguez ao volante, na 6ª edição da Operação Lei Seca, realizada no Centro de Nova Mutum (242 km de Cuiabá). 

Durante operação, 16 motoristas foram detidos com conduzirem sob efeito de álcool, sendo autuados pela prática, sete por dirigir sem CNH e cinco com veículo sem registro ou não licenciado.

Dos 42 testes de alcoolemia, apenas dois se recusaram a fazer o teste. Trinta e quatro AIT foram registrados, 11 veículos foram removidos, sendo oito carros e três motocicletas. Já outros 22 veículos foram autuados. Os agentes ainda recolheram 10 CNHs e três CRLV. 

A Lei Seca é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI/Sesp) e nesta edição contou com a Polícia Militar, Polícia Civil, o 44º Ciretran e a Prefeitura Municipal. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana