conecte-se conosco


Mato Grosso

Cidadão já pode retirar senha pela internet para atendimento do Centro de Triagem

Publicado


.

O Centro de Triagem Covid-19 começa neste domingo (09.08) a distribuir senhas pelo site triagem.mt.gov.br para os atendimentos na Arena Pantanal. As senhas emitidas hoje serão para os atendimentos de segunda-feira (10.08).

Na segunda-feira, serão emitidas as senhas para atendimentos na terça-feira (11.08) e assim por diante, pois as senhas digitais estarão disponíveis e passam a ser emitidas pelo site sempre no dia anterior ao atendimento.

No total, continuam a ser distribuídas 700 senhas, sendo as 300 virtuais (emitidas no dia anterior) e 400 de forma presencial, das 6h às 6h45, na Arena Pantanal.

A iniciativa tem o objetivo de reduzir o número de pessoas nas filas presenciais, sem deixar de contemplar os cidadãos que não tenham acesso à internet.

“É uma mudança positiva, que aprimora o atendimento já excelente do Centro de Triagem. Essa nova possibilidade de agendamento virtual traz mais comodidade e segurança aos cidadãos que têm acesso à internet. Contudo, o Governo também disponibilizará um quantitativo de senhas presenciais, justamente para contemplar os cidadãos que não têm acesso às plataformas digitais”, explicou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

É importante reforçar que as senhas digitais, assim como as presenciais, só são válidas para o dia em que foram emitidas. 

Entenda o passo a passo para a distribuição das senhas digitais

Passo 1 – Acesse o endereço triagem.mt.gov.br e clique no campo para “Agendamento Centro de Triagem Covid-19”.

Passo 2 – Preencha o formulário de agendamento com as informações pessoais do paciente a ser atendido.

Passo 3 – Preenchido o formulário, clique em agendar atendimento.

Passo 4 – Informe o código recebido via SMS (pelo número de celular cadastrado no formulário) para a confirmação do agendamento. 

Passo 5 – Após a confirmação, o protocolo de atendimento com a data e horário do agendamento será enviado por SMS. 

Passo 6 – Pronto! Com a senha gerada, é importante que o paciente compareça ao Centro de Triagem no horário agendado. A senha só é válida para o dia em que ela foi emitida.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Sema destina máquinas de infratores para combate aos incêndios no Pantanal

Publicado

por


.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) está destinando as máquinas utilizadas em crimes ambientais para combate aos incêndios no Pantanal, no município de Poconé. “Estamos invertendo a lógica das infrações ao destinar esses equipamentos, que até então eram utilizados para causar danos à natureza, para nos auxiliar a protegê-la”, afirma a gestora do órgão, Mauren Lazzaretti.

Desde o início dos incêndios, três máquinas foram destacadas para auxiliar o trabalho do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) na construção dos aceiros e outras estruturas para contenção do fogo. A secretária também determinou que outras máquinas que eventualmente sejam apreendidas na região, sejam destinadas a auxiliar na Operação Pantanal II, deflagrada na última sexta-feira (07.08), em parceria com o Governo Federal.

O desaparelhamento dos infratores, seja pela remoção ou inutilização das máquinas, integra a política de tolerância zero aos crimes ambientais praticados no Estado. No Bioma Pantanal, as equipes de fiscalização já aplicaram mais de R$ 73 milhões em multas.

“Além das ações de repressão também estamos atuando em frentes educativas aos proprietários rurais”, complementa Mauren. Na última semana, o Comitê Estadual de Gestão do Fogo divulgou nota técnica que orienta os produtores sobre as estruturas mínimas a serem mantidas nas propriedades para evitar incêndios.

De acordo com o documento, devem ser criados no mínimo seis sistemas: de vigilância, de acesso, de compartimentação por talhões, de mananciais, de apoio a combate a incêndio florestal e de proteção de áreas edificadas. A nota está disponível na íntegra no site da Sema.

O Comitê do Fogo, órgão colegiado presidido pela Sema e secretariado pelo CBM-MT, diariamente realiza o trabalho de articulação com as agências que podem auxiliar no combate aos incêndios florestais. O grupo é composto por instituições dos governos estadual e federal, entidades civis e Organizações não Governamentais. A Sema também fornece equipamentos e diárias para realizar as operações.

Por meio do Plano de Ação de Combate ao Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais 2020, Mato Grosso atua em seis frentes: planejamento e gestão, monitoramento, fiscalização, responsabilização, prevenção e combate aos incêndios florestais e comunicação. O investimento total nas ações é de R$ 22 milhões será dividido entre orçamento próprio do Governo de Mato Grosso e aportes do Programa REDD+ para Pioneiros (REM-Mato Grosso).

Tolerância zero

Mato Grosso declarou tolerância zero aos crimes ambientais. Desde o início de 2020, as autoridades ambientais estaduais e federais aplicaram, juntas, mais de R$ 1,9 bilhão em multas e pedidos de indenização por crimes contra a flora. Também foram embargados 225 mil hectares e realizada a apreensão de mais de R$ 10 milhões em equipamentos, entre tratores, motosserras, armas de fogo e helicóptero. Até o momento 142 pessoas foram conduzidas para a delegacia.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Em tempos de pandemia, professor tem que se desdobrar com os filhos e alunos

Publicado

por


.

O professor Jordan Costa Talon tem dois filhos em idade escolar e se desdobra para cuidar deles e atuar na coordenação da Escola Estadual Ramiro Bernardo da Silva, em Rondonópolis (cidade a 201 quilômetros ao sul da Capital). Para o educador, o maior desafio neste momento é a mudança na rotina da família, com o isolamento social, que interfere na organização da vida em sociedade e profissional.

Jordan organiza seu dia a dia com horários diferentes para desempenhar o trabalho remoto na escola e o acompanhamento das atividades dos filhos, também de maneira remota.

“Como pai e professor, os filhos acham que temos que saber tudo e orientá-los nas diversas disciplinas e atividades escolares. Esta cobrança, por sinal, aumentou neste momento de pandemia”, assinala ele.

O educador frisa que, em tempos de pandemia, o trabalho é maior, pois requer uma atenção redobrada para com os filhos, na organização, nos cuidados e na atenção ao uso dos recursos tecnológicos. Celular e computador são os canais de contato com as pessoas, familiares e amigos. Com isso, Jordan se sente obrigado se reinventar a todo momento, para fugir da rotina.

Mesmo com as atividades de estudo, pai e filhos ainda organizam o tempo para as brincadeiras, desafios e jogos, que acabam fugindo um pouco da rotina e elevando a autoestima de todos.

“A única maneira de prevenir essa doença é com as medidas de higiene e o distanciamento social, que são situações que fogem da nossa zona de conforto e da normalidade. Por isso, temos que ter o cuidado neste momento com essas particularidades para amenizarmos a drástica mudança e não acarretar o surgimento de outras doenças”, salienta.

Mais que um pai presente, Jordan tem paixão pela profissão de educador, que desempenha há oito anos na rede estadual. Ele ingressou no magistério porque sempre acreditou poder contribuir de alguma forma para que a sociedade seja mais justa e democrática, prezando pela igualdade de direitos e deveres entre todos. Jordan também é presidente do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE) contribuindo um pouco mais para a educação pública.

O educador está otimista em relação às aulas online e off-line iniciadas na semana passada. “Não tenho dúvida que será um grande desafio, porém, temos que dar uma resposta à sociedade, e mesmo na situação adversa que se encontra o momento, algo precisa ser feito, para que as pessoas possam ter acesso aos direitos básicos, à educação”, destaca.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana