conecte-se conosco


Mato Grosso

Cestas básicas entregues em Lucas do Rio Verde são incrementadas com produtos locais

Publicado


.

As cestas básicas da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus” entregues para o município de Lucas do Rio Verde (a 360 km de Cuiabá) foram incrementadas com alimentos produzidos na própria região. As famílias carentes beneficiadas receberam o kit contendo arroz, feijão, óleo, macarrão, café, açúcar, sal, sardinha, farinha de trigo, extrato de tomate, café, itens de higiene pessoal (sabonete) e de limpeza (sabão em barra e água sanitária), além abóbora e mandioca fornecidas pela agricultura familiar.  

A ação social do Governo do Estado é realizada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e liderada voluntariamente pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. Estima-se que em Lucas do Rio Verde exista 9,2 mil pessoas que vivem em situação de extrema pobreza, de acordo com dados de abril deste ano dados do Cadastro Único.  

Para a secretária de Assistência Social do município, Lucileide Queiroz Gurka, as doações fornecidas pelo Governo do Estado irão complementar o trabalho social feito pela Prefeitura ajudando as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade. “Lançamos uma campanha no município, chamada “Somos todos pela partilha”, e passamos a incrementar as cestas com peixes, produtos de higiene e limpeza. Com a doação do Governo resolvemos complementar com abóboras e mandiocas”.

Segundo ela, a prioridade é atender as famílias que correm o risco de ficarem expostas à pobreza, fome, violência, exploração, que vivem em moradias precárias e irregulares, dentre outras necessidades. “É de suma importância nesse momento de Pandemia que assola o mundo, e as pessoas se encontram com diversas fragilidades e desproteções, uma cesta de alimentos na grande maioria das vezes acalenta um bolso sem recursos financeiros para provê-la e muitos estômagos vazios. O cuidado com o público em vulnerabilidade Social e risco nesse momento de pandemia faz toda diferença aos cidadãos mato grossenses”.

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, destacou que parcerias como essa só trazem benefícios para as famílias atendidas. “Com mais parceiros conseguimos atender mais pessoas carentes e chegar naquelas que realmente estão precisando de ajuda, principalmente neste momento de crise”.

Em mais de dois meses de atuação, a campanha Vem Ser Mais Solidário arrecadou mais de R$ 5 milhões em doações, recursos revertidos na compra de mais cestas básicas.

Essas doações somadas aos investimentos realizados diretamente pelo Governo de Mato Grosso vão possibilitar a distribuição de aproximadamente 230 mil cestas básicas ao todo, em todo Estado, beneficiando famílias carentes nos 141 municípios, algo em torno de 1,150 milhão de mato-grossenses, tendo em vista que cada cesta é capaz de alimentar uma família com cinco pessoas em média.

Participe

Se você quiser ajudar pode doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas.

Para o cadastro de atendimento, as instituições, entidades e/ou grupos representativos devem enviar um ofício para o e-mail [email protected], com a lista das pessoas que serão beneficiadas, contendo nome completo, CPF, nome da mãe e Número de Identificação Social (NIS).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Reunião virtual entre servidores da Seciteci discute andamento dos cursos EAD

Publicado

por


.

Na manhã desta quinta-feira (30.07) foi realizada uma reunião virtual com os servidores da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec), que integram a equipe do programa ‘Novos Caminhos’ em Mato Grosso, responsável pelo desenvolvimento dos cursos de Educação a Distância (EAD) de Operador de Computador e Promotor de Vendas. A reunião ocorreu para tratar das normativas e monitoramento dos cursos.

Na ocasião, o secretário adjunto de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Stephano do Carmo,  que também atua como coordenador geral do Pronatec/Novos Caminhos, falou da importância dos trabalhos desenvolvidos pela coordenação dos cursos para melhorar a aprendizagem.

“Os esforços das equipes foram concentrados em criar um sistema autodidático, simples e de fácil acesso, para facilitar o aprendizado, garantindo melhor desempenho aos alunos, além de manter a qualidade do ensino profissionalizante”, diz.  

As aulas iniciaram em junho e atendem 650 alunos que são acompanhados pelas Escolas Técnicas Estaduais das cidades de Rondonópolis, Tangará da Serra, Barra do Garças e Lucas do Rio Verde.  Os cursos fazem parte do programa Novos Caminhos, que é promovido pelo governo federal e executado em  parceria com a Seciteci.

 O coordenador de Educação a Distância da Seciteci, Fernando Wosgrau, apresentou o painel de acompanhamento das atividades realizadas pelos alunos. O monitoramento é feito por meio da plataforma Moodle, que foi desenvolvida pela área de tecnologia da informação da pasta.

“Nesta plataforma existe a ferramenta que indica a frequência e realização das atividades dos alunos e monitora o aproveitamento e o desempenho no decorrer do curso. Dessa forma, a equipe pode auxiliar melhor nas dificuldades dos estudantes em relação ao sistema ou material das aulas”, explica.

Na oportunidade, o coordenador também informou sobre o fórum virtual criado para os alunos debaterem as atividades realizadas durante o curso, além de interagirem e se integrarem com os demais participantes do curso.

“O fórum tem o objetivo principal de desenvolver a educação colaborativa, possibilitando ao aluno tirar dúvidas, compartilhar conhecimento e conteúdo, ter acesso à dicas e sugestões e ainda receber monitoria dos professores”, garantiu ele.

Os cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) são gratuitos e desenvolvidos pela Seciteci em parceria com o Ministério da Educação (MEC), por meio do programa ‘Novos Caminhos’. As aulas são realizadas por meio de ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Professora de Apiacás testa com sucesso aula on-line com alunos

Publicado

por


.

A Escola Estadual Vinícius de Moraes, localizada em Apiacás (1.100 quilômetros ao norte de Cuiabá) realizou com sucesso teste com a plataforma Teams fazendo a apresentação virtual entre alunos e professores. O resultado foi o melhor possível, deixando os estudantes eufóricos e motivados a estudar pela internet. A professora Cirlei Aparecida Silva que leciona numa turma de 2º ano do ensino fundamental, conheceu seus novos alunos utilizando um notebook e a maior parte dos alunos, aparelhos celulares.

Segundo a professora, a ideia surgiu da necessidade de conhecer o aplicativo, pois ele ainda não havia sido testado de forma prática. A partir daí, ela entrou em contato com os alunos e todos se apresentaram de forma virtual.  

“Eu precisava familiarizar-me, sentir o chão da nova realidade da sala virtual e falei com a diretora. Então realizamos essa apresentação com participação dos alunos, os quais são parte integrante e fundamental desse processo. “, destaca.

A turma é composta de 16 alunos na faixa etária 7 anos. Para iniciar o uso da plataforma Team, Cirlei em contato com os pais que demostraram interesse que as crianças acessassem as aulas online. Ao fazer um levantamento das crianças que possuem acesso ao aparelho celular ou computador e internet, a professora constatou que 11 estão conectados com a internet.

Para que todos os alunos se conhecessem, Cirlei realizou duas chamadas – uma às 08h e a outra, às 17h30. No momento do teste, apenas sete alunos acessaram a plataforma – os demais, embora com acesso à internet, são de uso do trabalho dos pais, o que dificultou a participação das crianças.

Os alunos ficaram fascinados, participaram muito bem, fizeram questionamentos, acerca do retorno, horário de aula e até queriam saber se haveria recreio.

“Esse reencontro virtual foi muito prazeroso, apesar de não ter disponível todos os recursos do Teams. E a tecnologia, é algo que empolga e motiva os alunos, isso é um fato inegável”, enfatiza.

Cirlei destaca que o foco dessa apresentação virtual era ter uma primeira experiência, primeiro contato. A professora acredita que a motivação inicial dos alunos será importante para o processo de aprendizagem.

A diretora Jaqueline Marrafão explica que essa primeira aula online foi uma sugestão da equipe gestora escola, para verificar  o contato dos pais com o aplicativo. “Com isso, conseguimos ter uma noção pelo levantamento que foi feito de quem tem Internet e vai usar o aplicativo”, frisa.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana