Connect with us

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Entretenimento

Cazuza: álbum “O Tempo Não Pára” será relançado com sete faixas inéditas

Publicado em


source
Cazuza: álbum “O Tempo Não Pára” será relançado com sete faixas inéditas
Marcelo de Assis

Cazuza: álbum “O Tempo Não Pára” será relançado com sete faixas inéditas

Quase 35 anos após seu lançamento original, o álbum clássico O Tempo Não Pára ganha seu relançamento especial nesta segunda-feira (4) pela Universal Music , iniciando as as comemorações dos 65 anos de Cazuza, que serão completados no ano que vem.

O lançamento também faz parte da campanha Reviva Cazuza , iniciada por Lucinha Araújo , mãe do artista, e da Sociedade Viva Cazuza , que pretende estimular as ações em torno da obra e imagem do poeta, um dos mais importantes artistas da música contemporânea brasileira.

O Tempo Não Pára , gravado ao vivo no Canecão , Rio de Janeiro, em outubro de 1988 , já está disponível nas plataformas digitais, mas em breve ele também ganhará uma versão com o recurso tecnológico em áudio espacial promovido pelo Dolby Atmos e uma edição especial em CD físico , com surpresas para fãs e colecionadores.

Lançado em dezembro de 1988 com 10 faixas, o disco original deixou de fora sete músicas do repertório, por critério dos produtores e espaço no vinil original, e que hoje voltam ao público no novo álbum O Tempo Não Para – Show Completo (Ao Vivo No Rio De Janeiro / 1988) com sua ordem original.

Três destas músicas acentuam a paixão de Cazuza pelo blues, como Vida Fácil, numa deliciosa e irônica versão noir , Mal Nenhum e Blues da Piedade, que ganha, junto com o lançamento, um clipe inédito dirigido por Barbara Coimbra com imagens do show e novas intervenções visuais.

As boas novas também trazem as guitarras indies de Completamente Blue e o rockabilly de A Orelha de Eurídice . E a linda versão ao vivo para Preciso Dizer Que Te Amo, mostrando porque ela é tão tocante e verdadeira até hoje.

Cazuza: álbum "O Tempo Não Pára" será relançado com sete faixas inéditas
Foto: Universal Music

Brasil é um dos fortes temas inéditos deste show e foi extraído do álbum Ideologia , lançado pela Philips em 1988. A faixa foi tema da novela Vale Tudo da Rede Globo na época. O disco ainda presenteia os fãs com uma faixa-bônus, o discurso de Cazuza sobre o país pós ditadura militar. “Eu me arrependi quando fiz essa música [Ideologia], peço desculpas. Aquele garoto que ia mudar o mundo pode continuar a mudar o mundo, em qualquer idade. A gente muda e, se a gente muda, o mundo pode mudar também!”.

Leia Também

“’O Tempo Não Pára’ foi um show carregado de muita emoção e comoção; foi um abraço dos fãs do Cazuza em um momento único em sua vida e na de todos nós que o amamos. Poder comungar novamente dessa obra com coisas que nem mesmo eu conhecia é como um presente de Cazuza para todos nós, na data de seu nascimento. Cazuza vive e revive para sempre em muitos corações” , lembra Lucinha Araújo.

Diretor musical do espetáculo e baixista da banda na época, Nilo Romero lembra que o disco foi gravado durante a turnê do álbum Exagerado , apresentado 44 vezes naquele ano, desde o primeiro show no pequeno AeroAnta , em São Paulo , ao último, no enorme Centro de Convenções de Recife , passando pela antológica gravação no Rio de Janeiro , dias 14, 15 e 16 de outubro , sendo lançado menos de dois meses depois.

“’O Tempo Não Pára’ foi o primeiro e único álbum ao vivo de Cazuza e o de maior sucesso em sua carreira, além do disco mais bem sucedido naquele ano”, lembra Nilo Romero. “Apesar das dez faixas do LP original sintetizarem um dos shows mais bonitos e emocionantes feitos por um artista brasileiro, músicas muito significativas, como ‘Brasil’ e ‘Blues da Piedade’, precisavam estar disponíveis para a posteridade” , opina o produtor, que coordenou a nova mixagem dos áudios – feitas por Walter Costa – e a remasterização de Ricardo Garcia.

Ouça o álbum:

Fonte: IG GENTE

Entretenimento

Zezé Di Camargo e Luciano encerram comemorações pelos 46 anos de Tangará da Serra

Published

on

Foto: Assessoria de Imprensa

Fechando as celebrações do 46º aniversário de emancipação político/administrativa de Tangará da Serra, uma apresentação da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano neste domingo, 15, lotou o Módulo Esportivo, palco onde os artistas cantaram seus sucessos e encantaram o público.

Com entrada franca, o show faz parte do projeto ‘Consertos Ihara’ que leva para o interior do país o melhor da música nacional. O evento estava programado para acontecer em 2020, mas foi adiado devido à pandemia da Covid-19.

No palco com a dupla sertaneja, se apresentou a Orquestra Contemporânea Innovare. “O Concertos Ihara vem cumprir o objetivo de interiorizar a cultura e valorizar as pessoas que ajudam, dia após dia, a construir a história desse imenso país”, frisou a organização do evento que contou com o apoio do Município.

Foto: Assessoria de Imprensa

“São projetos sociais e culturais como esse que reforçam que, além de levarmos soluções inovadoras para a agricultura brasileira, também buscamos fortalecer nosso comprometimento com as comunidades onde atuamos”, afirma Gabriel Saul, Gerente de Comunicação da Ihara.

O projeto é enquadrado na Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Ihara, apoio da Prefeitura e realização do Ministério do Turismo.

Continue Reading

Entretenimento

Xuxa cita dupla personalidade de Pelé e momento quente com Senna

Published

on


source
Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna
Reprodução/Divulgação

Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna

Xuxa vive uma história de amor madura com o ator e cantor Junno Andrade. A apresentadora, de 59 anos, diz que seus relacionamentos a levaram à forma com ela encara, atualmente, a vida a dois. Alguns deles acompanhados de perto pelos olhos atentos do público, como Pelé e Ayrton Senna. Este último, um relacionamento intenso, mas que não durou muito tempo. Nas palavras da apresentadora, ambos tinham uma conexão que “era difícil para as outras pessoas entenderem”.

Entre  no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro das principais notícias dos famosos e da TV

Xuxa revelou até o que ocorria na intimidade entre ela e o piloto. A apresentadora narrou, por exemplo, um momento quente do casal quando pediu para que ele usasse um capacete.

“Na hora em que a gente foi ficar junto, ele começou a puxar o meu cabelo, como se fosse uma chuquinha, para cima. Aí eu olhei para ele e disse: ‘Ah, você quer ficar com a Xuxa da televisão’… Não tem problema, boto a bota, chuquinha, mas você coloca o capacete?”, disse ela ao programa “Papagaio Falante”, no Youtube.

Ainda segundo ela, isso aconteceu após ela narrar para Beco, apelido pelo qual chamava Ayrton, um episódio de um relacionamento anterior em que, na hora do rala e rola, o parceiro pediu para que ela cantasse “Quem quer pão?”.

Leia Também

Xuxa falou ainda sobre seu relacionamento com Pelé. Disse que o ex-jogador foi seu “primeiro amor, um grande amor”. Eles se conheceram durante um ensaio fotográfico para uma capa de revista. Ficaram juntos por cerca de seis anos. A apresentadora, porém, destacou que não foi um período “fácil” e citou que Pelé tinha “dupla personalidade”.

“Foi dos17 aos 23. Ele tem dupla personalidade, fala na terceira pessoa. Eu me apaixonei pelo Dico (apelido), que era apaixonado, era familia”, disse Xuxa sobre ele na intimidade.

Diferente da forma que agia quando o astro do futebol entrava em cena: “Às vezes chegava com camisa suja de batom. Dizia: ‘essas mulheres ficam querendo agarrar o Pelé’. Eu era muito nova. Não foi fácil.”

No início do relacionamento, Xuxa contou que Pelé levou as modelos que participaram do ensaio para uma boate. Na hora da despedida, ele deu um beijo “quase na boca” da apresentadora.

“Meu coração bateu mais forte. (Posteriormente) mandava flores para minha mãe. Conversava com o meu pai”, completa ela, que, no início do relacionamento, só saía com Pelé depois da autorização dos pais.

Fonte: IG GENTE

Continue Reading

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana