conecte-se conosco



Polícia

Caso Mariana: Suspeito de ser o mandante do crime é preso pela Polícia Civil

Publicado

A Polícia Civil, prendeu na manhã desta quinta-feira (06), o suspeito de ser o mandante do assassinato de Mariana Dutra Teixeira, encontrada morta em uma região de mata no bairro Jardim Acapulco em 21 de novembro.

Bruno Souza é o principal suspeito de ser o mandante do crime.

Naquele mesmo dia, os investigadores apreenderam o primeiro suspeito,um menor de 15 anos, que confessou o crime. Em depoimento,  ele disse ter roubado o celular e matado Mariana a mando de outro elemento, e em troca receberia drogas pelo “serviço”. As investigações apontam que, Bruno Souza, roubou o primeiro telefone de Mariana, e depois dela ter manifestado em rede social, sobre a perda do aparelho, o criminoso armou para matá-la. Bruno chegou a ser detido na ocasião, mas ele negou o crime, foi ouvido e liberado.

Nesta manhã, a Justiça decretou a prisão preventiva dele, e a Polícia Civil, cumpriu o mandado, recolhendo o suspeito e encaminhando à Delegacia Judiciária Civil. A qualquer momento novas informações sobre o caso.

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende dupla por furto de cabos de energia e apreende R$ 150 em produtos
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende filho por matar ex-companheiro da mãe

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil, esclareceu um homicídio, ocorrido no mês de agosto de 2018, com a prisão do autor do crime, enteado da vítima. O suspeito, Igor Silva Souza, 21, foi identificado como autor do homicídio que vitimou, Rubens Rodrigues Pereira, 32, ex-companheiro de sua mãe.

O crime ocorreu no dia 04 de agosto de 2018, no Residencial Nilce Paes Barreto, em Cuiabá, onde a vítima foi assassinada com disparos de arma de fogo. A equipe da DHPP deu início as investigações, que constataram que o autor dos disparos era, Igor, filho da ex-companheira da vítima.

Com base nos levantamentos, o delegado Frederico Murta representou pela prisão temporária do suspeito, a qual foi deferida pela 12ª Vara de Cuiabá. Após a prisão, durante interrogatório, Igor confessou o homicídio e disse que o crime foi motivado pelo fato de a vítima ter costume de agredir a sua mãe.

O suspeito contou que no dia do crime soube que Rubens estava novamente na casa da sua mãe e que o casal estaria discutindo, momento em que decidiu ir até o local. Segundo o acusado, quando chegou a residência a vítima estava ameaçando a sua mãe com uma faca, momento que ele sacou um revólver calibre 38 e efetuou os disparos.

A vítima foi atingida duas vezes no rosto e morreu no local. Logo após a execução, Igor fugiu. De acordo com o delegado, Frederico Murta, a arma de fogo utilizada no crime foi apreendida com Igor em ocasião anterior, quando o suspeito foi preso pela prática de outro crime e posteriormente liberado em audiência de custódia. “Os exames periciais de balística já foram requisitos”, disse o delegado.

Leia mais:  Com demanda ampliada, Saúde restringe exames laboratoriais

Com mandado de prisão cumprido, o suspeito deve passar por audiência de custódia, antes de seguir para o sistema penitenciário.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil descobre esconderijo de caminhonetes na Capital e recupera veículo roubado

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Uma caminhonete Hillux, produto de roubo, foi recuperada na tarde de segunda-feira (10), no bairro Cidade Alta, em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).

Após investigação preliminar, os policiais civis chegaram ao endereço (uma tapeçaria fechada), por volta das 16h. Pelas grades dos muros foi possível observar uma camionete Hilux, cor preta, coberta com uma lona, aos fundos do barracão.

O dono do espaço foi chamado pelos policiais, compareceu ao local e afirmou que alugou o barracão para um casal. Em checagem do veículo constatou-se ser produto de roubo em 04 de dezembro deste ano.

No local foram apreendidas várias ferramentas para clonagem de veículos, como lixadeira, furadeira, chaves diversas, tintas de chassi, entre outros itens.

As investigações da Derrfva apontam que o barracão era utilizado em outras ocasiões para esconder caminhonetes roubadas. Vizinhos apontaram ter visto no local 05 veículos Hillux, de diferentes cores, cobertos por lonas.

O casal que alugou o espaço já foi identificado pela especializada. O homem é Fábio Cristian Lopes da Silva, 34, preso no sábado (08), na zona rural da cidade de Salto do Céu, com uma caminhonete Hillux roubada. A mulher, de 29 anos, que assinou o contrato para locação do imóvel, também tem sua participação investigada pela Derrfva.

Leia mais:  Polícia Civil prende mandantes e mais 4 por envolvimentos em incêndio da Prefeitura de Nova Bandeirantes

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana