conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Entretenimento

“Canta Pra Subir” aborda a intolerância religiosa com humor

Publicado

Começou a ser rodada no Rio de Janeiro a comédia “Canta Pra Subir”, que conta a história do casamento dos jovens Lucas ( Bruno Suzano
) e Bebel (Samya Pascotto), que vivem uma espécie de Romeu e Julieta inter-religioso.

Leia também: China ultrapassa Estados Unidos no mercado cinematográfico


Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)
Divulgação

Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)

Lucas é umbandista, já Bebel é judia, nesse vai-e-vém do humor, “Canta Pra Subir”
aborda um conflito que nasce do amor, onde os pais, que acham que sabem o que é melhor para seus filhos, impõem suas tradições religiosas sobre eles, porém, nem tudo sai como planejado.

Leia também: Fracasso do Movie Pass atesta dificuldade de replicar modelo Netflix no cinema

Ao iG Gente
, Bruno falou sobre a importância de falar de intolerância religiosa: “o filme
não é só entretenimento, ele é necessário. Justamente em um momento em que as pessoas estão colocando muito para fora seu modo de pensar”.

Já para Samya, que nunca havia tido contato com ambas as religiões exploradas no longa-metragem, o assunto é fundamental e foi retratado com maestria: “Venho de uma família evangélica e vejo como esses mundo se chocam. É difícil lidar com ambos os lados, mas as pessoas precisam se aceitar”.

Para Caroline Fioratti, diretora da obra, é mais do que necessário falar sobre o assunto em uma plataforma de visibilidade, e este é o momento: “o filme aborda as diversas manifestações de fé de uma forma leve, para que as pessoas saibam lidar com diferentes desconfortos”.

Um elenco de Peso


Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)
Divulgação

Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)

Além de Samya Pascotto e Bruno Suzano, estão confirmados no elenco Ary França, Cacau Protásio, Lorena Comparato, Vinicius Wester, entre outros artistas. 

Beleza para dar e vender


Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)
Divulgação

Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)

Na noite deste sábado (17), a Sala São Paulo, no centro da capital, será o palco da final do concurso Miss e Mister São Paulo 2019. São 21 misses e 19 misters no páreo, competindo pelas vagas estaduais no Miss Brasil Mundo e Mister Brasil CNB 2019.  

A atual Miss São Paulo Mundo, Sthefany Schunck, vai coroar a nova beldade ao lado do santista Samuel Costa, 24, que venceu o Mister Brasil CNB 2018 em agosto passado representando São Paulo e, agora, passa a faixa estadual para seu sucessor.

Festival LGBT ganha espaço na Capital


Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)
Divulgação

Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)

O arco-íris ganha espaço neste final de semana prolongado. Com apresentação marcada no Festival MIX Brasil, maior evento LGBTQI da América Latina, Liniker, Diego Morais e Mel prometem abalar o palco lançando o projeto Rainbow Cities durante o evento. As apresentações acontecem no Centro Cultural São Paulo, a partir das 19h00, nesta sexta (16).

Talento nacional ganha valor


Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)
Divulgação

Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)

A Fox
anunciou recentemente o início das gravações da segunda temporada da série original brasileira “Rio Heroes”, que tem previsão de estreia para 2019.

A produção tem como pano de fundo um campeonato de luta clandestino em que a honra, o sangue e a violência são os protagonistas. Criação de Fábio Danesi, o elenco conta com Murilo Rosa, Losso, Gallo, Paraventi, André Ramiro e Luiz Guilherme, além disso o elenco da segunda temporada segue com Duda Nagle, Miguel Nader e Ingrid Gaigher.

Mais “Canta Pra Subir”


Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)
Divulgação

Canta Pra Subir, Rio Heroes e música são destaques da Coluna Bastidores desta quarta (14)

Leia também: “Piratas do Caribe”, “Alien” e as maiores decepções do cinema em 2017

Trazendo um tema de relevância com humor perene, “Canta Pra Subir”
ainda não têm data de estreia, mas já deixa membros do elenco como Bruno “com água nos olhos” ao lembrar do fim das filmagens.

Comentários Facebook

Entretenimento

Zezé Di Camargo e Luciano encerram comemorações pelos 46 anos de Tangará da Serra

Publicado

Foto: Assessoria de Imprensa

Fechando as celebrações do 46º aniversário de emancipação político/administrativa de Tangará da Serra, uma apresentação da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano neste domingo, 15, lotou o Módulo Esportivo, palco onde os artistas cantaram seus sucessos e encantaram o público.

Com entrada franca, o show faz parte do projeto ‘Consertos Ihara’ que leva para o interior do país o melhor da música nacional. O evento estava programado para acontecer em 2020, mas foi adiado devido à pandemia da Covid-19.

No palco com a dupla sertaneja, se apresentou a Orquestra Contemporânea Innovare. “O Concertos Ihara vem cumprir o objetivo de interiorizar a cultura e valorizar as pessoas que ajudam, dia após dia, a construir a história desse imenso país”, frisou a organização do evento que contou com o apoio do Município.

Foto: Assessoria de Imprensa

“São projetos sociais e culturais como esse que reforçam que, além de levarmos soluções inovadoras para a agricultura brasileira, também buscamos fortalecer nosso comprometimento com as comunidades onde atuamos”, afirma Gabriel Saul, Gerente de Comunicação da Ihara.

O projeto é enquadrado na Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Ihara, apoio da Prefeitura e realização do Ministério do Turismo.

Continue lendo

Entretenimento

Xuxa cita dupla personalidade de Pelé e momento quente com Senna

Publicado

por


source
Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna
Reprodução/Divulgação

Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna

Xuxa vive uma história de amor madura com o ator e cantor Junno Andrade. A apresentadora, de 59 anos, diz que seus relacionamentos a levaram à forma com ela encara, atualmente, a vida a dois. Alguns deles acompanhados de perto pelos olhos atentos do público, como Pelé e Ayrton Senna. Este último, um relacionamento intenso, mas que não durou muito tempo. Nas palavras da apresentadora, ambos tinham uma conexão que “era difícil para as outras pessoas entenderem”.

Entre  no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro das principais notícias dos famosos e da TV

Xuxa revelou até o que ocorria na intimidade entre ela e o piloto. A apresentadora narrou, por exemplo, um momento quente do casal quando pediu para que ele usasse um capacete.

“Na hora em que a gente foi ficar junto, ele começou a puxar o meu cabelo, como se fosse uma chuquinha, para cima. Aí eu olhei para ele e disse: ‘Ah, você quer ficar com a Xuxa da televisão’… Não tem problema, boto a bota, chuquinha, mas você coloca o capacete?”, disse ela ao programa “Papagaio Falante”, no Youtube.

Ainda segundo ela, isso aconteceu após ela narrar para Beco, apelido pelo qual chamava Ayrton, um episódio de um relacionamento anterior em que, na hora do rala e rola, o parceiro pediu para que ela cantasse “Quem quer pão?”.

Leia Também

Xuxa falou ainda sobre seu relacionamento com Pelé. Disse que o ex-jogador foi seu “primeiro amor, um grande amor”. Eles se conheceram durante um ensaio fotográfico para uma capa de revista. Ficaram juntos por cerca de seis anos. A apresentadora, porém, destacou que não foi um período “fácil” e citou que Pelé tinha “dupla personalidade”.

“Foi dos17 aos 23. Ele tem dupla personalidade, fala na terceira pessoa. Eu me apaixonei pelo Dico (apelido), que era apaixonado, era familia”, disse Xuxa sobre ele na intimidade.

Diferente da forma que agia quando o astro do futebol entrava em cena: “Às vezes chegava com camisa suja de batom. Dizia: ‘essas mulheres ficam querendo agarrar o Pelé’. Eu era muito nova. Não foi fácil.”

No início do relacionamento, Xuxa contou que Pelé levou as modelos que participaram do ensaio para uma boate. Na hora da despedida, ele deu um beijo “quase na boca” da apresentadora.

“Meu coração bateu mais forte. (Posteriormente) mandava flores para minha mãe. Conversava com o meu pai”, completa ela, que, no início do relacionamento, só saía com Pelé depois da autorização dos pais.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana