conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

Campanha de vacinação contra Influenza e Sarampo inicia na segunda-feira (11) em MT

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) inicia na próxima segunda-feira (11.04) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e Sarampo. Para a primeira fase das campanhas, Mato Grosso recebeu e distribuiu 397.800 doses das vacinas.

As campanhas nacionais iniciaram nesta segunda-feira (04.04), no entanto, conforme explica a superintendente de Vigilância Epidemiológica da SES-MT, Alessandra Cristina de Moraes, houve a necessidade de adequação do Estado a nova data de início da campanha devido a entrega gradativa dos imunizantes por parte do Ministério da Saúde.

“Mantivemos a data de término das campanhas de acordo com a prevista pelas diretrizes nacional, que é o dia 03 de junho e também o dia D da vacinação, marcado para 30 de abril (sábado), mas foi necessária adequar à data de início devido ao envio irregular dos imunizantes”, acrescenta a gestora.

Alessandra ressalta ainda que a campanha de vacinação contra a influenza coincidirá com a continuidade de realização da vacinação contra a Covid-19. “Assim, é importante que seja priorizada a administração da vacina Covid-19 para as crianças de cinco a 11 anos de idade contempladas no grupo prioritário para a influenza e que ainda não foram vacinadas contra o coronavírus. Nestas situações, deve-se agendar a vacina influenza, respeitando o intervalo mínimo de 15 dias entre as vacinas”, pontua.

O Estado recebeu, até o momento, o total de 234.800 doses da vacina contra Influenza e 163.000 doses da vacina tríplice viral, que será utilizada na campanha do sarampo (contra o sarampo, a caxumba e a rubéola).

Vacina contra a Influenza

A meta do Estado de Mato Grosso para a vacinação contra influenza é de 1.104.012 pessoas do público-alvo. A meta preconizada é de vacinar, no mínimo, 90% de cada um dos grupos prioritários.

A campanha de vacinação contra influenza será executada em duas etapas, sendo a primeira, que começará no dia 11.04 e vai até o dia 02 de maio, para o seguinte público: trabalhadores da saúde e idosos com mais de 60 anos.

Já na segunda etapa, que terá início no dia 03 de maio e término no dia 03 de junho, será a vez do seguinte público alvo: crianças de seis meses a cinco anos de idade; professores; puérperas; gestantes; pessoas com comorbidades e deficiência permanente; indígenas; forças de segurança, salvamento e forças armadas; trabalhadores do transporte coletivo e caminhoneiros; população privada de liberdade e adolescentes em medidas sócio educativo e funcionários do sistema prisional.

Vacina contra o sarampo

Na campanha contra o Sarampo, serão vacinadas de forma indiscriminada as crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade (04 anos, 11 meses e 29 dias) e os trabalhadores da saúde. A meta do Estado é de 255.438 crianças e 77.636 trabalhadores da saúde. A meta preconizada é de vacinar, no mínimo, 95% das crianças. Para os trabalhadores da saúde não haverá meta de cobertura vacinal.

“Alertamos para o fato de que não há contraindicação da vacina tríplice viral em pessoas que tenham alergia ao ovo. No entanto, por precaução, recomenda aos pais que tenham filhos com história de anafilaxia (alergia grave) ao ovo para que observem o ambiente de aplicação da vacina, para que o mesmo tenha condições adequadas de atendimento de urgências/emergências”, pontua Alessandra.

O que é o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças menores de um ano de idade. A estratégia de vacinação contra o sarampo com a vacina tríplice viral, foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 1992, com o propósito de controlar surtos de sarampo, reduzir internações, complicações e óbitos. A vacinação contra o sarampo permitirá interromper a circulação ativa do vírus do sarampo no país, minimizar a carga da doença, proteger a população, além de reduzir sobrecarga sobre os serviços de saúde em decorrência de mais esse agravo.

O que é a influenza

A influenza é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório e é de alta transmissibilidade. A estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e óbitos na população-alvo. A vacinação contra a influenza permitirá, ao longo de 2022, prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença e óbitos, minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas nos grupos prioritários, que podem ser confundidos com os da covid-19, além de reduzir sobrecarga sobre os serviços de saúde.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana