conecte-se conosco


Tangará da Serra

Caminhão derrapa em pista molhada na MT-358 em trecho da Serra Tapirapuã

Publicado

Um caminhão derrapou na manhã desta sexta-feira (13) por volta das 07h30, na MT-358 em trecho da Serra Tapirapuã.

Foto: Alex Ruiz

Segundo informações, o veículo trafegava sentido Tangará a Nova Olímpia, quando na curva do trecho conhecido como “pedra solteira” derrapou, o condutor predeu o controle da direção, saindo fora da pista e parando às margens da rodovia.


O motorista conseguiu evitar o tombamento. Ninguém se feriu. A orientação é para os condutores dirigirem com cautela no local, pois a via está molhada, devido a chuva que caiu nesta manhã naquela região.

Comentários Facebook
Leia mais:  Corpo de tangaraense assassinado em Diamantino está sendo velado no Jardim Califórnia

Tangará da Serra

Denúncia: veículo estacionado na calçada compromete a segurança de pedestres e motoristas no Centro em Tangará

Publicado

Um leitor do Bem Notícias flagrou na noite do último domingo (19), uma caminhonete estacionada na calçada em Tangará da Serra.

A foto foi registrada na Avenida Brasil, no Centro, conforme relatou à redação, a caminhonete estaria estacionada em toda a extensão da calçada impendido que pedestres transitassem com segurança pelo local, e comprometendo à visão de motoristas no trânsito. Uma via urbana é composta pela pista de rolamento, destinada ao trânsito de veículos automotores, e pela calçada, onde só pode circular quem está a pé. Da mesma forma que uma pessoa não pode parar no meio da rua, um veículo não pode obstruir a passagem de pessoas em calçadas. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB), não permite parar em cima da calçada nem quando o objetivo for apenas, o embarque ou desembarque de um passageiro.


A infração prevista no artigo 181, inciso VIII, do CTB é considerada grave e tem penalidade de multa no valor de R$ 195,23 e conta com medida administrativa de remoção do veículo. Condutores flagrados cometendo a irregularidade ainda perdem cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Comentários Facebook
Leia mais:  Campeã: Debora Lemes é destaque no estadual de Tênis
Continue lendo

Eleições

Em Tangará, mais de 19 mil eleitores estão com o título cancelado por não fazer a revisão biométrica

Publicado

Mais de 19 mil eleitores estão com os títulos de eleitor cancelados em Tangará da Serra. Um balanço divulgado pelo Cartório Eleitoral 19º ZE,  aponta que, até dezembro do ano passado, de um total de 76.240 eleitores, 19.070 pessoas estavam com os títulos cancelados e outras 876, apresentavam suspensão por condenações diversas.

A inscrição cancelada pertence ao eleitor que não atendeu a convocação da Justiça Eleitoral para fazer a revisão de dados com cadastro biométrico ou não votou em três eleições consecutivas, e não justificou ausência no pleito. O eleitor é obrigado a comparecer na revisão com cadastro biométrico. Quem não atendeu a convocação deve ir o quanto antes ao Cartório Eleitoral, para regularizar a situação. Caso não faça a biometria, o eleitor não poderá votar, destaca o chefe da 19ª Zona Eleitoral, Luis Gustavo Romko.

“São quase 20 mil pessoas que ainda não fizeram a revisão e esses eleitores, estão com seus títulos cancelados. Considerando que teremos duas eleições, a suplementar para o Senado e as Eleições Municiais deste ano, muita gente ficará sem votar. Teremos provavelmente, menos de um mês, para resolver a situação destes eleitores, e mesmo em esquema de plantão, é impossível que a nossa equipe consiga atender a um público de 2 mil pessoas por dia, que estão irregulares com a Justiça Eleitoral”, salienta.

Os eleitores de Mato-Grosso,  comparecerão às urnas em dois momentos diferentes em 2020; na Eleição Suplementar para preencher a vaga no Senado deixada por Selma Arruda (Podemos), e na Eleição Municipal, em outubro, para eleger prefeito, vice-prefeito e 14 vereadores. A sede do Cartório da 19ª Zona Eleitoral, fica situada na Rua Francisco Ferreira Ramos, 53N, Centro, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 13h30. Mais informações pelo Fone: (65) 3326-2363.

Leia mais:  Sucessão Municipal: Partidos começam a avaliar possíveis nomes para 2020

Para fazer a revisão, o cidadão deve apresentar, obrigatoriamente:

– documento oficial de identidade (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Carteira Profissional, dentre outros definidos em lei)

– comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo Juiz Eleitoral)


– no caso de homens com mais de 18 anos que irão requerer a primeira via do título (alistamento) é necessário também apresentar o comprovante de quitação com o serviço militar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana